Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Ciclone tropical a caminho da Península da Arábia

31/10/2015 às 17:55
por Luiz Gozzo

2015 realmente é um ano de recordes e eventos históricos no quesito ciclones tropicais. Poucos dias após presenciarmos o furacão mais forte já registrado no Oceano Pacífico Leste (o Patrícia), estamos observando atualmente o desenvolvimento de um sistema bastante interessante e também histórico no mar da Arábia: o ciclone tropical Chapala.

 

Imagem de satélite do ciclone tropical Chapala no dia 30 de outubro de 2015 (Fonte: EUMETSAT)


Imagem de satélite do ciclone tropical Chapala no dia 30 de outubro de 2015 (Fonte: EUMETSAT)

O sistema começou como uma tempestade tropical, mas ao encontrar águas quentes em seu deslocamento em direção à Península Arábica, sofreu forte intensificação e tornou-se um ciclone tropical de categoria 4 em um período de menos de 24 horas! Os máximos ventos sustentados neste ciclones foram estimados em 241 km/h, com rajadas de até 296 km/h, na tarde desta sexta-feira.
Segundo o último boletim do Joint Typhoon Warning Center (JTWC), o Chapala tem agora ventos entre 203 e 212 km/h, provocando ondas de altura significativa máxima de 9 metros. Ele está se movendo em direção à costa do Iêmen com velocidade de 7 km/h.
Após a rápida intensificação, o sistema não mostrou mais sinal de fortalecimento, e possivelmente já começou a interagir com o ar seco da Península Arábica, o que irá fazer com que o sistema enfraqueça.

 

A ocorrência de ciclones tropicais com força de furacão no Mar da Arábia não são totalmente incomuns. A figura abaixo mostra a trajetória de todos os ciclones tropicais registrados ao redor do globo no período de 1851 a 2006. A região do Mar da Arábia está indicado com um círculo, e podemos ver que, apesar de não ser uma região com abundantes casos de ciclogênese tropical, existe um número razoável de sistemas registrados ao longo da história.

 

Trajetória dos ciclones tropicais registrados entre 1851 e 2006. O círculo vermelho indica a região do Mar da Arábia. (Adaptado da NASA)

 

Porém, se as previsões se confirmarem, o que fará o Chapala realmente especial é o fato de ele atingir a costa do Iêmen.
Segundo as previsões mais recentes do JTWC, ele deve perder força, chegando ao país no dia 02 de novembro, com a força de um furacão categoria 1, ou uma tempestade tropical. Mas como ele vai chegar a uma região desértica, estima-se que a chuva provocada pelo sistema, mesmo fraco, será 3 a 4 vezes maior do que a média esperada para a região durante todo o ano.
Apenas dois ciclones tropicais foram registrados atingindo a costa da Península Arábica, e ambos em Omã (Gonu, em 2007 e Phet, em 2010). Não há registro de um furacão que tenha atingido a costa do Iêmen, e o Chapala pode registrar mais essa marca histórica para os registros dos ciclones tropicais de 2015.