Posts com a Tag ‘sensação térmica’

+ aumentar e diminuir fonte -
Temperatura baixa na Grande SP no fim de semana
sexta-feira, 14 de novembro de 2014

A passagem de uma frente fria trouxe chuva e queda da temperatura para a Grande São Paulo. Ventos marítimos estão trazendo muita umidade para e alimentam as nuvens que vão continuar sobre a região neste sábado. Não há  mais risco de chuva forte, mas pode garoar.

 

Vento aumenta a sensação de frio

O baque foi grande! A temperatura caiu de 6°C a 9°C em 24 horas na Grande São Paulo . Na zona norte da cidade São Paulo, a temperatura no Campo de Marte não passou dos 20°C na sexta-feira, 14, depois de ter chegado aos 29°C na quinta.Às 8 horas da manhã da sexta-feira, a temperatura no aeroporto de Congonhas era de 17°C, ao longo do dia não passou dos 22°C e por volta das 20 horas já havia baixado para 15°C. A sensação térmica por causa do vento moderado chegou aos 10°C.

 

A falta do sol e a entrada do ar frio de uma massa polar causaram o resfriamento. O vento provocado por esta massa polar sopra constante e moderado e aumenta a sensação do frio. No aeroporto de Congonhas, a temperatura real do ar às 11 horas era de 19°C, mas com o vento em torno de 22°C, a sensação térmica era de 14°C.

A sensação de frio persiste na Grande São Paulo no fim de semana. Algumas áreas no interior podem sentir fortes rajadas deste vento, com até 60 km/h.

 

 

Fim de semana úmido e friozinho

O ar úmido e frio da massa polar vai predominar sobre São Paulo no fim de semana. O excesso de umidade vai manter uma grande quantidade de nuvens sobre a Grande São Paulo e pode até garoar neste sábado, especialmente em cidades do Grande ABC e nos bairros das zonas sul e leste da capital.

No domingo, a umidade diminuiu um pouco e o sol aparece durante várias horas, mas sempre entre muitas nuvens. Mesmo com o sol, a sensação de friozinho vai persistir em ambientes fechados.

 

Céu nublado em São Paulo em 14-11-2014 por Rebecca Brito

Madrugadas frias e tardes quentes

A partir de segunda-feira, o ar fica mais seco sobre a Grande São Paulo. A nebulosidade diminui e o sol volta forte esquentando as tardes. Mas as madrugadas vão continuar frias.

A diminuição da umidade vai afastar a chance de chuva sobre todo o Estado de São Paulo pelo menos até o dia 20 de novembro.

Calcule a sensação térmica

Você sabe o que é a sensação térmica?

Vento forte em Passo Fundo (RS)
sábado, 4 de outubro de 2014

O aeroporto Lauro Kurtz em Passo Fundo registra temperatura de 18 graus, porém o vento de até 56 km/h faz com que a sensação térmica seja de apenas 10 graus.

Frio em Curitiba (PR)
sexta-feira, 3 de outubro de 2014

A massa de ar polar também mantém a temperatura baixa em Curitiba. O aeroporto Afonso Pena registrava 10 graus, porém o vento moderado fazia com que a sensação térmica fosse de apenas 03 graus na capital paranaense.

Quando São Paulo vai esquentar?
sexta-feira, 3 de outubro de 2014

A população da Grande São Paulo, e do estado de São Paulo de forma geral, tomou um banho de água gelada. Na verdade, uma super lufada de ar polar que causou a acentuada queda da temperatura e que vem provocando intensas rajadas de vento frio.

O mapa mostra as mais baixas temperaturas mínimas registradas na Grande São Paulo pelo CGE – Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura.

 

O Instituto Nacional de Meteorologia registrou uma temperatura mínima de 11,6°C no Mirante de Santana, na zona norte. Foi a menor temperatura neste local desde o dia 23 de setembro quando a mínima também foi de 11,6°C. A temperatura máxima da sexta-feira foi de 20,4°C.

 

Quando vai esquentar?

Esta massa polar que entrou no Brasil é grande e forte e ainda terá muita influência nas temperaturas neste fim de semana. As noites continuam frias, com temperaturas entre 10°C e 12°C na Grande São Paulo. O sol aparece, mas o ar não esquenta muito justamente por causa do ar polar.

O centro desta massa polar, que é a região de frio mais intenso,  vai se afastando do Brasil nos próximos dias. Com o sol e a diminuição do ar polar e d vento frio, a temperatura vai subindo gradualmente. Mas a sensação de calor na Grande São Paulo só deve voltar a partir do meio da semana que vem.

Vento aumenta a sensação de frio

O vento frio constante e moderado e as fortes rajadas trazem a sensação térmica de mais frio do que realmente estão marcando os termômetros. Na região do aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital, a temperatura real do ar às 16h de sexta-feira, 3, estava em 16°C era de 9°C. No fim de semana, a sensação térmica  ainda poderá ficar abaixo dos 10°C no início da manhã e à noite em muitas áreas da Grande São Paulo.

 

 

 

Frio e vento forte em Campo Grande (MS)
sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Uma forte massa de ar polar que está no oceano está provocando rajadas de vento até em Mato Grosso do Sul. O aeroporto de Campo Grande está registrando agora rajadas de vento de 61 km/h. A temperatura é de 15ºC na capital, mas por causa durante as rajadas, a sensação térmica é de apenas 06ºC.

Vento polar continua forte sobre o Sul e o Sudeste
quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Atualizado em 2/10/2014,  às 20h35

 

Uma grande e forte massa de ar polar, que está centrada no mar, perto de Buenos Aires, está provocando ventos moderados a fortes sobre o Brasil. Nesta quinta-feira, muitas rajadas de vento de 40 a quase 60 km/h foram observadas em áreas do Sul e do Sudeste. O vento soprando constante, moderado a forte, aumentou a sensação de frio.

 

 

 

 

 

 

 

 Às 21 horas, o aeroporto de Pirassununga, em São Paulo, estava com rajadas de 55 km/h e o aeroporto de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, com rajadas de 50 km/h. No interior paulista, o aeroporto de Presidente Prudente tinha rajadas de 59 km/h e o de Bauru estava com rajadas de 57 km/h. 

 

 

 

 

 Por causa do vento forte e gelado, a sensação térmica era de mais frio do que marcavam os termômetros.  Na região dos aeroportos das cidades paulistas de Bauru, Pirassununga a sensação térmica era de 10°C, às 21h, em Campinas de 8°C e na cidade de São Paulo, a sensação térmica no aeroporto de Congonhas chega aos 7°C.

 

 

 

Ar polar continua forte 

 

O ar polar continua atuando com força sobre o Sul, onde as temperaturas devem ficar abaixo dos 5°C em cidades serranas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. O ar polar vai continuar sobre o Sudeste e ainda com os ventos moderados a fortes. O calor diminuiu em toda a Região.

A presença do ar polar diminui a temperatura, mas os ventos moderados aumentam a sensação de frio.

 

Mais frio

Esta massa de ar polar que começou a influenciar o Brasil é muito forte e de grande extensão. O vento frio já chegou ao norte de  Minas Gerais, ao Espírito Santo e avança para a Bahia  aliviado o calorão. Estes ventos frios diminuem o calor também em parte do Centro-Oeste

No Sul e em parte do Sudeste, as temperatura baixam um pouco mais nas próximas noites e a sensação de frio vai aumentar.

Veja como a massa polar alivia o calor

 

 

Confira a sensação térmica e a temperatura real às 13 horas observadas em alguns locais

São Paulo (aeroporto de Congonhas): temperatura de 16°C, com vento de 22 km/h e sensação térmica de 10°C

Região de Curitiba (aeroporto Afonso Pena): temperatura de 15°C, com vento de 24 km/h e sensação térmica de 9°C

Aeroporto de Jundiaí (SP): temperatura de 19°C, com vento de 28 km/h e sensação térmica de 14°C

Aeroporto de Porto Alegre (RS): temperatura de 20°C, com vento de 20 km/h e sensação térmica de 16°C

 

Ar muito abafado em Macapá (AP)
quinta-feira, 14 de agosto de 2014

O sol está forte no Amapá nesta quinta-feira e a temperatura está bastante elevada. Neste momento faz 35ºC em Macapá, mas por causa da umidade alta do ar, a sensação térmica é de 40ºC.

Chuviscos na cidade de São Paulo (SP)
sexta-feira, 8 de agosto de 2014

O vento frio e úmido que sopra do mar está mantendo o céu nublado na cidade de São Paulo nesta tarde. Está chuviscando agora na capital em algumas áreas da capital, como aqui na região da Climatempo, na Vila Mariana. A temperatura agora é de 17ºC na região do aeroporto de Congonhas, mas por causa do vento a sensação térmica é de 13ºC.

Quando São Paulo vai esquentar?
domingo, 27 de julho de 2014

O último fim de semana de julho foi com uma das maiores sensações de frio do ano no Estado de São Paulo. Não por causa de temperaturas extremamente baixas à noite, mas pelas tardes frias. A combinação de ar polar com a falta do sol deixou uma sensação de muito frio. Foi culpa do excesso de umidade.

Quando vai esquentar?

O ar polar intenso vai se afastando do Brasil no decorrer da semana, o que vai facilitar a elevação da temperatura em todo o país.

Agora, compare as duas imagens de satélite. A da esquerda, das 5h45 do domingo,  mostra uma quantidade de nuvens muito maior sobre o Estado de São Paulo do que a direita, das 17h35 do domingo. As nuvens mais densas, com chuva, aparecem nos tons de azul e verde.

 


A nebulosidade e a chuva diminuem sobre todas as regiões paulistas. A semana começa úmida, mas vai terminar seca. Prepare-se para o chamado “efeito cebola” no fim da semana.

 

Novo recorde de frio na cidade de São Paulo

Vai esquentar em São Paulo especialmente a partir de quarta-feira. Só que ainda poderemos ter recorde de frio na cidade de São Paulo, desta vez de madrugada mais fria do ano. Vem aí, noites sem nuvens! A menor temperatura de 2014, segundo do Inmet, foi de 9,6°C, em 4 de junho.

 

Tarde mais fria do ano

A cidade de São Paulo teve recorde de temperatura menor temperatura máxima no sábado, 26 de julho, com máxima de 15,2°C, segundo a medição do Instituto Nacional de Meteorologia no Mirante de Santana, na zona da capital paulista. O domingo foi quase igual, com temperatura máxima de 15,4°C.

Veja o gráfico da tendência da temperatura para São Paulo no decorrer da semana.

 

Saiba mais sobre sensação térmica

 

 

Sábado úmido e frio na Grande SP
sábado, 26 de julho de 2014

A grande frente fria que entrou no Brasil espalhou muitas nuvens e chuva sobre quase todo o Sudeste do Brasil e trouxe também o ar polar forte. As áreas de instabilidade desta frente fria ainda estão deixando grande quantidade de nuvens por quase todo o Estado de São Paulo. A nebulosidade vai persistir o dia todo sobre a Grande São Paulo, mas pouca chuva está sendo esperada. Pode chuviscar ao longo do dia. O sol pode até aparecer rapidamente, mas não esquenta. A sensação será de frio o dia todo.

Às 6 horas, a temperatura estava em torno dos 13°C no Campo de Marte, na zona norte da capital, mas com sensação térmica de 10°C.

Para o domingo, a previsão ainda é de muitas nuvens e sensação de frio.

Com céu nublado e um pouco de chuva, o litoral tem boas ondas. Confira a previsão.