Posts com a Tag ‘chuva acima da média’

+ aumentar e diminuir fonte -
Chuva de março atinge a média em Goiânia e Brasília
quarta-feira, 12 de março de 2014

Pela primeira vez este ano, a quantidade de chuva registrada sobre Goiânia e Brasília alcançou a média normal para o mês. As duas capitais tiveram chuva abaixo da média em fevereiro e em março de 2014.

A chuva de março vem sendo mais generosa em 12 dias, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 190,4 mm sobre Brasília, sendo que a média histórica é de 189 mm, aproximadamente. Em Goiânia choveu 214,8 mm e média normal de chuva para março é de aproximadamente 210 mm.

Os últimos dias do verão serão com menos instáveis na região de Brasília de Goiânia, que passou grande parte desta quarta-feira com chuva. Há chance de pancadas de chuva, mas que devem ser menos frequentes e menos volumosas em relação ao observado desde o começo do mês.

Centro-Oeste: chuva volumosa na primeira quinzena de março
segunda-feira, 3 de março de 2014

A maioria das áreas do Goiás, o Distrito Federal e de Mato Grosso do Sul saíram de fevereiro com menos chuva do que o normal. De todo o Centro-Oeste, choveu acima da média na maioria das áreas de Mato Grosso e em parte do sul de Mato Grosso do Sul.

Dentre as capitais, apenas Cuiabá teve mais chuva do que o normal em fevereiro. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou um acumulado final de aproximadamente 259 mm de chuva para uma média normal em torno dos 200 mm. A chuva de fevereiro ficou 30% acima da média do mês em Cuiabá.

Chuva volumosa em março

Desde a última semana de fevereiro, as simulações atmosféricas feita em super computadores indicam que a primeira quinzena de março será com chuva volumosa sobre o Centro-Oeste. Esta previsão vem se repetindo há vários dias, o que aumenta a confiabilidade.

O mapa mostra a estimativa de chuva para o Centro-Oeste até 18 de março. Se a previsão se confirmar, muitas áreas da Região vão receber até mais de 200 mm de chuva.

Temporal em Corumbá (MS)

Nesta segunda-feira, a chuva caiu com muita força sobre Corumbá, na fronteira com a Bolívia. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 79 mm em 4 horas de chuva, entre 14 e 18 horas, pelo horário de Brasília.

 

 

 

Muita chuva sobre Brasília
sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Brasília amanheceu a última sexta-feira de 2013 debaixo de temporal. As nuvens carregadas vieram do noroeste de Minas Gerais trazendo chuva forte, com raios e rajadas de vento. Entre  5 horas da madrugada e 9 horas da manhã, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 49 mm de chuva sobre a capital federal. Na região de Águas Emendadas choveu 52 mm no mesmo período.

A sexta-feira segue com tempo bastante instável na região de Brasília, com previsão de mais chuva à tarde e à noite. Há risco de temporais também neste sábado.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, o volume de chuva que caiu sobre Brasília este mês já alcançou a média normal. Em 26 dias choveu aproximadamente 250 mm e a média normal é de 249 mm.

Chuva dá uma trégua ao ES (por pouco tempo…)
quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

As áreas de instabilidade enfraqueceram sobre o Espírito Santo  e desde a tarde de ontem a chuva deu uma trégua. A madrugada do dia de Natal foi com muitas nuvens, mas praticamente sem chuva sobre o Estado. O dia amanheceu com muitas nuvens, mas sem chuva. Por volta as 8 horas, Vitória tinha muitas nuvens e temperatura em torno dos 25°C.

Apesar do dia Natal ter amanhecido só com muitas nuvens, a chuva não acabou. A trégua é curta. O ar permanece muito úmido e quente sobre o Espírito Santo e no decorrer do dia, as nuvens voltam a ficar carregadas e trazem a chuva de volta. Pelo menos na tarde desta quarta-feira, não deve chover de forma tão volumosa e constante como nos últimos três dias.

Chuva aumenta nesta quinta-feira

As áreas de instabilidade que estão sobre o Sudeste do Brasil se intensificam novamente nesta quinta-feira entre o Espírito Santo, Minas Gerais e o sul da Bahia. A chuva volta e deve ser forte e volumosa até o sábado.  Estas áreas de instabilidade só devem começar a dissipar depois das festas de Ano Novo.

Vitória: em menos de 30 dias, mais da metade da chuva de um ano

A quantidade de chuva que já caiu sobre Vitória neste mês de dezembro é excepcional e muito acima do normal.  Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, em 24 dias choveu aproximadamente 719 mm, que correspondem a pouco menos de quatro vezes da média de chuva para dezembro e mais de 56% da média de chuva para um ano. Dezembro de 2013 está sendo um doa meses mais chuvosos da história meteorológica de Vitória.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Chuva de ZCAS sobre Goiânia, Vitória e Belo Horizonte
terça-feira, 24 de dezembro de 2013

A ZCAS – Zona de Convergência do Atlântico Sul – vem atuando com força sobre o Brasil há mais de uma semana. O volume de chuva que já caiu sobre Goiânia, capital de Goiás, Belo Horizonte, capital de Minas Gerais e sobre Vitória, a capital do Espírito Santo, é extremamente elevado e muito acima da média normal.

Há previsão de mais chuva até o fim do mês e pode chover forte.

Os dados do gráfico são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Recife: quase dobro da chuva de dezembro em 12h
quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Recife: quase dobro da chuva de dezembro em 12h

Grandes áreas de instabilidade se espalharam sobre o Nordeste levando nuvens carregadas para todos os estados da Região. A chuva caiu com muita força na madrugada e manhã desta quinta-feira sobre Recife, capital de Pernambuco. Entre meia noite e 9 horas da manhã, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 107 mm chuva sobre a cidade. Esta quantidade de chuva é completamente fora do comum para dezembro no litoral de Pernambuco, pois é época de seca. A média normal de chuva para dezembro em Recife fica em torno dos 65 mm, o segundo menor valor na escala anual.

As nuvens continuam carregadas no decorrer desta quinta-feira e a previsão é de mais chuva. Mas a chuva diminui nos próximos dias. Confira a previsão para Recife.

Goiânia: chuva de dezembro supera a média
sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Com a chuva intensa que caiu nos últimos dois dias sobre Goiânia, o volume acumulado em dezembro superou a média normal para o mês. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 301,8 mm do dia 1 até a manhã do dia 12. Mas entre 7 e 12 choveu aproximadamente 258 mm, que é a média de chuva normal para a Goiânia em dezembro.

Os temporais que ocorreram entre quarta e sexta-feira, dia 13, foram decisivos para a que a chuva superasse a média antes mesmo de fechar a primeira quinzena. Foram 76,9 mm entre 11 e 12 de dezembro e mais 55,1 mm entre os dias 12 e 13 de dezembro. Com quase 302 mm de chuva acumulados em 12 dias, a chuva de dezembro em Goiânia está 17% acima da média.

Mais chuva

Grandes áreas de instabilidade permanecem sobre Goiás nos próximos dias e a há previsão de muita chuva. Goiânia poderá ter novos temporais.

Confira a previsão para a Goiânia

 

Aracaju: sol aparece, mas ainda chove
segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Aracaju: sol aparece, mas ainda chove

Capital de Sergipe recebeu em 1 hora o triplo da chuva normal de novembro

Um núcleo de nuvens bastante carregado se formou sobre a capital de Sergipe na madrugada desta segunda-feira. Em apenas 1h ( entre 1h e 2h – hora local) choveu 75, 4 mm, conforme medição do Instituto Nacional de Meteorologia. Desde o fim da noite de domingo até 7 horas da manhã da segunda-feira, essa instabilidade já provocou em torno de quase 136 mm, conforme dados do INMET. A capital de Sergipe recebeu em menos de 24h o triplo da chuva normal de novembro. A média para todo o mês de novembro é de 46,9 mm. A quantidade de chuva que caiu sobre Aracaju na madrugada desta segunda-feira é suficiente para provocar grandes alagamentos em qualquer centro urbano.

Por volta das 8h, a chuva havia diminuído e já apareciam aberturas de sol, mas ainda há condições para mais pancadas de chuva no decorrer do dia.

Chuva de VCAN

A formação desta forte instabilidade na região do litoral de Sergipe está associada a um fenômeno atmosférico chamado VCAN- Vórtice Ciclônico de Altos Níveis. O VCAN é uma região onde os ventos fazem um movimento horário até que se fechem num círculo, girando no sentido dos ponteiros do relógio. O VCAN se formou sobre o mar, entre o litoral  a Bahia e de Alagoas. Este sistema deve enfraquecer na terça-feira, o que vai diminuir muito a instabilidade sobre Aracaju e outras áreas de Sergipe.

Volta a chover em SP
segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Volta a chover em SP

Depois de um fim de semana com muito sol, calor e predomínio de tempo seco, as pancadas de chuva voltam a ocorrer em São Paulo nesta segunda-feira. O calor e a aproximação de uma frente fria vão facilitar a formação de nuvens carregadas por todo Estado, mas principalmente à tarde e à noite. As pancadas de chuva podem ser fortes e há risco também rajadas de ventos e raios. Na Grande São Paulo, as primeiras pancadas de chuva podem ocorrer até antes do fim da tarde.

A curva em azul representa a frente fria.O sistema avança sobre o Sul e à noite chega ao sul de SP

Chuva de outubro supera a média na capital paulista

A chuva de outubro já superou a média normal para o mês na capital paulista, na avaliação do Instituto Nacional de Meteorologia. Do dia 1 até 10h do dia 21 de outubro, o total de chuva medido no Mirante de Santana, na zona norte da cidade, foi de 149 mm. Este volume representa 17% de chuva acima da média normal que é de aproximadamente 127 mm.

Semana com pancadas de chuva

As condições de chuva aumentam nesta terça-feira com a passagem de uma frente fria. Outra frente fria está prevista para a quinta-feira. A semana será marcada por várias pancadas de chuva em São Paulo. A chance de chover é baixa apenas na quarta-feira. Estas frentes frias aumentam a chuva, mas trazem pouco ar polar. Assim, não vai esfriar muito nos próximos dias.

O gráfico mostra a quantidade de chuva que já ocorreu este ano em relação à média

Brasília: chuva de setembro ficou 27% acima da média
quarta-feira, 2 de outubro de 2013

A mudança de padrão atmosférico na segunda quinzena do mês de setembro favoreceu a ocorrência de vários eventos de chuva no Centro-Oeste, incluindo as capitais. Campo Grande (MS) fechou o mês com 12% de chuva acima da média e Brasília com 27% de chuva acima da média. Vale lembrar que o volume médio de chuva de setembro no Centro-Oeste é bastante baixo.

Confira a previsão para o Centro-Oeste.