Posts com a Tag ‘chuva moderada’

+ aumentar e diminuir fonte -
Instabilidade chega ao sertão de Pernambuco
segunda-feira, 28 de julho de 2014

Numa formação atípica de nuvens ao largo da costa leste do Nordeste, provocada pelo contraste de temperatura entre a superfície do mar e a massa de ar mais frio, e pelo vento persistente de leste, áreas de instabilidade se organizaram entre o fim de noite e início da madrugada e avançaram sobre os estados da Paraíba e Pernambuco, provocando pancadas de chuva. Volume acumulado de chuva durante a madrugada ficou entre 10 e 30mm nas localidades como Recife, Ibimirim, Arcoverde, Caruaru e Garanhuns, em Pernambuco, e também em João Pessoa e Campina Grande, na Paraíba. A instabilidade avança para o sertão e pancadas de chuva com moderada intensidade foi registrada em Petrolina no fim de madrugada. A chuva é pouco comum nesta região nesta época, e a média mensal de julho não passa de 10mm.

Chuva moderada em Itiruçu (BA)
domingo, 27 de julho de 2014

A estação automática de Itiruçu no leste do estado da Bahia registra chuva moderada com acumulação horária de 15,4mm na última observação. O volume acumulado de chuva nas últimas 12 horas é de 36,0mm.

Chuva moderada em Salvador (BA)
domingo, 27 de julho de 2014

O aeroporto de Salvador no estado da Bahia registra chuva moderada e formação de névoa úmida que reduzem a visibilidade a 3000m. O vento sopra fraco de leste e a temperatura é de 23 graus.

Chuva moderada em Macapá (AP)
domingo, 27 de julho de 2014

O aeroporto de Macapá no estado do Amapá registra chuva moderada que reduz a visibilidade a 3000m. O vento sopra moderado de leste e a temperatura é de 25 graus.

Chuva moderada em Recife (PE)
domingo, 27 de julho de 2014

O aeroporto de Recife no estado de Pernambuco registra chuva moderada que reduz a visibilidade a 2500m. O céu está completamente encoberto, o vento sopra fraco de sudeste e a temperatura é de 24 graus.

Chuva moderada em Aimorés (MG)
sábado, 26 de julho de 2014

A estação automática de Aimorés no extremo leste do estado de Minas Gerais registra chuva moderada com acumulação horária de 11,8mm na última observação. O volume acumulado de chuva nas últimas 3 horas é de 19,6mm.

BH: chuva de 1 mês em 7 horas
sexta-feira, 25 de julho de 2014

Frente fria provocou grandes mudanças no tempo sobre a maior parte do Sudeste. A chuva veio com grande volume em diversas áreas. O centro-sul de Minas Gerais já teve um grande aumento de nebulosidade e pancadas de chuva com volumes mais elevados.

Em Belo Horizonte, a estação automática do INMET, registrou das 5h até às 11h um volume de chuva de 24,2mm . Isso corresponde a 60% a mais da média climatológica normal para o mês de Julho que é de 15,4mm. Lembrando que a média climatológica de Julho para Belo Horizonte é baixa, uma vez que o predomínio durante o inverno é do ar seco. O volume de chuva se torna bastante expressivo quando comparado com os acumulados dos anos anteriores. É o julho mais chuvoso desde o ano de 2004, onde a estação registrou 40mm.

Na imagem de satélite os tons azulados indicam nuvens com maior profundidade na atmosfera, que provocam mais chuva. Os tons em verde a amarelados indicam nuvens com profundidade menor e chuva mais fraca.

Imagem de Satélite do canal do infravermelho realçada

 

E ainda vem mais chuva para todo o Estado de Minas Gerais até o fim desta semana. A frente fria ainda organiza áreas de instabilidade sobre o território mineiro e as pancadas de chuva persistem. E os volumes de chuva esperados são elevados, há o risco de alagamentos. Há previsão de chuva pelo menos até a próxima segunda-feira (28). Após a passagem da frente fria, o ar polar começa a vir com mais intensidade. As temperaturas caem e faz bastante frio.


Confira a previsão do tempo para o Sudeste. Clique aqui.

Chove em São Paulo
quinta-feira, 24 de julho de 2014

Com o avanço das áreas de instabilidade sobre o Estado de São Paulo e a abrangência das nuvens carregadas, a chuva começou sobre a capital paulista. A região da Avenida Paulista, do Centro da Cidade e na Zona Norte já tiveram pancadas de chuva com intensidade de fraca a moderada.

A região de Campinas teve pancadas de chuva um pouco mais fortes. E não foi só a chuva que veio para o Estado de São Paulo. Algumas cidades do interior paulista tiveram rajadas de vento superiores aos 60 km/h. Destaque para o município de Itapira com 76 km/h registrados pela estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia.

Radar meteorológico de São Roque às 16h26 - REDEMET

As áreas em amarelo já indicam uma chuva de moderada a forte, principalmente sobre Campinas. As áreas em verde, que passam por grande parte da Região Metropolitana de São Paulo, mostram uma chuva de moderada a fraca.

Ainda temos previsão de chuva para este fim de tarde e noite em São Paulo. Novas áreas de instabilidade chegam do interior e incentivam a formação de novas nuvens carregadas. A chuva pode vir acompanhada de ventania. Na sexta-feira (25) ainda há chances para pancadas de chuva, especialmente pela manhã. No fim de semana a chuva deve ocorrer com uma frequência menor e o frio deve ser mais presente devido a entrada do ar polar.

Chuva moderada em Poços de Calda (MG)
quinta-feira, 24 de julho de 2014

Uma frente fria avança e começa a mudar o tempo no Sul de Minas. Às 15h, o aeroporto em Poços de Calda registrou chuva moderada e temperatura de 18°C.

Chuva começa a aumentar na Grande SP
quinta-feira, 24 de julho de 2014

A presença de uma frente fria na costa do Sudeste organiza nuvens carregadas sobre todo o Estado de São Paulo. Imagens do radar meteorológico de Bauru e de Presidente Prudente, operados pelo IPMet/UNESP, já indicam a presença de chuva com intensidade fraca a moderada.

O radar meteorológico de São Roque, operado pela aeronáutica, mostra a presença de áreas de instabilidade já no norte da Região Metropolitana de São Paulo.

Imagem do radar de São Roque às 11:46 (horário local) - REDEMET

 

Na imagem do radar, as áreas em amarelo indicam chuva moderada, as áreas em verde indicam chuva fraca a moderada e em azul chuva fraca.

A nebulosidade aumentou bastante durante a manhã da quinta-feira (24). E o avanço destas áreas de instabilidade vão provocar chuva na cidade de São Paulo. Há o risco de pancadas de chuva a qualquer momento. Pode chover forte principalmente durante a tarde e o início da noite. Na sexta-feira (25) a frente fria avança e as nuvens carregadas se afastam de todo o Estado de São Paulo, pode chover ainda pela manhã. Vão se as nuvens e fica o frio! O ar polar começa a entrar com uma maior facilidade a partir de sexta-feira, as temperaturas caem e o paulistano vai sentir frio.