Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Recorde de calor e de umidade no Centro-Oeste

29/07/2015 às 23:39
por Josélia Pegorim

Um forte sistema de alta pressão atmosférica continua influenciando o Centro-Oeste do Brasil. A alta pressão causa uma acentuada subsidência do ar (movimento do ar de cima para baixo) que reduz muito o nível de umidade do ar. Níveis de umidade abaixo dos 20% devem ser registrados novamente nas próximas tardes, como aconteceu nesta quarta-feira.

O estado de Mato Grosso foi o mais seco do Brasil na tarde de quarta-feira. A umidade relativa do ar (ura) ficou várias horas entre 30% e 20% em praticamente todo o estado. Mas om nível de umidade chegou a ficar abaixo dos 20% em vários locais. Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, o menor índice de umidade no ar no Brasil no dia 29 de julho foi de 15% em Novo Mundo, no norte de Mato Grosso.

 

Recorde de calor e de umidade

A tarde de 29 de julho de 2015 foi a mais quente do ano até agora em Cuiabá. Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, a capital de Mato Grosso registrou uma temperatura máxima de 37,3°C. O recorde anterior era de 37,1°C, em 3 de fevereiro.

Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, Goiânia, capital de Goiás e Brasília registraram o menor nível de umidade relativa do ar às 15 horas (hora de Brasília) do ano.

Em Campo Grande, o nível de umidade do ar às 15 horas (14 horas local) foi de 21%, sendo que o recorde anterior era de 22% no dia 28 de julho. Em Goiânia, a umidade relativa às 15 horas foi de 22%, marca que igualou o recorde do dia 19 de janeiro. Em Brasília, a tarde de 29 de julho também foi a mais seca de 2015, com nível de umidade do ar de 27%. O recorde anterior era de 29% nos dias 19 e 20 de janeiro.

 

           Goiânia (GO) , por Brunno Cardodo