Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Por que ventou forte no Rio de Janeiro?

14/10/2015 às 15:52
por Josélia Pegorim

Fortes rajadas de vento ocorreram sobre a cidade do Rio de Janeiro no começo da tarde desta quarta-feira, 14 de outubro de 2015. Às 14 horas, as rajadas da direção sul alcançaram 55 km/h no Campo dos Afonsos, na zona oeste carioca, 44 km/h no aeroporto Santos Dumont, na zona sul e 41 km/h na base área de Santa Cruz, na zona oeste.

A ventania levantou muita poeira na região de uma obra de construção no bairro de Deodoro. Veja as imagens captadas por Luis Felipe e compartilhadas com a Climatempo pelas redes sociais.

 

 

 

 

 

Por que ventou forte?

A passagem de uma área de nuvens carregadas pelo oceano alterou a circulação natural dos ventos que sopravam da direção nordeste. Estes ventos quase paralelos ao litoral norte do Estado do Rio de Janeiro já estavam com velocidade moderada. A passagem das nuvens carregadas mudou a direção do vento para sul. Esta direção de vento é a que entra mais diretamente (frontal) sobre a cidade do Rio de Janeiro.

 

 

 

 

Um forte contraste térmico entre a temperatura da superfície do mar e o continente acelerou o fluxo de ar fazendo com que as rajadas de vento ficassem mais fortes.

 

 

 

Nesta quinta-feira, essa situação não deve se repetir. A área de nuvens carregadas se afasta cada vez mais do Rio de Janeiro. Uma grande e forte massa de ar seco ganha força sobre a Região Sudeste. O centro deste sistema ficará próximo do Rio de Janeiro, o que vai favorecer a diminuição do vento.

 

Calor

Cariocas e fluminenses devem se preparar para o aumento do calor nas próximas 48 horas. Não há expectativa de chuva. O céu deve ficar com pouca ou nenhuma nebulosidade na maior parte o dia, o que vai permitir um grande número de horas de sol forte. Temperaturas acima dos 35°C devem ocorrer em quase todas as regiões fluminenses, exceto na serra. Na cidade do Rio, o calor se aproxima ainda mais dos 40°C até a sexta-feira.

 

Uma nova frente fria chega ao Sudeste no fim de semana. Veja como será o efeito deste sistema na Região.