Posts com a Tag ‘três lagoas’

+ aumentar e diminuir fonte -
ASAS enfraquece e ar polar entra no Brasil
segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Temperaturas extremamente elevadas, muito acima do normal para janeiro, voltaram a ser registradas na tarde desta segunda-feira especialmente nos Estados das Regiões Centro-Oeste e Sudeste, mas também no Paraná, na Região Sul.

Em Três Lagoas, em Mato Grosso do Sul, a temperatura chegou aos 41°C, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia. São Paulo, o aeroporto de São José dos Campos informou 39°C e apenas 12% de umidade no ar.

Confira as cidades que registram temperaturas iguais ou maiores do que 38,0°C, através da rede de medição automática do Instituto Nacional de Meteorologia.

 

 

Esse calor é normal no Brasil?

Temperatura até mais elevadas do que estas já foram observadas muitas vezes no Brasil, nas cinco Regiões, mas em geral não foi no mês de janeiro. Esta época é de calor no Brasil, mas as temperaturas não atingem marcas tão elevadas como vem ocorrendo nos últimos dias. Num janeiro normal, a maior parte do país tem dias com muitas nuvens, abafados e com pancadas de chuva frequentes. Tudo isto impede que a temperatura alcance marcas extremas. Mas num janeiro atípico como está o de 2015, e como foi 2014, com pouca chuva, o calor fica muito acima do normal.

 

As temperaturas estão muito acima da média normal para janeiro, mas uma frente fria está chegando com uma massa polar forte para afastar o ar muito quente. Este ar polar vai conseguir enfraquecer o ar muito quente do bloqueio gerado pela alta subtropical do Atlântico Sul.

Os ventos frescos e a chuva começam a baixar a temperatura já nesta terça-feira no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Na quarta-feira, Paraná, parte de São Paulo, de Mato Grosso do Sul e do Rio de Janeiro vão sentir os vetos de origem polar. Mas será que o calorão então acabou?

Confira as informações com a meteorologista Josélia Pegorim

 

 

Com que roupa você enfrenta o calor para trabalhar? 

Cuidados especiais com os alimentos em dias de forte calor

O que influencia a temperatura de um lugar? 

Entenda o que é a sensação térmica 

Desidratação é um dos perigos do verão 

Raios UV e o seu tipo de pele

 

 

Temporal com vento de 75 km/h em Três Lagoas (MS)
quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Nuvens muito carregadas formadas pelo tempo quente e úmido estão espalhadas pelo leste de Mato Grosso do Sul neste final de tarde de quarta-feira. Em Três Lagoas houve um temporal, com muitos raios e com rajadas de vento de 75 km/h. O INMET registrou cerca de 19 mm de chuva em apenas 1 hora.

Chuva em Três Lagoas (MS)
segunda-feira, 20 de outubro de 2014

A estação automática do INMET de Três Lagoas no estado de Mato Grosso do Sul registra chuva com acumulação horária de 9,8mm na última observação. O volume acumulado de chuva nas últimas duas horas é de 17,2mm.

BH, Brasília e Goiânia: novos recordes de calor à vista
quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Esta semana de outubro está repleta de recordes de calor. É provável que tenhamos hoje  novos recordes em Brasília, em Goiânia e em Belo Horizonte. Estas três capitais já tiveram ontem a tarde mais quente de 2014.

No aeroporto de Goiânia, a temperatura às 13 horas era de 36°C igual a de ontem neste mesmo horário. A umidade realtiva do ar estava em 13%. Mas em outro local da cidade,  o Instituto Nacional de Meteorologia registrava 39,1°C e ontem a esta hora, a temperatura estava em 37,5°C.

Em Belo Horizonte, o aeroporto da Pampulha estava com 36°C, à 1 hora da tarde, e ontem a esta hora estava com 35°C. O nível de umidade do ar era de apenas 16%A temperatura máxima de ontem neste local foi de 36°C.

Em Brasília, o aeroporto JK estava com 35°C, à 1 hora da tarde, um grau acima do registrado ontem a esta hora.

Sem a perspectiva de chuva, da entrada de ar polar e com o sol forte nas próximas horas, a temperatura deve subir mais e novos recordes poderão ocorrer nesta tarde.

 

Brasil acima dos 40°C

Calor de 40°C ou mais é comum nesta época em estados como o Tocantins, no interior do Nordeste, no Pará e em Mato Grosso. Mas muitas áreas do Sudeste, do Centro-Oeste e o Paraná estão enfrentando esta semana uma onda de calor fazendo com que as temperaturas fiquem muito acima do normal.

O Estado de Mato Grosso tem sido o estado mais quente do Brasil nos últimos dois dias, com temperaturas acima dos 41°C. Ontem, a cidade de Três Lagoas registrou 41,9°C, a mais alta do país pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia.

Às 14 horas desta quarta-feira, o Instituto Nacional de Meteorologia registrava 42,0°C em Três Lagoas (MS), 41,4°C em Coxim (MS), 40,3°C em Porto Murtinho (MS), em Água Clara (MS) e em Miranda (MS). São Romão (MG) estava com 40,0°C.  Fez 40,3°C em Barretos (SP) às 13 horas. O aeroporto de Barra do Garças, em Mato Grosso, registrava 40,0°C nesta hora. A temperatura sobe mais nas próximas horas em todos estes locais.

 

 

Temperaturas registradas em 14 de outubro de 2014

 

 

Quando o calor vai diminuir?

Centro-Oeste terá muita chuva nos próximos dias
terça-feira, 10 de dezembro de 2013

A combinação de ar úmid0 e quente com a circulação dos ventos nos altos níveis da atmosfera geram grandes e fortes áreas de instabilidade sobre o Centro-Oeste do Brasil nos próximos dias. Todos terão vários eventos de chuva forte e volumosa  nos próximos dias, porém a maior quantidade de chuva deve ser acumulada sobre Goiás.

Na tarde desta terça-feira, 10 de dezembro de 2013, nuvens muito carregadas passaram sobre Três Lagoas, cidade de Mato Grosso do Sul na divisa com São Paulo. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 111 mm de chuva acumulados em 6 horas de chuva. A média chuva para dezembro é de aproximadamente 200 mm. Em 6 horas choveu metade do que normalmente chove durante todo o mês de dezembro.

A animação das imagens de satélite mostra o deslocamento das nuvens de chuva forte (tons de vermelho) passando sobre Três Lagoas.

Ainda há risco de chuva forte para esta quarta-feira, mas a tendência é de diminuição da chuva especialmente no sul do estado. Confira a previsão para o Mato Grosso do Sul.

Veja o volume de chuva estimado para os próximos dias para a Região Centro-Oeste

Chuva forte no estado de São Paulo
terça-feira, 11 de dezembro de 2012

No momento chove e há risco de temporais em Avaí, Bauru, Pirajuí e Reginópolis. Pode ocorrer queda de granizo em Amparo, Brasilândia e Três Lagoas.

Informações do IPMET/UNESP

Calor intenso no Sudeste e no Centro-Oeste
domingo, 21 de outubro de 2012

Rio de Janeiro e Cuiabá podem registrar mais de 41ºC neste início de semana e bater o recorde de calor do ano

 

Depois da forte queda da temperatura no feriado de 12 de outubro em grande parte do Sudeste e em Mato Grosso do Sul, o ar esquentou muito no Sudeste e no Centro-Oeste. Durante o fim de semana, as temperaturas à tarde atingiam valores de até 36ºC no norte de São Paulo, quase 40ºC em áreas de Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso e valores próximos das 37ºC no Rio de Janeiro e em Minas Gerais.

Confira alguns valores de temperatura máxima registrados neste domingo sábado, 21 de outubro, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia:

Corumbá (MS): 39,2ºC

Porto Estrela (MT): 38,8ºC

Cuiabá (MT): 38,5ºC

Cáceres (MT): 38,7ºC (sábado)

Diamantino (MT): 38,3ºC (sábado)

Goiás (GO): 38,1ºC (sábado)

Três Lagoas (MS): 37,6ºC

Rio de Janeiro (RJ): 36,9ºC

Montalvânia (MG): 36,8ºC

Ituiutaba (MG): 36,3ºC

Ribeiro Preto (SP/aeroporto): 36ºC

Por enquanto, o ar polar está bloqueado no sul da Argentina e não consegue chegar ao Brasil. O Sudeste e o Centro-Oeste vão esquentar mais neste início de semana. Apesar da previsão de pancada de chuva a partir da tarde, o sol aparece forte durante muitas horas na maioria das áreas das duas Regiões, garantindo um grande aquecimento do ar. Os ventos quentes vindos do Norte do país vão ajudar a elevar os termômetros. É possível que até a próxima terça-feira, a temperatura alcance marca em torno dos 41ºC em Cuiabá e no Rio de Janeiro, com chance de novos recordes de calor para 2012. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, até agora, a maior temperatura deste ano no Rio de Janeiro foi de 41,2ºC, em 19 de setembro, e em Cuiabá, de 41,3ºC, em 4 de setembro.

Uma frente fria está se formando no Sul e partir da tarde de terça-feira aumenta o risco de chuva forte em parte do Sudeste e no Centro-Oeste.

Chuva forte e volumosa em Três Lagoas (MS)
terça-feira, 25 de setembro de 2012

Uma forte área de instabilidade cresceu entre Mato Grosso do Sul e São Paulo, estimulada por uma frente fria que está avançando no Sul do Brasil. Essas instabilidades formaram nuvens muito carregadas, que estão provocando chuva forte entre o noroeste de SP e o nordeste de MS. Em Três Lagoas, cidade de MS, perto de Ilha Solteira em SP, está chovendo forte e com raios. Segundo informações do INMET, entre 10h e 13h, a chuva acumulou 50,4 milímetros. A média climatológica de chuva no mês de setembro é de 65,3 mm na cidade.

Mais chuva em Mato Grosso do Sul
quinta-feira, 21 de junho de 2012

O inverno começou com o tempo muito instável em Mato Grosso do Sul, devido a influência de uma frente fria. No início desta semana choveu muito  no sul do Estado e, de ontem para hoje, a chuva avançou para as outras áreas.

De acordo com os dados das estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia, entre 7 horas da manhã de ontem e 7 horas da manhã desta quinta-feira (horário local), foram acumulados 46 mm em Água Clara, 49 mm em Miranda, 52 mm em Sidrolândia e 55 mm em Três Lagoas e em Campo Grande.

No início da manhã o aeroporto de Campo Grande registrava chuva forte acompanhada de descargas elétricas. A temperatura estava em torno de 18°C.

Ao longo desta quinta-feira há condições para mais chuva em Mato Grosso do Sul e, com exceção do sul  do Estado, ainda há risco para chuvas fortes.

Amanhã, o sol aparece entre muitas nuvens no sul do Estado e o tempo fica firme. Na capital e nas demais áreas, ainda pode chover fraco nessa sexta-feira, principalmente pela manhã. No decorrer do dia ocorrem períodos de sol.

Chuva forte no leste de MS avança para o oeste de SP
domingo, 6 de novembro de 2011

Radares meteorológicos detectam áreas de chuva moderada a forte que passam sobre Anaurilândia, Bataguassu, Santa Rita do Pardo,Brasilândia, Três Lagoas e Selvíria, em Mato Grosso do Sul. Estas áreas de chuva avançam para São Paulo nas próximas horas atingindo cidades às margens do rio Paraná.