Arquivo da Categoria ‘Chuva’

+ aumentar e diminuir fonte -
Frente fria provoca chuva na Grande Buenos Aires
segunda-feira, 24 de novembro de 2014

A chegada de uma nova frente fria já provoca pancadas de chuva desde a manhã da segunda-feira (24) na Grande Buenos Aires. Na imagem do satélite meteorológico é possível ver o avanço da nebulosidade entre o norte da Argentina e o sul do Uruguai. Os tons em vermelho e laranja indicam nuvens com grandes topos que são capazes de provocar chuva forte.

O radar meteorológico integrado do Serviço Meteorológico da Argentina (SMM) mostra a presença da chuva com intensidade entre moderada a forte.

As instabilidade vão se afastar da Argentina e do Uruguai e vão provocar chuva a partir da terça-feira sobre a Região Sul. Há o risco de chuva forte nos três Estados que compõem a região. Na Grande Buenos Aires o tempo fica com poucas nuvens e a tendência é de enfraquecimento da chuva. Deve voltar a chover no fim de semana com a aproximação de uma nova frente fria.

Curitiba: chuva de novembro supera a média
segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Falta uma semana para o fim do mês de novembro e o volume de chuva acumulado já superou a média climatológica. Até o momento, o mês de novembro de 2014 é o 4° mais chuvoso do ano, perdendo para os meses de janeiro, março e junho, nesta ordem.

Com o valor acumulado de 174,4mm, a média climatológica do mês de novembro já foi superada em 41%. A média de novembro é de 146mm.

Farol do Saber em Curitba/PR, por Gabriel Rosa. Clique na imagem para ver o tempo em outros locais do Brasil

Mais chuva ao longo da semana

Uma frente fria vai organizar nuvens carregadas sobre o leste do Paraná e provocar mais chuva sobre Curitiba a partir da terça-feira. O risco de chuva vai aumentar ao longo da tarde e da noite, de forma pontual há o risco de chuva forte.

As condições favoráveis à chuva vão diminuir bastante a partir da sexta-feira (28) com a chegada de um ar um pouco mais seco na região e o afastamento das instabilidade em direção ao Sudeste.

Ar seco predomina no Sul
segunda-feira, 24 de novembro de 2014

As imagens do satélite meteorológico mostram o afastamento do armais úmido em direção ao Sudeste, com isso a Região Sul tem o predomínio de um tempo mais firme, pouca nebulosidade e sem condições de chuva.

Os tons em marrom indicam um ar mais seco que é resultado da presença do ar de altitudes mais elevadas descendo em direção à superfície. Essa condição inibe a formação de nebulosidade.

Nesta segunda-feira (24) ainda há condições para chuva por conta da chegada de umidade vindo da oeste. Áreas de Fronteira Oeste Gaúcha e do extremo oeste do Paraná devem ter pancadas rápidas acontecendo entre a tarde e a noite. De forma pontual, há o risco de chuva forte.

Frente fria muda o tempo na Região Sul

Uma nova frente fria vai passar pelo oceano, mas é capaz de organizar áreas de instabilidade sobre os três Estados da Região Sul. A chuva vai ocorrer principalmente ao longo da tarde e da noite, mas em áreas do oeste há o risco de chuva já pelo período da manhã. Com o abafamento no ar e a presença de muita umidade, não está descartada a presença de chuva forte.

A chuva deve perder intensidade e o sol já aparece forte a partir da sexta-feira (28) com o avanço das instabilidade em direção ao Sudeste.

Cantareira acumula 62% da média de Novembro
segunda-feira, 24 de novembro de 2014

A maior passagem de frentes frias pelo Sudeste e a mudança na circulação de umidade pelo Brasil favorecem as condições de chuva nas áreas de captação do Sistema Cantareira. Tanto que segundo os dados da Sabesp o volume de chuva acumulado em novembro são maiores do que o total de chuva registrado em outubro. E a última vez que o Sistema Cantareira registrou volumes de chuva tão grandes, foi no mês de março de 2014.

A imagem do satélite meteorológico mostra o avanço das áreas de instabilidade que se intensificaram com a passagem de uma frente fria. A quantidade umidade presente no ar aumentou bastante com a mudança nos padrões de vento que passaram a trazer um ar mais úmido do interior.

Informações da Sabesp mostram que mesmo com o aumento da chuva na região, o Cantareira ainda segue em queda.

Nesta última semana de novembro ainda há a previsão de chuva no Sistema Cantareira. A passagem de uma nova frente fria vai trazer mais nuvens carregadas para as áreas de captação de água e são esperados volumes que podem chegar aos 50mm em algumas áreas entre o sul de Minas Gerais e a Região Metropolitana de São Paulo.

Muita chuva sobre Minas Gerais
segunda-feira, 24 de novembro de 2014
Uma frente fria avançou para o Sudeste do Brasil e áreas de instabilidade voltaram a se formar por toda a Região. Nuvens carregadas se espalham sobre os quatro estados do Sudeste e provocam muitas pancadas de chuva no decorrer desta segunda-feira. Há risco de temporais. Confira o alerta especial que está o site da Climatempo.
A semana promete chuva sobre o Sudeste, especialmente sobre Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo. Uma nova frente fria avança sobre a Região entre os dias 26 e 27  e intensifica as áreas de instabilidade que vão provocar mais chuva.

Chuva forte sobre Barretos (SP) - 21-11-2014 por Fernando Baraldi

Nos mapas abaixo, os tons de verde indicam previsão de 100 mm ou mais acumulados no período de cinco dias. O verde escuro representa previsão em torno dos 200 mm. Vários eventos de chuva forte devem ocorrer nos próximos dez dias, com risco de alagamento em cidades.
As pancadas de chuva estão ocorrendo com frequência sobre a maior parte do Sudeste desde o início de Novembro e até com a ocorrência de temporais em todos os Estados. Mesmo assim, de forma geral, o acumulado de chuva em 23 dias  ainda está abaixo da média em grande parte da Região Sudeste.

Em algumas áreas no oeste de São Paulo , a chuva acumulada em 23 dias de novembro está ligeiramente acima da média para o mês

Em outubro choveu muito sobre o centro-norte de Minais Gerais e  sobre o Espírito Santo. Em setembro, a chuva ficou acima da média em várias regiões do Estado de São Paulo.
Semana com muita chuva no Centro-Oeste e Sudeste
domingo, 23 de novembro de 2014

A frente fria que provocou chuva no fim de semana sobre o Sudeste se afasta na segunda-feira (24), mas um sistema de baixa pressão reforça as instabilidades sobre o Centro-Sul do Brasil nos próximos dias. A partir de quarta-feira (26), uma nova frente fria avança pelo oceano, mantendo o tempo instável sobre o Sudeste e Centro-Oeste.

O mapa abaixo mostra a previsão de precipitação sobre o Brasil até a sexta-feira (28).

Os maiores acumulados estão concentrados sobre o Centro-Oeste e Sudeste do país, podendo passar dos 100 mm em áreas do interior do Rio de Janeiro, da zona da mata mineira, do sul de Minas, do Alto do Paranaíba, do Alto São Francisco, do Triângulo Mineiro, do norte de São Paulo, do sul de Goiás, do norte de Mato Grosso do Sul e do centro-sul de Mato Grosso.

Frente fria chega a SP no fim de semana
sexta-feira, 21 de novembro de 2014

O ar úmido e quente que está sobre São Paulo forma nuvens carregadas por todo o Estado que vão provocar mais pancadas de chuva no fim de semana. As temperaturas continuam elevadas e passam dos 30°C na maioria das áreas do estado. Na cidade de São Paulo, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 32,7°C nesta sexta-feira, 21. Foi a tarde mais quente desde o dia 31 de outubro, quando a temperatura chegou aos 34,1°C.

Neste sábado, pode chover já pela manhã em cidades do centro-oeste e sul do Estado, por causa da expansão de áreas de instabilidade sobre o Sul do Brasil. Uma frente fria passa pelo litoral paulista no domingo e deixa o tempo instável, com maior chance de chuva.

Não há previsão de queda da temperatura acentuada como ocorreu no início da semana.

Fim de semana na Grande SP

A aproximação de uma frente fria vai mudar as condições do tempo no domingo (23), antes disso o sábado (22) ainda terá muito sol, calor e pancadas de chuva entre a tarde e a noite. Com a frente fria chegando no domingo o tempo ficará instável e a chuva será constante. Há o risco de chuva forte no sábado e no domingo.

 

 

 

Tempo nas praias

No último feriadão prolongado antes das festas de fim de ano, muitas pessoas aproveitaram para ir ao litoral. O tempo nas praias vai ajudar os paulistas, o predomínio é de tempo firme no sábado com pancadas de chuva acontecendo entre a tarde e a noite. Mas a chegada da frente fria vai causar mudanças também no litoral no domingo. A tendência é de muitas nuvens e chuva a qualquer momento. A temperatura tende a cair um pouco, com sensação de abafamento

Apesar da presença da frente fria, não há previsão de agitação no mar. O mar fica baixo, com ondas pequenas.

Ache a sua onda e a sua tribo no Climasurf.

 

 

Imagem em destaque: belo fim de tarde em Sao Paulo (SP), em e 17-03-2014, por Claudio Pinheiro

 

Condição no tempo no interior de SP

No sábado (22) os ventos de noroeste vão transportar mais umidade para o centro-oeste e sul do Estado. O céu vai ficar carregado de nuvens desde cedo nestas regiões e pode chover a qualquer momento. Há o risco de chuva forte. As outras áreas do interior terão predomínio de sol de manhã e pancadas de chuva a parir da tarde, mas que também podem ser fortes. Mas no domingo, com a passagem de uma frente fria, o tempo fica mais instável. As condições para chuva aumentam e pode chover forte.


Vai no show do Paul McCartney? Clique e confira a previsão do tempo na agenda brasileira do ex-beatle!

 

Sudeste tem chuva forte nos próximos 10 dias 

 

Reservatórios de SP terão mais chuva 

 

 

 

Astronomia ao seu alcance: aprenda a comprar um telescópio, binóculos para ver os atros, tripés e motores específicos para o seu telescópio! E confira a previsão do tempo para ver ser as nuvens vão deixar você as estrelas!

 

Preço do limão é o maior em 18 anos
sexta-feira, 21 de novembro de 2014

A falta de chuva no Sudeste durante o ano de 2014 prejudicou a produção de limão na Região, e o preço do produto é o mais alto desde 1996. Confira se os índices de chuva devem aumentar no Sudeste e em todo o Brasil nos próximos dias.

Sul: Mais chuva no fim de semana
sexta-feira, 21 de novembro de 2014

A presença de uma frente fria sobre a Região Sul do Brasil vai trazer nuvens bastante carregadas e provocar chuva durante o fim de semana.

A imagem do radar meteorológico de Santiago mostra a presença de áreas de instabilidade avançando pela Fronteira Oeste Gaúcha, há a presença de chuva forte que vai se espalhar para as demais áreas da Região Sul. Nos tons em vermelho há a presença de temporais.

As áreas de instabilidade vão ganhar força no sábado (22) há o risco de chuva forte entre o norte do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e no Estado do Paraná. Os volumes de chuva vão aumentar por conta da persistência da chuva.

No domingo (23) a tendência é de que as áreas de chuva enfraqueçam por conta do avanço da frente fria em direção ao Sudeste. O leste de Santa Catarina e do Paraná ainda terão chuva fraca e garoa a longo do dia. O norte paranaense ainda terá rápidas pancadas de chuva entre a tarde e a noite.

Nas demais áreas ainda há algumas nuvens no céu, que não provocam chuva. Em toda a região o ar segue abafado.

Chuva na Grande SP
sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Atualizado às 16h24 em 21/11/2014

O calor intenso da tarde desta sexta-feira foi o maior responsável pela formação das nuvens carregadas sobre a Grande São Paulo. O radar meteorológico de São Roque, operado pela Aeronáutica, mostrava várias áreas de chuva sobre a capital e a Grande São Paulo. Os tons de vermelho e alaranjado indicam chuva moderada a forte.

A sexta-feira (21) começou com sol e muito calor na cidade de São Paulo. Às 9h da manhã a temperatura já estava em 23°C no aeroporto de Congonhas. Às 14 horas, o calor chegava aos 33°C na medição automática no Mirante de Santana realizada pelo Instituto Nacional de Meteorologia.

Céu de Autocumulus na região do Paraíso em São Paulo - César Soares

As imagens do satélite meteorológico mostram a presença de nuvens altas que não são capazes de provocar chuva, mas conseguem manter um pouco do calor acumulado ao longo do dia.

A chegada de ventos mais úmidos, tanto vindos do interior quanto vindos do oceano, vão favorecer o desenvolvimento de nuvens carregadas sobre o todo Estado de São Paulo. Na Grande SP há o risco de pancadas de chuva principalmente entre a tarde e a noite.A chuva deve acontecer de forma localizada e há o risco de chuva forte, mas de forma mais pontual.

Fim de semana na Grande SP

A aproximação de uma frente fria vai mudar as condições do tempo no domingo (23), antes disso o sábado (22) ainda terá muito sol, calor e pancadas de chuva entre a tarde e a noite. Com a frente fria chegando no domingo o tempo ficará instável e a chuva será constante, há o risco de chuva forte principalmente pelo período da tarde.

Tempo nas praias

No último feriadão prolongado antes das festas de fim de ano diversas pessoas aproveitaram para ir ao litoral. O tempo nas praias vai ajudar os paulistas, o predomínio é de tempo firme no sábado com pancadas de chuva acontecendo entre a tarde e a noite. Mas a chegada da frente fria vai causar mudanças também no litoral no domingo. A tendência é de muitas nuvens e chuva a qualquer momento. A temperatura tende a cair um pouco, com sensação de abafamento por conta da presença de muita umidade no ar.

Apesar da presença da frente fria, o vento não terá uma organização o suficiente para provocar muita agitação no mar. O mar fica baixo, com ondas pequenas.

Ache a sua onda e a sua tribo no Climasurf.

Condição no tempo no interior de SP

No sábado (22) os ventos de noroeste vão transportar mais umidade para o oeste paulista e Vale do Ribeira. O céu vai ficar carregado de nuvens desde cedo e pode chover a qualquer momento. Há o risco de chuva forte. As outras áreas do interior terão predomínio de sol de manhã e pancadas de chuva a parir da tarde, mas que também podem ser fortes. Mas no domingo, com a passagem de uma frente fria, o tempo fica mais instável. As condições para chuva aumentam e pode chover forte.


Vai no show do Paul McCartney? Clique e confira a previsão do tempo na agenda brasileira do ex-beatle!

Nuvens carregadas sobre Sâo Payulo, por Larissa Castro