Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Temporais se espalham sobre o Sul

07/10/2015 às 20:37
por Josélia Pegorim

Grandes áreas de instabilidade se formaram sobre o Rio Grande do Sul nesta quarta-feira espalhando nuvens carregadas que provocaram chuva forte e intensas rajadas de vento. Choveu mais de 100 mm em algumas áreas, do início da madrugada até 17 horas. Rajadas de vento entre 60 km/h e 80 km/h ocorreram em vários locais.

 

 

 

As nuvens carregadas estão associadas a uma frente fria que chegou ao litoral gaúcho. A circulação dos ventos sobre o Brasil, em diversos níveis de altitude ajudaram a formar estas nuvens e forçaram a concentração da nebulosidade sobre o Rio Grande do Sul. Mas a partir desta quinta-feira, as áreas de instabilidade começam a se espalhar também sobre Santa Catarina e Paraná, enquanto a frente fria avança lentamente para o litoral catarinense.

 

 

 

 

A chuva vai prosseguir por mais alguns dias avançando pelo fim de semana prolongado. De quinta, 8, até o dia 11, domingo, a população dos três estados do Sul deve ficar atenta, pois é alto o risco de tempestades com chuva volumosa que pode causar alagamentos e enchentes, ventania e até granizo.

 

Confira sempre a previsão para o seu estado

 

Chuva de um mês em 15 dias

Desde julho, a população da Região Sul tem convivido com sucessivos eventos de dias de muita chuva. São 5 a 7 dias seguidos de chuva, ou com céu nublado e excesso de umidade, para 2 ou 3 de sol. A previsão para os próximos 15 dias não é nada animadora. A chuva é diminui de intensidade e de frequência a partir do dia 13 de outubro, mas não vai parar completamente.

O mapa mostra a estimativa de chuva para a Região Sul para o período de 15 dias, até 22 de outubro. O tom de verde escuro representa um volume de que pode ultrapassar os 200 mm acumulados nos 15 dias. Se a previsão se confirmar, choverá em 15 dias de 1 a 3 vezes mais do que a média normal para outubro. Compare com o mapa que mostra a média de chuva normal para outubro.

 

 

 

Entenda como o El Niño influencia as frentes frias que chegam ao Brasil

 

 

 

Rio Grande do Sul terá mais chuva

Voltou a chover de forma generalizada e várias regiões acumularam mais de 50 mm de chuva em menos de 24 horas. Em Algumas áreas choveu mais de 100 mm, como em São Gabriel, que teve acumulado de 132,4 mm entre a meia-noite e 17 horas desta quarta-feira. Este volume é muito elevado e representa a média normal de chuva para outubro, que é de 136 mm.

 

 

 

As nuvens carregadas que se espalharam sobre o Rio Grande do Sul provocaram também uma intensa atividade elétrica. Levantamento feito pela Climatempo através da rede de monitoramento de raios EarthNetworks indicou 65.590 descargas elétricas (pontos vermelhos no mapa abaixo) entre 00h e 16h120 do dia 7 de outubro de 2015. Deste total, 13.459 foram descargas nuvem-solo, enquanto que o restante foi intranuvem ou nuvem-nuvem.

 

 

 

Acompanhe a evolução do fenômeno El Niño

 

Conheça alimentos que deixam a pele mais bonita e saudável