Posts com a Tag ‘Mato Grosso do Sul’

+ aumentar e diminuir fonte -
Massa de ar polar atua no Sul do país
sábado, 21 de março de 2015

A massa de ar polar que acompanha a frente fria que avança do Sul para o Sudeste do Brasil chega neste domingo ao Sul do país. A madrugada deste domingo será de frio no interior do Rio Grande do Sul e na serra catarinense, aonde a temperatura deve ficar entre 12 e 14 graus entre a madrugada e o início da manhã do dia 22 de março.

 

Essa massa de ar também é seca e irá inibir a formação de nuvens sobre a Região nos próximos dias. Entre os dias 22 e 24 de março não há previsão de chuva significativa para a Região. A umidade do ar fica baixa durante a tarde e pode incomodar durante esse período.

O ar polar deve chegar também às demais áreas da Região Sul, ao Mato Grosso do Sul e em São Paulo, deixando as temperaturas mais baixas durante a madrugada de segunda-feira.

Como será o outono 2015 no Brasil?

Você sabe o que é a sensação térmica?

Como se mede a umidade do ar?

Sul de Mato Grosso do Sul começa o outono com frio
quarta-feira, 18 de março de 2015

Dias abafados, quentes e com pancadas de chuva frequentes, até de forte intensidade, ainda são comuns no Centro-Oeste em março. A última semana do verão tem sido marcada por muitas nuvens e chuva sobre a maioria das áreas do Centro-Oeste. Por causa da chuva e do excesso de nuvens, as temperaturas não estão ficando muito elevadas em Goiás, no Distrito Federal e em Mato Grosso do Sul. Mas em Mato Grosso do Sul, não tem chovido muito e o calor tem sido intenso. Por volta das 16 horas desta quarta-feira, hora de Brasília, a temperatura em Porto Murtinho chegou aos 38,1°C, a mais alta dentre as medições automatizadas do Instituto Nacional de Meteorologia neste horário.

Ar polar forte em MS no fim de semana

O outono começa oficialmente no dia 20 de março, às 19h45, pelo horário de Brasília. Uma grande frente fria vai avançar para o Brasil trazendo uma forte massa polar. Os ventos gelados devem começar a ser sentidos em Mato Grosso do Sul durante o sábado, 21 de março. Há risco de ventos fortes. Mas é no domingo que a temperatura terá forte queda em grande parte do Estado, O sul de Mato Grosso do Sul poderá amanhecer o domingo com temperaturas próximas dos 10°C.

Vai refrescar um pouco no centro-oeste e sul de Mato Grosso e no extremo sul de Goiás, mas frio mesmo será só no sul de Mato Grosso do Sul.  Na região de Ponta Porã, de Amambaí, Sete Quedas e de outras cidades do sul deste estado, a temperatura no amanhecer do domingo poderá estar próxima dos 10°C.

 

Tendência para o Outono

O outono traz a entrada as primeiras massas polares que podem causar forte resfriamento em áreas do Centro-Oeste. Quando o calor diminui? O período úmido poderá se estender um pouco mais?  A nova estação começa oficialmente no Hemisfério Sul às 19h45 do dia 20 de março, hora de Brasília. O meteorologista Alexandre Nascimento comente a tendência para a estação na Região Centro-Oeste.

 

 

 

Volume de chuva para o Brasil nos próximos 7 dias
quinta-feira, 5 de março de 2015

por Lívia Fernanda

O clima deve favorecer a produção de algodão em Mato Grosso. Espera-se que o regime de chuvas seja adequado à cultura e segundo a avaliação feita pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), as perdas na produtividade devem ser pontuais. O Estado deve colher 861,3 mil toneladas de algodão em pluma na safra 2014/2015. Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos 7 dias em todo o Brasil.

Centro-Oeste tam mais chuva
quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Muitas instabilidades se espalham pelo Centro-Oeste do país e provocam temporais. Segundo informações das estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), choveu um total de 20,6mm em apenas uma hora na cidade de Comodoro-MT. As imagens do satélite meteorológico mostram o avanço de tais nuvens carregadas chegando no Norte do Brasil e avançando principalmente sobre o Estado de Mato Grosso nos tons em vermelho que indicam a formação de grandes nuvens que podem provocar temporais.

Clique na imagem e veja o satélite de todo o Brasil

As correntes de vento nos níveis baixos da atmosfera, aproximadamente 700hPa que estão a 2 km de altura com relação a superfície, indicam um forte transporte de umidade vinda das regiões tropicais para áreas do Centro-Oeste e favorecendo a formação dessas nuvens carregadas.

A semana ainda será marcada por mais chuva na Região. A presença de um sistema de baixa pressão atmosférica no Paraguai vai auxiliar a organização de mais instabilidades sobre o Centro-Oeste. Há o risco de temporais entre a tarde e a noite. Na sexta-feira (27) o céu ficará com muita nuvens e pode chover a qualquer momento em Mato Grosso. Essa condição será vista também no centro-norte de Goiás, no Distrito Federal e no oeste de Mato Grosso do Sul a partir do sábado.

Chuva diminui sobre o Centro-Oeste
sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

ASAS influencia a Região

A chuva diminui sobre o Centro-Oeste do Brasil de forma geral no fim de semana, depois de vários dias com tempo instável, com temporais em todos os Estados.

A redução da chuva está associada com um nova intensificação sobre o Brasil do sistema de alta pressão subtropical do Atlântico Sul, conhecido como ASAS. O centro da ASAS chega ao litoral da Região Sudeste no fim de semana e depois deve avançar pelo interior do país podendo atingir o Mato Grosso do Sul.

No fim de semana, a ASAS já terá uma grande influência no tempo sobre o Centro-Oeste dissipando as áreas de instabilidade e diminuindo o crescimento das nuvens. Assim, a frequência e o volume das pancadas de chuva devem diminuir muito.

Entenda o efeito de um sistema de alta pressão.

 

A expectativa é de pouca na última de semana de fevereiro. A diminuição da nebulosidade e da chuva vai permitir um maior aquecimento do ar.

Cuiabá registra a maior quantidade de chuva no Brasil, em 24h, entre 19 e 20 de fevereiro de 2015

 

Chuva supera a média em Cuiabá

A capital de Mato Grosso, Cuiabá, registrou o maior volume de chuva em 24 horas de 2015 entre quinta e sexta-feira. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia choveu 93,2 mm entre 10 horas do dia 19 e 10 horas do dia 20 de fevereiro de 2015. Esta quantidade de chuva é muito elevada e correspondeu a 47% da média normal de chuva para este mês, que é de 199,0 mm.

O total de chuva acumulado em fevereiro, até o dia 20, foi de 247,9 mm, volume que está 25% acima da média.

Cuiabá (MT) em 19-2-2015, por Kenya Banach: chuva forte causou alagamentos pela cidade

 

Nas outras capitais do Centro-Oeste, a chuva de fevereiro ainda está abaixo da média. Em Brasília, em 20 dias, choveu 109,3 m sendo que média é de aproximadamente 215,0 mm. Em Campo Grande a média para fevereiro é de 187,0 mm e em 20 dias choveu 121,4 mm. Em Goiânia choveu 154,7 mm até 20 de fevereiro, para uma média em torno de 213,0 mm.

 

Áreas de Goiás com chuva acima da média

A chuva frequente e forte que ocorreu nos últimos dias sobre Goiás fez com que várias áreas do Estado acumulassem mais chuva do que o normal para fevereiro. No mapa, o tom claro indica chuva pouco abaixo da média e os tons de azul, chuva acima da média.

 

Santa Helena de Goiás (GO) 18-2-2015 por Valdeci Araujo

 

Confira como será a distribuição da chuva sobre o Brasil nos próximos 15 dias.

 

Acumulado de chuva para os próximos 7 dias
sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Clima prejudica a produção de soja no estado de Mato Grosso do Sul. Confira o acumulado de chuva para os próximos 7 dias.

Temporais em Mato Grosso do Sul
quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Nuvens carregadas se organizam sobre o Estado de Mato Grosso do Sul e  formam temporais. A cidade de Corumbá registrou um volume de 34,2mm em apenas uma hora.

As imagens do satélite mostram as nuvens carregadas nos tons em vermelho, azul e branco que são resultado da presença de grandes nuvens do tipo Cumulonimbus (Cb).

Clique na imagem e veja imagens de satélite de todo o Brasil

Junto com os Cbs, vem a ventania. Segundo informações da mesma estação de Corumbá, as rajadas de vento chegaram aos 64 km/h. A presença da Alta da Bolívia nos altos níveis atmosféricos consegue organizar sistemas de escalas menores, como o Complexo Convectivo de Mesoescala (CCM).

A semana termina com melhora no tempo

As áreas de instabilidade começam a perder força ao longo dos próximos dias. O sol já volta a aparecer com mais força e a favorecer o aquecimento do ar. Há o risco de pancadas de chuva típicas da estação entre a tarde e a noite, a partir do sábado (07).

Clima favorece a safra de algodão em MS
quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Os produtores de algodão da região norte de Mato Grosso do Sul estavam enfrentando problemas para fazer o plantio da safra em razão do excesso de chuva. Porém, o volume de chuva diminuiu e os agricultores finalmente conseguiram finalizar a semeadura. O algodão já germinou. A umidade do solo ainda é satisfatória e a expectativa é que a cultura se desenvolva bem.

Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos dias em todo o Brasil.

Chuva atrapalha semeadura do algodão em MS
quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

As chuvas constantes na primeira quinzena de dezembro causaram atraso no plantio do algodão em municípios de Mato Grosso do Sul.  Confira qual será a tendência do acumulado de chuva para os próximos dias em todo o Brasil.

Chuva diminui sobre o PR e em parte do MS nesta 3ª feira
segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Muita chuva sobre o Paraná e em Mato Grosso do Sul

As áreas de instabilidade de uma frente fria espalharam nuvens muito carregadas sobre o Paraná e o Mato Grosso do Sul que provocam chuva forte e volumosa nesta segunda-feira.

Entre 19 horas do dia 21 e 19 horas d 22 de dezembro de 2014, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 134,4 mm sobre a Ilha do Mel, no litoral do Paraná 108,0 mm em São Mateus do Sul, no sul do Paraná e 98,0 mm sobre Maringá, no norte do Paraná. Em Aquidauana choveu 85,0 mm neste período e Sete Quedas choveu 75,4 mm .

 

Em Ivaí (PR) já choveu 70,6 mm neste período, em Curitiba (PR) 62,8 mm. Muitas outras cidades do Paraná e de Mato Grosso do Sul acumularam de 30 a 60 mm de chuva até o início da noite desta terça-feira.

 

 

Chuva diminui nesta terça-feira

A frente fria avança sobre São Paulo e a parte mais intensa das áreas de instabilidade saem do Paraná.  Ainda deve chove com até moderada intensidade em cidades paranaenses na divisa com São Paulo, mas a chuva vai parando no decorrer do dia.

Em Curitiba, onde choveu muito nesta segunda-feira, o tempo permanece úmido, com céu nublado, mas pouca chuva,

Já em Mato Grosso do Sul, ainda podem ocorrer fortes pancadas no centro-norte e leste do Estado.

 

Farol do Saber Aristides de Oliveira Vinholes em Curitiba (PR). Foto: Gabriel Rosa (SMCS)

 

Confira a previsão para o Natal! Será que a chuvarada vai voltar?