Arquivo da Categoria ‘Chuva’

+ aumentar e diminuir fonte -
SP terá mais chuva nesta semana
segunda-feira, 22 de setembro de 2014

A chuva que caiu sobre São Paulo no último sábado estimulou muitos paulistas a fotografar a mudança no tempo. O site da Climatempo recebeu diversas fotos com comentários de alegria com a chuva que cai.

 

Chuva em Serra Negra (SP), por Tomas 20/9/2014

 

Chuva em Queiroz (SP), por Gilberto 20/9/2014

Chuva em Macaubal (SP), por Eder 20/9/2014

 

A frente fria  que provocou a chuva do sábado já está chegando ao sul da Bahia e o ar polar que entrou em São Paulo secou o estado de novo. O último dia do inverno de 2014 teve um friozinho de manhã cedo e muito sol.

Mas a chuva não demora a voltar. Os paulistas vão poder contar com outra frente fria que traz mais chuva para São Paulo a partir da tarde de quarta-feira. Desta vez, a instabilidade da frente fria vai ficar bloqueada sobre São Paulo por vários dias. As pancadas de chuva serão frequentes até o sábado.

Fique atento, pois há risco de chuva forte em várias áreas do Estado. Mesmo assim, a chuva que vem por aí ainda não vai alterar o quadro de seca em São Paulo.

 

RJ tem fim de semana com chuva e vento
sexta-feira, 19 de setembro de 2014

O último fim de semana do inverno será marcado por chuva e vento no Estado do Rio de Janeiro. A temperatura não fica muito alta, mas também faz frio.

Grandes áreas de instabilidade avançaram do Sul do Brasil para o Sudeste e nuvens carregadas vão começar a se espalhar também sobre o Estado do Rio de Janeiro  provocando chuva no fim de semana. A chegada de uma frente fria pelo mar durante o sábado vai ajudar a formar mais nuvens. O ar muito quente que está armazenado sobre a Região Sudeste também vai colaborar para fazer a chuva.

Um pouco das nuvens destas áreas de instabilidade pode ser vista no fim da tarde de sexta-feira (19) sobre a cidade do Rio de Janeiro.

 

Muitas nuvens sobre o Rio de Janeiro no fim da tarde de 19 de setembro de 2014, por Helio C Vital

 

O fim de semana não será chuvoso no Estado do Rio, mas em alguns momentos pode chover forte, inclusive no Grande Rio. Há risco de raios e fortes rajadas de vento.

 

Animação de imagens de satélite mostra nuvens carregadas crescendo e se espalhando sobre o Sudeste. As nuvens com maior potencial para temporais aparecem como manchas vermelhas.

 

Ventania nas praias

A meteorologista Josélia Pegorim dá mais detalhes sobre as condições do tempo no último fim de semana do inverno. A primavera começa oficialmente no dia 22 de setembro, às 23h29, pelo horário de Brasília

Mas há uma outra preocupação para este fim de semana: ventos fortes no litoral fluminense por causa de um ciclone extratropical que se organiza no litoral da Região Sul. As rajadas de vento mais intensas devem ficar entre 60 km/h e 80 km/h. Confira a previsão das ondas. 

 

Como será a primavera no Sudeste?

Curiosidade: A primavera de 2014 começa no dia 22 de setembro, mas em 2015 será no dia 23 de setembro. Por que?

 

 

Chove forte no interior de São Paulo
sexta-feira, 19 de setembro de 2014

 Atualizado em 19/9/2014 às 16h20

Áreas de instabilidade avançaram do Sul do Brasil para São Paulo trazendo ar úmido e nuvens carregadas que estão provocando chuva em muitas regiões do Estado.

As nuvens carregadas  continuam se formando no decorrer da tarde e noite de hoje. A chuva não ocorre de forma generalizada, mas pode ser forte alguns momentos, inclusive na Grande São Paulo.

Às 16 horas, os radares meteorológicos em Bauru e em Presidente Prudente, operados pelo IPMET-UNESP detectavam vários núcleos de  chuva intensa no norte de São Paulo que teve mais um dia de calor extremo. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 38°C na região de Barretos, Valparaíso e José Bonifácio.  Calor diminui no fim de semana

 

 

As áreas de instabilidade que estão sobre São Paulo serão reforçadas por uma frente fria que passa pelo litoral paulista neste sábado. Mais pancadas de chuva vão ocorrer neste sábado, com chance de chuva moderada a forte. No domingo, as condições para chuva diminuem durante a tarde.

 

Temporais em Mato Grosso do Sul
sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Fortes áreas de instabilidade avançam sobre o sul de Mato Grosso do Sul e provocam fortes pancadas de chuva acompanhadas de um volume bastante elevado e raios.

Imagem de satélite do canal do infravermelho realçado

Os acumulados de chuva se elevaram bastante em Sete Quedas choveu em 12h um total de 62,4mm, sendo que deste volume 36,8mm aconteceram em apenas 3 horas.

As áreas de instabilidade se espalham ao longo da tarde da sexta-feira (19) sobre as demais áreas de Mato Grosso do Sul e há o risco de chuva forte.

No sábado (20) muitas nuvens se formam e tem condições para pancadas de chuva a qualquer momento. Novamente há condições para chuva com volumes um pouco mais elevados que podem acarretar em transtornos.

No domingo (21) o ar seco já predomina, o sol aparece forte e não há mais previsão de chuva.

Grande SP tem chuva forte nas próximas horas
sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Atualizado às 10h40

Às 10h30, o radar meteorológico de Bauru, operado pelo Ipmet/Unesp, detectava chuva sobre Cotia, Embu, Itapecerica da Serra, São Lourenço da Serra e Juquitiba. A área de chuva avança para a região dos bairros do Butantã, Campo Limpo e Parelheiros na próxima hora.

Áreas de instabilidade já circulam pela manhã da sexta-feira (19) sobre a Região Metropolitana de São Paulo provocando chuva com fraca intensidade segundo informações das imagens do satélite meteorológico.

Imagem de satélite do canal do infravermelho realçado

No entanto, uma linha de instabilidade se desloca da região do Vale do Ribeira (sul do Estado paulista) em direção à Grande São Paulo. Há risco de nuvens do tipo Cumulonimbus (Cb) que vão provocar temporais inclusive na capital paulista. Como pode ser visto na imagem do radar meteorológico de São Roque, as áreas em vermelho e amarelo representam nuvens que podem provocar temporal.

Imagem do radar meteorológico de São Roque-SP às 9h36 (horário local)

Dessa forma a sexta-feira será marcada por muitas nuvens e temporais na cidade de São Paulo. A temperatura também não deve subir tanto por conta da presença de grandes nuvens carregadas.

Fim de semana com muita chuva em São Paulo

A frente fria avança para a costa do Rio de Janeiro, mas ainda deixa o céu carregado de nuvens sobre o Estado de São Paulo. Na Região Metropolitana, o sábado (20) ainda será marcado por mais nuvens e mais chuva. Os volumes acumulados de chuva aumentam. A temperatura ainda fica um pouco mais alta, mas não se engane, o ar abafado favorece a formação de mais nuvens e mais chuva.

No domingo (21) ainda chove principalmente ao longo da manhã. Durante a tarde e a noite as chances de chuva diminuem. O sol até consegue aparecer, mas a temperatura não sobe tanto por conta dos ventos de sul.

Mais chuva para a Região Sul
sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Fortes áreas de instabilidade se espalham sobre a Região Sul do Brasil desde a última quinta-feira (18). Grandes nuvens carregadas se desenvolveram e provocaram chuva forte acompanhada de raios e grandes volumes acumulados principalmente sobre o noroeste gaúcho e oeste de Santa Catarina.

Em algumas cidades do oeste catarinense o volume de chuva acumulado em 24 horas ultrapassou os 100mm, segundo informações das estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia.

Um sistema de baixa pressão atmosférica avançou pelo Paraguai e norte da Argentina e favoreceu o desenvolvimento de grandes nuvens carregadas sobre o oeste da Região Sul na manhã da quinta-feira. Ao longo do dia as áreas de instabilidades se espalharam sobre outras áreas provocando chuva com intensidade entre moderada e forte também sobre o centro-leste catarinense.

A sexta-feira (19) também começa com tempo instável e muitas nuvens ainda chegam na Região Sul mantendo a condição de chuva. Na imagem do satélite meteorológico as áreas em vermelho representam nuvens com grandes topos e desenvolvimento vertical que provocam chuva forte. As áreas em azuis e brancas indicam nuvens que também provocam chuva forte, no entanto não tão intensas quanto as áreas vermelhas. As áreas esverdeadas indicam chuva do tipo estratiforme.

Imagem de satélite do canal do infravermelho realçado

 

Mais chuva para a Região Sul do Brasil

A sexta-feira ainda terá um céu com muitas nuvens e chuva a qualquer momento. Com os volumes de chuva que já caíram sobre diversas cidades, risco de alagamentos e deslizamento de terra aumenta. A chuva ainda pode vir com forte intensidade e em forma de temporais ao longo do dia, principalmente entre a tarde e o início da noite. As rajadas de vento novamente podem chegar aos 70 km/h.

No sábado (20) a chuva deve se concentrar mais sobre o oeste da Região e a intensidade das pancadas tendem a diminuir. No entanto, ainda há previsão de ventos mais fortes. No domingo (21), o sol já volta a aparecer um pouco mais e apesar de algumas nuvens ainda circularem, não há previsão de chuva.

Um pouco de chuva para o Sudeste
quinta-feira, 18 de setembro de 2014

O calor intenso e o ar muito seco estão marcando os últimos dias do inverno de 2014 por quase toda a Região Sudeste. Nesta quinta-feira, o Instituto Nacional de Meteorologia voltou a registrar níveis de umidade relativa do ar abaixo de 20% durante várias horas em muitas áreas do norte e oeste de Minas Gerais e e  de São Paulo, com temperaturas de 36°C a 38°C à tarde.

 

 

Áreas de instabilidade se intensificam sobre o Sul do Brasil e se juntam com uma frente fria, que vai avançar para o litoral da Região Sudeste no fim de semana trazendo um pouco de chuva. Há risco até de alguns temporais, mas a chuva não será para todos e vai durar por pouco tempo. A meteorologista Josélia Pegorim explica como as áreas de chuva vão se espalhar pelo Sudeste.

 

 

Risco de vento forte no litoral

Uma nova área de baixa pressão atmosférica se intensifica sobre o Paraguai e passa sobre  Sul do Brasil nesta sexta-feira. O centro de baixa pressão vai para o mar e até o sábado terá influência na costa da Região Sul e do Sudeste provocando fortes rajadas de vento. As rajadas mais intensas podem variar de 60 a 90 km/h.

 

Confira a previsão climática para a primavera no Sudeste

Quinta-feira com temporais na Região Sul
quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Atualizado em 18/09/2014 às 14h40

Fortes áreas de instabilidade avançam pelo Paraguai e norte da Argentina em direção aos oeste da Região Sul do Brasil. Áreas da Fronteira Oeste Gaúcha, Missões e no oeste catarinense já tem uma manhã de quinta-feira (18) com muitas nuvens e pancadas de chuva com intensidade de moderada a forte.

Na imagem do satélite meteorológico, as áreas em verde representam nuvens com pouco desenvolvimento vertical, já as áreas azuladas e em branco indicam nuvens mais desenvolvidas que são acompanhadas de chuva forte. As áreas avermelhadas indicam nuvens ainda maiores que são capazes de provocar temporais.

Imagem de satélite do canal do infravermelho realçado

O radar meteorológico de Santiago no Rio Grande do Sul mostra a formação de grandes áreas de instabilidade que provocam chuva forte no noroeste gaúcho e oeste de Santa Catarina.

Radar meteorológico da Santiago-RS às 14h16 (horário local)

O radar do Morro da Igreja em Santa Catarina também já mostra a presença de chuva com intensidade de moderada a forte.

Radar meteorológico do Morro da Igreja-SC às 14h15 (horário local)

 

A pressão atmosférica varia bastante com a chegada dessas instabilidade e o desenvolvimento de grandes nuvens carregadas podem provocar ventania. As rajadas de vento já chegam aos 71km/h na região do Novo Horizonte-SC, segundo informações das estações automáticas do INMET.

Acumulado de chuva entre as 02h e as 14h segundo o INMET

Até o final da quinta-feira, as áreas de instabilidade se espalham por todo a Região, provocando chuva com forte intensidade em diversas cidades. As pancadas de chuva vem acompanhadas de raios.

Mais chuva para a Região Sul

Na sexta-feira (19) vem mais chuva para a Região Sul. As áreas de instabilidade ainda persistem e provocam chuva ao longo do dia. Novamente há o risco de chuva forte, principalmente ao longo da tarde e da noite. A chuva será contínua principalmente sobre o oeste do Paraná, onde são esperados grandes volumes acumulados.

A partir do sábado (20) as áreas de chuva se afastam em direção ao Sudeste e as pancadas enfraquecem sobre a Região Sul. A chuva se concentra no sul e leste do Rio Grande do Sul, no Vale do Itajaí, centro-norte e leste do Paraná. No entanto, ainda há o risco de ventos fortes. O domingo (21) terá o predomínio de algumas nuvens principalmente sobre o leste, mas que não provocam chuva. O sol já aparece e as temperaturas sobem um pouco.

Temperatura volta a subir em São Paulo
quarta-feira, 17 de setembro de 2014

As temperaturas ficaram mais um pouco mais baixas na terça-feira e na quarta-feira. A entrada dos ventos de sudeste, aliviou o calorão. Entretanto, na quinta-feira o sol já volta a brilhar forte e a temperatura sobe em São Paulo. A formação de áreas de instabilidade vai provocar pancadas de chuva de forma bem localizada. Há o risco de chuva principalmente entre o final da tarde a noite.

A passagem da frente fria não trouxe muita chuva para o Sudeste, no entanto a mudança na direção dos ventos já alterou as condições do tempo na capital paulista. A umidade presente no ar aumentou e a temperatura caiu bastante por conta dos ventos mais frios vindos de sul.

Imagem de satélite do canal do visível

Após diversos dias com umidade relativa do ar abaixo dos 20%, os níveis de umidade voltaram a subir nas medições do aeroporto de Congonhas.

A semana começou com temperaturas acima dos 30°C, com o transporte do ar mais frio a máxima não passou dos 25°C na capital paulista na terça-feira (16).

Chuva e mais calor para São Paulo

Até a sexta-feira (19) a temperatura volta a subir em São Paulo por conta dos ventos que voltam a soprar de norte. No entanto, novas áreas de instabilidade circulam pelo Estado paulista e vão provocar rápidas pancadas de chuva principalmente entre a tarde e a noite. Não são esperadas chuvas generalizadas, no entanto as pancadas podem vir com forte intensidade de forma mais localizada.

SP terá mais chuva nesta semana
terça-feira, 16 de setembro de 2014

Diante da grave seca pela qual passa o Estado de São Paulo, a previsão de qualquer frente fria ou a visão de uma nuvem mais robusta acende a esperança de chuva nos paulistas.

A frente fria que passou sobre São Paulo na terça-feira, 15, deixou a maioria da população a ver o sol, ou umas nuvens ralas, e nada de chuva. Mas São Paulo terá uma nova chance de chuva a partir da tarde de quinta-feira. Grandes áreas de instabilidade vão se espalhar sobre o Sul e se juntam com uma nova frente fria. Parte destas áreas de instabilidade avança para São Paulo trazendo pancadas de chuva que devem ocorrer em várias regiões do Estado até o sábado.

A chance de chover em São Paulo no fim desta semana é maior do que a possibilidade que havia com na passagem da frente fria da terça-feira. Mesmo assim, os paulistas não devem esperar por chuva generalizada.

O mapa mostra a estimativa do volume de chuva (manchas coloridas) para a Região Sudeste até 21 de setembro. Os maiores (50 a 70 mm acumulados no período ) volumes são representados pelo tom de amarelo claro.

A frente fria passou e provocou chuva, mas muito pouca, em pequenas áreas do Estado. Na noite de terça-feira trovejou e choveu em alguns bairros da capital paulista, mas muita gente nem ficou sabendo.

Mais umidade na Grande SP

A chuva foi pouca, mas os ventos marítimos e o ar polar que vieram com a frente fria aliviaram o calor e deixaram o ar mais úmido, mas confortável. O gráfico mostra a variação do nível de umidade e da temperatura às 13 horas no aeroporto de Congonhas, na zona sul da cidade de São Paulo.


Sua cidade ou seu bairro já vive um racionamento de água não oficial? Faça seu depoimento na campanha SP: vida sem água.

Como será a primavera 2014?

Racionamento é solução para São Paulo?