Posts com a Tag ‘Rio de Janeiro’

+ aumentar e diminuir fonte -
Semana termina com frente fria no RJ
quinta-feira, 25 de setembro de 2014

A grande quantidade de nuvens que se espalhou pelo Grande Rio e o centro-sul do Estado do Rio de Janeiro nesta quinta-feira foi o resultado da passagem de uma frente fria, mas muito fraca. Apesar da nebulosidade, pouco choveu. A falta do sol e o vento fresco diminuíram o calor.

 

 

Esta frente fria se afasta em alto mar e a quantidade de nuvens diminui, permitindo períodos com sol nesta sexta-feira. Mas outra frente fria já está para chegar e aumenta a chance de um pouco de chuva para o Estado do Rio.

A nova frente fria avança rapidamente pelo litoral da Região Sul nesta sexta-feira e até noite chega ao litoral de São Paulo e já começa a influenciar o Rio de Janeiro. No sábado, esta frente fria continua perto do litoral fluminense.

 

 

Nuvens carregadas crescem e provocam mais pancadas de chuva, mas especialmente no centro-sul do Rio de Janeiro. A chance de chuva para o norte do Estado é baixa. As pancadas de chuva continuam no fim de semana, mas o tempo não fica chuvoso. O sol aparece entre muitas  nuvens. Não há previsão de frio.

Outra frente fria está prevista para chegar ao litoral de São Paulo e sul do Rio de Janeiro na segunda-feira, 29 de setembro.

Muitas nuvens no Rio de Janeiro (RJ)
quinta-feira, 25 de setembro de 2014

A proximidade de uma frente fria do litoral fluminense favorece a formação de muitas nuvens na cidade do Rio de Janeiro nesta noite de quinta-feira. No entanto, não há registro de chuva e a temperatura está em torno de 25 graus no aeroporto do Galeão, na zona norte carioca.

Sol e calor no Rio de Janeiro
quinta-feira, 25 de setembro de 2014

A frente fria que se posicionou na costa de São Paulo foi capaz de mudar a direção dos ventos sobre o Rio de Janeiro e provocar o aumento de nebulosidade na noite de quarta-feira (24). Mas a presença de uma grande massa de ar seco impede a formação de grandes nuvens ou chuva sobre a “Cidade Maravilhosa”. Ou seja, as nuvens vieram, mas a chuva não.

Na imagem do satélite meteorológico as áreas em verde indicam a presença de nuvens sem grande profundidade na atmosfera, que não conseguem provocar chuva.

 

O tempo firme de quarta-feira também favoreceu a rápida elevação da temperatura e calor. A máxima chegou aos 35,8°C na estação convencional do Rio de Janeiro.

 

Mais sol e pancadas de chuva

O sol ainda persiste sobre oi Rio de Janeiro na quinta-feira (25). O ar seco impede a formação de nuvens o que auxilia na rápida elevação da temperatura. A chuva só começa a partir da sexta-feira (26), em forma de rápidas pancadas de chuva que podem vir com forte intensidade e serão mais presentes entre o final da tarde e a noite.

Clube das quarentonas

O Rio de Janeiro lidera o ranking do calor das capitais em 2014. Até o dia 24 de setembro, a maior temperatura do ano dentre as capitais era de 41,4°C, na cidade do Rio. Veja outras capitais que já registraram 40°C este ano.

 

RJ: frente fria muda o vento, mas não dá a chuva
quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Fortes rajadas de  vento foram sentidas  no fim da tarde da quarta-feira, 24, em algumas áreas do Rio de Janeiro. Era um vento frio que aliviou o calorão e a secura do ar que predominaram durante a tarde. A temperatura chegou aos 36°C e o nível de umidade no ar chegou a baixar para 17% na região do aeroporto Tom Jobim, na zona norte carioca.

Às 17 horas, a base aérea de Santa Cruz registrou uma rajada do vento sudoeste com 57 km/h. No forte de Copacabana, zona central do Rio, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou rajada de oeste com 68 km/h, às 20 horas. Estas rajadas de vento eram de uma frente fria, mas que só deu o vento ao Rio de Janeiro e não a chuva esperada por muitos.

Bloqueio no ar

Há uma situação de bloqueio na atmosfera. Uma massa de ar quente e seca atua com mais força sobre o Rio de Janeiro do que o ar polar que veio com a frente fria. Nos níveis mais elevados da atmosfera, este ar quente e seco também é forte.

A entrada do vento frio foi uma mudança apenas superficial, só mesmo para diminuir o calor e por pouco tempo. A massa quente e seca impede que as nuvens de chuva da frente fria chegam ao Estado do Rio por enquanto. Elas ficam bloqueadas sobre São Paulo.

 

Chuva no fim de semana

Para esta quinta-feira, não há previsão de chuva para o Rio de Janeiro.

Outra frente fria vai avançar para o litoral de São Paulo na sexta-feira e se aproxima um pouco mais do Rio. Algumas pancadas de chuva são esperadas para o fim de semana, mas junto com o calor e o sol.

 

Clube das quarentonas

O Rio de Janeiro lidera o ranking do calor das capitais em 2014. Até o dia 24 de setembro, a maior temperatura do ano dentre as capitais era de 41,4°C, na cidade do Rio. Veja outras capitais que já registraram 40°C este ano.

 

 

Vento moderado a forte no Rio de Janeiro (RJ)
quarta-feira, 24 de setembro de 2014

A proximidade de uma frente fria provoca vento de moderada a forte intensidade na cidade do Rio de Janeiro nesta noite de quarta-feira. No aeroporto do Galeão as rajadas de vento chegam a 46 km/h. Na base aérea de Santa Cruz, na zona oeste carioca, as rajadas atingem 57 km/h.

Calor e umidade muito baixa no Rio de Janeiro (RJ)
quarta-feira, 24 de setembro de 2014

A massa de ar seco que predomina e a presença de ventos quentes quentes do quadrante norte garantem uma tarde ensolarada, com temperatura alta e umidade muito baixa na cidade do Rio de Janeiro nesta quarta-feira. No momento os termômetros registram 33 graus no aeroporto do Galeão, onde a umidade relativa do ar é de apenas 17%. No aeroporto do Jacarepaguá, na zona oeste carioca, a temperatura é de 35 graus e a umidade está em torno de 22%.

Rio de Janeiro: calor aumenta e chuva demora
quarta-feira, 24 de setembro de 2014

A temperatura sobe rapidamente no Rio de Janeiro. O sol predomina desde e cedo e associado com os ventos vindos de norte há a presença de mais calor para a região.

Uma grande massa de ar seco atua sobre o Estado fluminense e impede a formação de nebulosidade profunda. Desta forma poucas nuvens circulam pelo Grande Rio, como mostra a imagem do satélite meteorológico os tons de marrom indicam um ar mais seco e as áreas em verde indicam a presença de nuvens altas.

Entre o final da manhã e o início da tarde de terça-feira (23) a temperatura no aeroporto internacional Tom Jobim estava em 24°C. Na quarta-feira (24) a temperatura está em 29°C no mesmo horário, uma elevação de 5°C nos registros de temperatura.

Mais calor e chuva demora no Rio de Janeiro

A alta pressão atmosférica segue sobre o Estado do Rio de Janeiro pelo menos até a próxima quinta-feira (25). O sol predomina a temperatura sobe bastante rápido e faz muito calor. A chuva só deve começar a partir da sexta-feira (26), mas em forma de rápidas pancadas entre a tarde e a noite. Não há previsão de chuva generalizada, mas há o risco de chuva forte de forma mais pontual, sobre a Região Metropolitana do Rio de Janeiro. No sábado (27) e no domingo (28) a chuva se distribui melhor sobre a capital fluminense e ocorre a qualquer momento. O sol ainda aparece ao longo do dia e deixa o ar bastante abafado, as temperaturas seguem elevadas.

Rio de Janeiro continua com muito sol
terça-feira, 23 de setembro de 2014

Para quem está de folga no Rio de Janeiro, os próximos dias serão perfeitos para aproveitar as maravilhosas praias da cidade e também de outros locais do litoral fluminense.

A imagem de satélite no canal visível obtida no fim da tarde da terça-feira, 23, mostrava um tom preto por quase todo Estado do Rio de Janeiro. Tecnicamente isto indica pouca ou nenhuma nebulosidade e portanto, muito sol. E foi assim que cariocas e fluminenses passaram entraram na primavera de 2014: num dia esplendoroso de céu azul.

 

Quase nada muda no tempo no Rio de Janeiro nas próximas 48 horas. O ar fica mais quente e seco e vai barrar as nuvens carregadas vindas do Sul. Até a quinta-feira, o sol forte vai predominar e o calor aumenta bastante. Só a noite será fresca ainda. A partir da tarde sexta-feira as pancadas de chuva devem voltar com a chegada de uma frente fria.

 

Rio de Janeiro lidera o “clube das quarentonas”

É época de aumento natural do calor. O Rio de Janeiro por enquanto lidera o ranking do calor da capitais do Brasil. Em 2014, até agora, a maior temperatura na cidade foi de 41,4°C.  Veja quais os recordes de calor das capitais este ano. Outubro deve começar com uma onda de calor.

Outubro deve começar com onda de calor
terça-feira, 23 de setembro de 2014

A primavera começou no dia 22 de setembro, às 23h29, pelo horário de Brasília. Uma das características da estação é o aumento do calor. Em anos normais, algumas madrugadas da primavera podem ser frias especialmente no começo da estação, como se atmosfera tivesse ainda uma memória do inverno. Mas no decorrer da primavera, com a mudança natural da posição da Terra em relação ao Sol, o Hemisfério Sul vai ficando cada vez mais aquecido. Até chegar o verão, os raios solares vão atingindo o Hemisfério Sul “mais concentrados”, cada vez mais diretamente, de forma perpendicular.

 

Por-do-sol em Jequié (BA), compartilhado com o portal Climatempo por Diorgenes Bernades Macedo

 

Mas o inverno de 2014 foi fraco e seu frio não deixou grandes marcas. O frio que fez na primeira madrugada da primavera em áreas do Sul e do Sudeste foi apenas “hora extra do inverno”, como comentou a meteorologista da Climatempo Fabiana Weycamp. A temperatura mínima em Nova Friburgo, na região serrana do Rio de Janeiro, chegou a 1,8°C nesta terça-feira, 23 de setembro. Este valor já seria bastante baixa em pleno inverno e para setembro foi mesmo excepcionalmente baixo.

 

Quem torce pelo friozinho, não vai se dar bem com tempo nas próximas semanas. A expectativa é de que ocorra um forte bloqueio na atmosfera fazendo com que as massas polares fiquem retidas na Patagônia por vários dias e não consigam chegar ao Brasil. Vai faltar ar polar e umidade para formar nuvens para fazer chover e dar sombra. Nuvens e chuva regulam o aquecimento durante o dia.

A previsão é de que o começo de outubro seja muito quente na maior parte do país, com temperaturas muito elevadas. Poderemos ter um verdadeiro festival de 37°C, 38°C, 39°C, 40°C ou mais. E não apenas no Norte e Nordeste, mas um calor intenso também no Sul e no Sudeste.

 

 

 

A tabela mostra os recordes atuais de calor nas capitais brasileiras, com dados do Instituto Nacional de Meteorologia. O clube das “quarentonas” por enquanto é liderado pelo Rio de Janeiro, tendo como conselheiras Porto Alegre, Palmas e Cuiabá.

Mas todas elas e outras mais ainda vão esquentar muito até o fim do ano. Teresina ainda não entrou para o clube só porque o Be-r-ó bró do Piauí está apenas começando.

 

Poucas nuvens no Rio de Janeiro (RJ)
terça-feira, 23 de setembro de 2014

A massa de ar seco que ganhou força no estado garante um começo de noite de tempo firme e temperatura agradável na cidade do Rio de Janeiro nesta terça-feira. Há poucas nuvens na capital e os termômetros indicam 23 graus no aeroporto do Galeão, na zona norte carioca.