Arquivo da Categoria ‘Centro-Oeste’

+ aumentar e diminuir fonte -
Goiânia e Brasília batem recorde de calor para 2014
quinta-feira, 28 de agosto de 2014

O Estado de Goiás e o Distrito Federal ainda ficaram sob a influência de uma forte massa de ar seco e quente e a população enfrentou mais um dia muito quente nesta quinta-feira, 28/08.

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registrou temperatura máxima de 36°C em Goiânia, a maior do ano, até agora. Este valor superou em 4 décimos o recorde anterior, que era de 35,6°C, no dia 05 de fevereiro. Por volta de 13h, o órgão registrou umidade de apenas 18% na estação meteorológica automática.

Brasília também teve mais um dia de calor intenso e recorde para o ano de 2014. De acordo com o INMET, a temperatura máxima chegou a 31,4°C  e a umidade relativa do ar caiu para 17% por volta de 13h. Este já é o terceiro dia consecutivo que a capital federal vem batendo recordes sucessivos de tardes quentes. No dia 26, a máxima havia atingindo 30,8°C. Na quarta-feira (27), os termômetros atingiram 31°C.

Previsão de mudanças no tempo

O calorão vai dar um alívio para as duas capitais nos próximos dias. Uma frente fria que está passando pelo Sudeste vai conseguir levar umidade para as regiões de Goiânia e Brasília Nesta sexta-feira há até condições para pancadas de chuva, ainda de forma isolada, mas que podem vir acompanhadas de raios. Por causa dessa frente fria a temperatura diminui um pouco, mas o tempo vai continuar abafado.

Brasília bate novo recorde de calor
quarta-feira, 27 de agosto de 2014

O calor bateu recorde para o ano de 2014 pelo segundo dia seguido em Brasília (DF). Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) a temperatura chegou a 31°C na capital federal nesta quarta-feira (27), superando em 2 décimos a marca de terça-feira que havia sido de 30,8°C. Assim como a temperatura subiu, a umidade relativa do ar voltou a cair bastante na cidade. Entre 14h e 17h o índice chegou a apenas 17% na região do aeroporto JK, gerando bastante desconforto para a população.

Mais umidade e menos calor nos próximos dias

A frente fria que está avançando entre as regiões Sudeste e Nordeste favorece a entrada de mais umidade na região do Planalto Central a partir desta quinta-feira. Ainda faz sol, porém a nebulosidade aumenta no decorrer do dia e a temperatura já não sobe tanto quanto nos últimos dias. A máxima prevista é de 29 graus para a capital. Na sexta-feira o ar fica ainda mais úmido e há possibilidade de pancadas rápidas e isoladas de chuva no Distrito Federal. O fim de semana ainda começa com variação de nuvens e temperatura mais amena.

Recorde de calor em Brasília (DF)
terça-feira, 26 de agosto de 2014

A massa de ar seco que ainda cobre quase toda a região central do Brasil e a intensificação dos ventos quentes, do quadrante norte, propiciaram uma terça-feira (26) de sol forte e com aquecimento intenso na região de Brasília. A capital federal teve a tarde mais quente do ano, até agora, de acordo com as medições do INMET. A temperatura máxima chegou a 30,8°C e superou em 7 décimos o recorde anterior, que era de 30,1°C no dia 2 de janeiro. Além do forte calor, os brasilienses sofreram com a umidade relativa do ar muito baixa no período da tarde. Por volta de 15h o índice chegou a apenas 18%.

Agosto deve terminar menos quente, mas ainda sem chuva

Nessa quarta-feira a capital ainda deve ter um dia de sol forte, temperatura alta e umidade baixa. Somente a partir de quinta é que a umidade deve aumentar um pouco na região por conta da chegada de ventos do quadrante leste, favorecendo a formação de mais nebulosidade e redução do calor na capital. Essas nuvens ainda devem persistir também na sexta-feira e no sábado. No entanto, ainda não há expectativa de chuva.

Aniversário de Campo Grande com chuva
terça-feira, 26 de agosto de 2014

Áreas de instabilidade circulam pela capital sul mato-grossense e organizam nuvens carregadas. Segundo informações do aeroporto local, Campo Grande, que hoje comemora 115 anos, tem pancadas de chuva com intensidade moderada ao longo da tarde de terça-feira (26).

Imagem de satélite do canal do infravermelho realçado

As áreas de instabilidade perdem força rapidamente sobre o centro-sul de Mato Grosso do Sul. O tempo firme já volta com força a partir da quarta-feira (27). No entanto, as temperaturas seguem um pouco mais baixas por conta dos ventos vindos de sul que ainda transportam um pouco de ar polar.

Goiás muito seco!
segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Várias cidades do estado de Goiás entraram em alerta na tarde desta segunda-feira com índices de umidade do ar abaixo de 20%. Chama atenção o município de Rio Verde com registro de apenas 13% de umidade às 14 horas. Jataí e Parauna registraram 14% de umidade, Morrinhos e Silvania 15%, Catalão 16% e Luziânia 18%.

Em Goiânia a umidade do ar também atingiu novamente valores críticos. O aeroporto da cidade registrou 13% de umidade às 15 horas, muito próximo da situação de emergência. Ainda na próxima hora a umidade pode cair mais. Ontem (24) o menor valor na capital foi de 11%.  No dia 8 de agosto deste ano a umidade chegou a cair para 10% na cidade.

Esta situação de ar muito seco só deve melhorar no final da semana com o avanço de uma frente fria pela Região Sudeste. Há previsão de um pouco de chuva para o centro-sul de Goiás só na sexta-feira.

Confira as temperaturas para os próximos dias em Goiânia.

 

Cuiabá registra novo recorde de calor
sexta-feira, 22 de agosto de 2014

A forte massa de ar seco e quente de predomina sobre o Centro-Oeste do Brasil incentiva o calor de forma generalizada. Altas temperaturas são registradas ao longo desta tarde. A estação convencional do Inmet em Cuiabá registrou a maior temperatura do ano de 38,2°C . O recorde anterior era de 37,9°C registrados na tarde de ontem, dia 21 de agosto.

O aeroporto Marechal Rondon chegou a registrar temperaturas de 39°C e os valores de umidade chegaram aos 16% ao longo desta tarde, o que já caracteriza estado de alerta.

O fim de semana segue com tempo seco, firme e muito calor na Região Centro-Oeste do Brasil. Tudo por conta do bloqueio atmosférico que impede a organização de áreas de instabilidade. Há a possibilidade de novos recordes serem ultrapassados.

Altas temperaturas e ar seco no Centro-Norte
quarta-feira, 20 de agosto de 2014

A forte massa de ar quente e seco que está sobre praticamente todo o centro-norte do Brasil proporcionou uma quarta-feira (20) de tempo aberto, com sol e calor intenso em muitas áreas das Regiões Norte e Centro-Oeste. As cidades de Porto Velho (RO) e de Manaus (AM) tiveram a tarde mais quente de 2014, até agora. O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registrou temperatura máxima de 36,6°C na capital de Rondônia e de 35,5°C na capital do Amazonas. Os recordes anteriores eram de ontem, dia 19, com máximas de 36,3°C e de 35,3°C, respectivamente. Além do forte calor, a umidade relativa do ar voltou a cair bastante no período da tarde. O índice chegou a apenas 18% em Palmas e a 19% em Porto Velho. Manaus também teve um dos dias mais secos de 2014, com umidade de 27% na região do aeroporto Eduardo Gomes. Em 2012 a capital amazonense teve umidade de 22% no dia 06 de agosto. No ano de 2011 o valor foi ainda menor, chegando a apenas 18% no dia 11 de agosto. Em Mato Grosso, o dia também foi muito quente e seco. Na capital Cuiabá os termômetros atingiram 37°C na região do aeroporto Marechal Rondon. No norte do estado, a temperatura chegou a 38 graus na região de Alta Floresta e a umidade relativa do ar caiu para 16% na região de Carlinda. Em Mato Grosso o dia também foi bastante seco. O INMET registrou umidade de apenas 18% na cidade de Campo Grande por volta de 14h local.

Os níveis médios atmosféricos ainda mantém a condição de bloqueio das frentes frias. A presença de um sistema de alta pressão acaba acarretando em tempo firme e baixos índices de umidade relativa do ar.

Modelo de previsão de ventos e geopotencial em 500hPa

Esta massa quente e seca vai manter o tempo firme em muitas áreas do Norte e em todo o Centro-Oeste até o fim de semana. A previsão é de dias ensolarados, com tardes muito quentes e, novamente, com baixos valores de umidade relativa do ar. Este tempo quente e muito seco provoca incômodo na população e favorece o aumento de focos de queimada em ambas as Regiões.  A imagem em destaque é do canal visível do satélite Goes e mostra a  incidência de fumaça gerada por estas queimadas entre os estados do Amazonas e do Pará durante a tarde da quarta-feira (20/08).

O meteorologista César Soares também comentou a situação de bloqueio atmosférico que garante o tempo firme e o ar seco. Confira no vídeo abaixo.

 

Chuva atrasa plantação de algodão em MT
quarta-feira, 20 de agosto de 2014

A chuva em excesso atrasou a plantação de algodão no estado de Mato Grosso. Agora os agricultores precisam correr na colheita antes que as chuvas de setembro comecem!

Umidade relativa do ar cai no Centro-Norte
terça-feira, 19 de agosto de 2014

Atualizado em 20/08/2014 às 16h20

O ar seco provoca a queda da umidade relativa do ar em diversas áreas do centro-norte do Brasil. A cidade de Alta Floresta em Mato Grosso já registra valores de 20% o que já é considerado estado de alerta, segundo informações da Organização Mundial da Saúde. Em Porto Velho (RO) a condição é mais crítica, com valores de umidade relativa do ar de 17%. Em Manaus (AM) a tarde está ensolarada, com temperatura alta e umidade baixa. Às 15 horas os termômetros registravam 37 graus no aeroporto internacional Eduardo Gomes, onde a umidade relativa do ar era de apenas 27%.

Um grande e forte sistema de alta pressão em níveis médios da atmosfera (cerca de 5km de altura) se estabeleceu na região do Cone-Sul da América do Sul. Este sistema apresenta uma circulação de vento no sentido anti-horário do ponteiro dos relógios e tem como característica o predomínio de correntes de ar subsidente (correntes de ar que apresentam movimento descendente dos níveis médios da atmosfera em direção à superfície), especialmente em sua porção mais central. O sistema bloqueia as frentes frias no extremo sul do continente e dificulta a formação de instabilidades sobre grande parte do continente.

Modelo de previsão do tempo - Ventos e geopotencial em níveis médios (500hPa)

 

Até o fim de semana esta grande massa seca facilita a elevação da temperatura e a queda acentuada de umidade no período da tarde. Tal condição de tempo quente e seco deverá ser observada em praticamente toda a Região Sul, nos estados do Sudeste e do Centro-Oeste, no sul da Amazônia, no sul do Pará, no Tocantins, no oeste da Bahia, no centro-sul do Maranhão e do Piauí.

Com a persistência do tempo seco, aumenta o risco de surgimento de novos focos de queimadas. É o que aconteceu na divisa entre o Amazonas e o Pará. Na imagem de satélite é possível ver a presença de fumaça.

Imagem de satélite no canal do visível - Destaque para a área com fumaça

 

Somente na última semana de agosto é que o tempo muda no centro-sul do País e deve voltar a chover com o avanço de uma forte frente fria pela América do Sul.

 

O meteorologista César Soares comentou a presença do bloqueio atmosférico no Climatempo News. Confira no vídeo abaixo.


Quer saber mais sobre subsidência de ar e inversão térmica? Clique aqui e confira o Explicando o Tempo com a Maria Clara!

Semana seca favorece os trabalhos de colheita no campo
terça-feira, 19 de agosto de 2014

A colheita do milho entra na reta final em Mato Grosso favorecida pelo tempo seco nos campos. Muitas áreas do país vão encerrar a semana mais quente e sem chuva. Acompanhe a tendência nos próximos dias.