Posts com a Tag ‘Guarapuava’

+ aumentar e diminuir fonte -
Chuva, raios e vento forte em Guarapuava (PR)
sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Nuvens carregadas formadas pelo forte calor e a alta umidade do ar agora provocam chuva na região central do Paraná. Em Guarapuava chove fraco a moderado agora, com raios e trovoadas. As rajadas de vento no aeroporto local chegaram a 51 km/h e a temperatura caiu para 22ºC.

Insetos podem prever tempestades?
quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Pesquisadores da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP), em Piracicaba, no interior de São Paulo, em parceria com cientistas da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), de Guarapuava, no Paraná, e da University of Western Ontario, do Canadá, conseguiram correlacionar a mudança de comportamento sexual de besouros, pulgões e lagartas com a chegada de tempestades. Eles sentem a queda da pressão atmosférica, que de fato ocorre quando os temporais estão por perto. 

 

Mas antes de consultar o besouro “brasileirinho”, veja aqui na Climatempo como ficará o tempo em Piracicaba e em Guarapuava nos próximos dias.

 Leia o artigo completo desta interessante descoberta que foi publicada na Revista Fapesp.

Chuva forte no norte do Paraná
domingo, 17 de fevereiro de 2013

Áreas de instabilidade crescem sobre o norte do Paraná devido ao calor e a umidade elevada. Radares meteorológicos detectam chuva moderada a forte na região de Cruzmaltina, Faxinal, Marilândia do Sul, Apucarana, São Pedro do Ivaí, Guarapuava.

Chuva e trovoadas em Guarapuava (PR)
quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Nuvens carregadas estão sobre o sul do Paraná e provocam chuva e trovoadas em Guarapuava. A temperatura agora é de apenas 16°C.

Frio em Guarapuava (PR)
segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Uma massa de ar seco e frio está atuando sobre parte do Paraná e deixou as temperaturas baixas ainda no interior do Estado. Em Guarapuava faz apenas 11ºC agora, segundo informações do aeroporto local.

Chuva congela no Sul do Brasil
terça-feira, 17 de julho de 2012

Áreas de instabilidade continuam espalhando muitas nuvens pelos Estados de Santa Catarina e do Paraná, e está chovendo desde cedo em várias cidades dos dois Estados. O ar polar atua forte e mantém a temperatura muito baixa. Com isso, a chuva que cai líquida da nuvem acaba congelando quando chega perto do chão. Esse fenômeno é chamado de chuva congelada, e foi observado hoje em algumas cidades.

Segundo dados do Epagri/Ciram, a cidade de Bom Jardim da Serra, na serra catarinense, amanheceu com -0,1ºC, e houve registro de chuva congelada por volta das 07h45, de acordo com informações da Agência de Notícias de São Joaquim. Em Guarapuava, na região central do Paraná, o aeroporto da cidade reportou chuva congelada às 10 horas, quando fazia apenas 07ºC.

Outras cidades também podem registrar o fenômeno ainda hoje, já que vai continuar chovendo e as temperaturas vão continuar baixas.

Temporal em Guarapuava (PR)
segunda-feira, 4 de junho de 2012

Áreas de instabilidade associadas a passagem de uma frente fria estão provocando muita chuva sobre o Paraná. Nuvens carregadas ganharam mais força nesta manhã sobre a cidade de Guarapuava e provocam chuva forte que é acompanhada de raios e trovões. A temperatura está na casa dos 15°C.

Sensação de frio intenso em Guarapuava – PR
sexta-feira, 18 de maio de 2012

A temperatura do ar é de 10°C neste momento no aeroporto de Guarapuava, no sul do Paraná. Porém, o vento de sudeste, com velocidade de 20km/h faz com que a sensação térmica seja de apenas 3°C.

Sensação de frio intenso em Guarapuava – PR
quinta-feira, 3 de maio de 2012

A temperatura do ar nem está tão baixa em Guarapuava, no sul do Paraná. Neste momento, o aeroporto local registra 9°C. Porém, o vento constante de quase 20km/h, vindo do quadrante sul, faz com que a sensação térmica seja de apenas 2°C.

Frio intenso e nevoeiro em Guarapuava – PR
segunda-feira, 30 de abril de 2012

Uma forte massa de ar frio polar entrou no sul do Paraná, derrubando as temperaturas. Em Guarapuava, os termômetros marcam apenas 3°C. A umidade ainda está alta e favoreceu a formação de um fortíssimo nevoeiro que limita a visibilidade no aeroporto local a apenas 50 metros.