Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Cuiabá tem novo recorde calor

06/10/2015 às 23:05
por Josélia Pegorim

Atualizado 07/10/2015 às 11:07

Recorde de calor em Cuiabá

A tarde de 6 de outubro de 2015 foi uma das mais quentes já registradas em Cuiabá em 104 anos. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou uma temperatura máxima de 42,0°C na capital de Mato Grosso. O valor foi constatado na leitura do termômetro de máxima que é feita regularmente às 21 horas (de Brasília). Na leitura das 15 horas (de Brasília), a temperatura máxima havia sido de 41,1°C, que igualava o recorde dos dias 2 e 3 de setembro.

A temperatura de 42,0°C registrada nesta terça-feira passa a ser não só a maior temperatura de 2015, como também uma das maiores temperaturas observadas em Cuiabá desde 1911, data do início das medições oficiais do Instituto Nacional de Meteorologia na cidade, e também uma da mais altas registradas no Brasil. O recorde histórico de calor é de 42,3°C em 17 de setembro de 2010.

 

 

Pancadas de chuva

Nuvens bastante carregadas se espalharam sobre o Mato Grosso, Goiás e sobre o Distrito Federal e provocaram fortes pancadas de chuva nesta terça-feira. Choveu granizo na região de Brasília. A região de Sinop e de Carlinda, em Mato Grosso, acumulavam 28 mm até às 22 horas desta terça-feira. Em Brasília choveu aproximadamente 12 mm. Mas pancadas de chuva poderão ocorrer no Centro-Oeste nesta quinta-feira, mas o calor continua.

 

 

Além de Cuiabá, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou temperatura na casa dos 40°C em Vila Bela da Santíssima Trindade, 40,7°C e Guiratinga, 40,1°C. Em Aragarças, cidade no estado de Goiás na divisa com o Mato Grosso, fez 41,1°C nesta terça-feira.


Calor de 40°C é normal nesta época do ano nos estados do Centro-Oeste, Norte, Nordeste e até em áreas do Sudeste. Mas a tarde de segunda-feira, 5 de outubro de 2015, foi especialmente quente. O Inmet registrou temperatura igual ou acima dos 40°C em 23 cidades, considerando apenas a medição das estações automáticas.