Arquivo da Categoria ‘São Paulo’

+ aumentar e diminuir fonte -
Calor aumenta em SP
sábado, 6 de setembro de 2014

O sábado foi marcado por sol forte no Estado de São Paulo e as temperaturas tiveram grande elevação em relação aos últimos dias. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou maçadas entre 30°C e quase 34°C no centro-oeste e norte do Estado. Valparaíso foi a cidade mais quente, com máxima de 33,4°C.

Na capital também esquentou muito e a temperatura chegou aos 27,1°C, sendo que na tarde de sexta a temperatura não passou dos 22°C.

 

Domingo quente e seco

Os paulistas que gostam do calor vão ficar mais satisfeitos com as condições do tempo neste domingo. A tendência é de mais aquecimento. O afastamento do ar polar e a entrada de ventos quentes vão ajudar a esquentar o ar. O sol fica forte em grande parte do dia.

Mas o ar muito seco vai incomodar. Os níveis de umidade nas horas mais quentes da tarde devem ficar entre 20% e 30%. Na cidade de São Paulo, o nível de umidade chegou aos 25%, na medição automática do Mirante de Santana (Inmet). O aeroporto de Congonhas registrou 26%

 

Chuva

Uma frente fria vem do Sul e na tarde do domingo poderá provocar chuva em algumas cidades do oeste e sul de São Paulo, cidades próximas do Paraná. Não deve chover na capital. Esta frente fria deve se afastar para alto-mar tendo pouca influência sobre São Paulo.

Fique Alerta com a Previsão do Tempo
sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Imagine a situação: você mora em São Paulo e está para cair uma baita tempestade na próxima hora nesta cidade. Você gostaria de ficar sabendo sobre isso para decidir o que fazer a respeito, certo? Agora isso é possível. A Climatempo está com um novo aplicativo no Facebook que te avisa sobre alterações relevantes no tempo e no clima na sua cidade.

Para usufruir deste benefício, é só se cadastrar em nosso Facebook ou em nosso Portal.

 

Fim de semana de sol em São Paulo
quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Atualizado em 05/09/2014 às 21h20

Com a diminuição do vento e o sol presente em grande parte do dia, a temperatura subiu nesta sexta-feira na cidade de São Paulo. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 22,2°C de temperatura máxima no Mirante de Santana, na zona norte da cidade. Na quinta, a temperatura máxima ficou em torno dos 19°C.

As imagens de satélite da tarde desta sexta-feira mostraram quase total ausência de nuvens sobre o Estado de São Paulo, o que é representando pelo tom preto. Isto indica que a umidade está diminuindo, o que reduz a formação de nuvens e chance de chuva.


Temperatura sobe no fim de semana 

São Paulo vai esquentar mais no fim de semana. O ar polar se afasta cada vez mais do Brasil e ventos quentes voltam a predominar sobre São Paulo ajudando a esquentar. Não há previsão de chuva para o fim de semana no Estado.  A nebulosidade diminui e o sol aparece quase o dia todo. Mas os paulistas ainda vão sentir um friozinho à noite.

Os maiores períodos com sol vão fazer a temperatura subir na cidade de São Paulo. O calor do domingo será maior do que do sábado.

Quem vai para o interior terá tardes mais quentes do que na capital ou nas praias. Quem for para o litoral dever ficar atento ao mar agitado. Os surfistas devem encontrar boas ondas.

Confira a previsão da ondas em vídeo com a meteorologista Josélia Pegorim.

São Paulo fria e úmida
quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Atualizado em 04/09/2014 às 09h10

O sistema de baixa pressão atmosférica que provocou mudanças no tempo na cidade de São Paulo na terça-feira (02) já se afastaram. No entanto, o paulistano já sente mais frio na manhã da quinta-feira (04). O aeroporto de Congonhas teve a presença de garoa e a menor temperatura registrada foi de 14°C.

Os períodos com sol serão bastante curtos, associados com os ventos de sudeste vão aumentar a sensação de frio na capital paulista.

Imagem de satélite do canal do infravermelho realçado

Confira a temperatura para a cidade de São Paulo nos próximos dias

 

Semana termina quente e seca

O friozinho será por pouco tempo. No fim de semana, a massa de ar polar vai se afastando cada vez mais do Brasil. Os ventos quentes voltam a soprar sobre São Paulo e o ar esquenta rápido.

O ar fica bastante úmido até a sexta-feira, mas a tendência é de diminuição da umidade no fim de semana. Não há previsão de chuva no fim de semana. A elevação da temperatura e a queda da umidade deve ser sentida em todo o Estado de São Paulo.

Nebulosidade aumenta e há risco de chuva em SP
quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Atualizado em 03/09/2014 às 14h50

A noite de terça-feira (02) foi de temporais em diversas áreas do Estado de São Paulo, as áreas de instabilidade começam a perder força e suporte de umidade na quarta-feira (03). O sol já aparece em algumas áreas de divisa com o norte do Paraná registram chuva com intensidade forte, segundo informações do radar meteorológico de Bauru operado pelo IPMet/UNESP.

Radar meteorológico do IPMet/UNESP às 08h45 (horário local)

 

Imagem de satélite do canal do infravermelho realçado

As estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registraram acumulados de chuva de 17,6mm entre a noite de terça-feira (02) e a madrugada de quarta-feira (03) em São Paulo. Em Barueri os volumes de chuva chegaram aos 30,8mm no mesmo período.

As áreas de instabilidade perdem força e se distanciam do Estado de São Paulo durante a quarta-feira. Ainda há o risco de pancadas de chuva principalmente no interior paulista. De forma mais localizada há o risco de chuva forte. No entanto o predomínio sobre as áreas do Estado será de céu com muitas nuvens, que não escondem completamente o sol, e risco de chuva fraca e garoa principalmente ao longo da noite.

Chuva forte avança para a Grande SP
terça-feira, 2 de setembro de 2014

Uma forte linha de instabilidade avança do Paraná para a São Paulo e no decorrer da noite atinge a Grande São Paulo com chuva forte e rajadas de vento intenso, com possibilidade de queda da granizo. São esperadas rajadas de vento com até 80 km/h.

 

A imagem do radar meteorológico de São Roque (Aeronáutica) das 21h46 mostra áreas de chuva intensa (manchas vermelhas) já avançando sobre a Grande São Paulo.

No sul do Estado, a seta branca indica a região de Taquarituba e Itaí onde há sinais de tempestade severa.

 

Uma linha de instabilidade (LI) é um conjunto organizado de nuvens do tipo cumulonimbus, que se deslocam juntas, ao mesmo tempo sobre uma região. Uma LI pode ter centenas de quilômetros. A passagem de uma LI provoca normalmente chuva intensa e ventos muito fortes também podendo conter tornados.

A sequência de imagens do radar meteorológico de São Roque (SP), operado pela Aeronáutica mostra a chuva intensa (manchas vermelhas) desta linha de instabilidade que pouco antes das 20h já atingia a região do vale do Ribeira, no sul do Estado de São Paulo.

 

A previsão é de que por volta das 22 horas já comece a chover na Grande São Paulo. A chuva deve avançar um pouco pela madrugada, mas perdendo força. Além da Grande São Paulo, a região de Sorocaba, Campinas, Baixada Santista e no decorrer da noite, o vale do Paraíba e o litoral norte de São Paulo devem sentir a chuva forte da passagem desta linha de instabilidade.

 

Quarta-feira com pancadas de chuva

Áreas de instabilidade ficam sobre São Paulo nesta quarta-feira provocando muitas nuvens e pancadas de chuva, mas deixando o sol aparecer. Porém, o dia não será tão quente como nesta terça-feira. Na capital, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura chegou a quase 28,9°C. No interior, o calor superou 37°C no oeste do estado.

O uso ilegal da água
terça-feira, 2 de setembro de 2014

por Maira Di Giamo

Em meio à forte crise hídrica no estado de São Paulo, o roubo de água tem se tornado cada vez mais frequente. A Região Metropolitana de São Paulo possui mais de 12 mil poços que retiram água subterrânea e muitos deles são ilegais. A construção destes poços clandestinos pode acarretar problemas em diversos estados do Brasil. O Diretor do centro de pesquisas subterrâneas, Prof. Ricardo Hirata, e a pesquisadora ambiental, Cinthia Leone, comentam a situação.

 

Participe da nossa campanha SP: vida sem água e deixe o seu depoimento.

 

 

Chuva volta ao Estado de SP na quarta-feira
terça-feira, 2 de setembro de 2014

Após a terça-feira (02) de muito sol e calor o tempo volta a mudar na quarta-feira (03). Novas áreas de instabilidade avançam pelo Estado de São Paulo e provocam o retorno da chuva após dois dias com predomínio de ar seco.

Imagem de satélite do canal do infravermelho realçado

O tempo firme, predomínio de sol forte por grande parte do dia e poucas nuvens no céu, favoreceu a temperatura a subir muito principalmente sobre o interior do Estado.

No entanto, o tempo mudará bastante na quarta-feira (03). Já na madrugada há o risco de pancadas de chuva que acontecem de forma mais localizada. Ao longo do dia, a nebulosidade varia bastante sobre o céu de São Paulo e pode chover a qualquer momento, principalmente no período da tarde há o risco de chuva forte. As rajadas de vento podem alcançar os 60 km/h. Ainda há o risco de chuva ao longo da quinta-feira (04). Na sexta-feira (05) as instabilidade já diminuem, mas ainda há o risco de chuva.

Mapa de previsão de chuva para os próximos 5 dias - Acumulado a cada 12 horas

Sol e calor em São Paulo
terça-feira, 2 de setembro de 2014

A semana começou com bastante sol e muito calor na cidade de São Paulo. As temperaturas subiram bastante em relação à última semana. Novamente os termômetros voltaram a marcar valores acima dos 25°C.

Nesta terça-feira (02) o ar seco predomina também e o calor também está presente. Os casacos foram aposentados no início desta semana, no entanto eles ainda serão úteis.

Já na noite da terça-feira há condições para pancadas de chuva que indicam a chegada de grandes áreas de instabilidade vindas da Região Sul. Na quarta-feira (03) e na quinta-feira (04) nuvens carregadas se espalham sobre o Estado de São Paulo e há condições para chuva a qualquer momento. A maior cobertura de nuvens e os ventos de sul vão fazer a temperatura cair um pouco. As máximas ficarão próximas dos 20°C.

Frio ou calor em São Paulo?
segunda-feira, 1 de setembro de 2014

O calor diminuiu em São Paulo nesta segunda-feira. A temperatura chegou aos 26°C em vários locais da cidade. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 25,9°C, sendo que no domingo fez 31°C. A queda da temperatura foi principalmente efeito do excesso de nuvens que predominou de manhã, que impediu que o sol aparecesse forte.

Quem já estava ficando com saudade do friozinho vai gostar do tempo nos próximos dias. A tendência é de queda da temperatura, com a volta da sensação de frio já na quarta-feira. Não há expectativa de recordes, mas os termômetros na Grande São Paulo vão passar vários dias longe da marca dos 30°C.

Ar polar marítimo

Uma grande e forte massa de polar avança pelo litoral da Argentina e do Uruguai e a partir desta terça-feira começa a influenciar o litoral da Região Sul do Brasil. No decorrer desta primeira semana de setembro, os ventos provocados por esta massa polar vão injetar o ar frio e carregado de umidade do mar sobre a Grande São Paulo. Este ar úmido e frio vai gerar muita nebulosidade que vai esconder o sol por muitas horas. Sem sol e com ar polar, a temperatura vai ficar amena.

Confira a tendência da temperatura para a cidade de São Paulo.

 

Agosto com temperatura acima da média

Agosto deu a São Paulo a menor temperatura de 2014, até agora, e também a tarde mais fria do ano. Pelos registros do Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura mais baixa na capital paulista até agora foi de 9,0°C em 14 de agosto. A tarde mais fria até agora também foi a de 14 de agosto, com temperatura máxima de apenas 12,6°C.

Apesar dos eventos de frio, a média das temperaturas de agosto ficou acima do normal. A média da temperatura mínima ficou 1,2°C acima do valor histórico e a média da temperatura máxima ficou 1,5°C acima da média histórica. Os dados são do Instituto Nacional de Meteorologia e podem ser observados no gráfico.