Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chapala entra no Iêmen nesta 3ª feira

02/11/2015 às 21:23
por Josélia Pegorim

 A ilha de Socotra, território do Iêmen no mar da Arábica, sentiu os efeitos da passagem do ciclone tropical Chapala, considerado ainda muito forte mesmo tendo enfraquecido nas últimas 24 horas. Chapala passou a cerca de 100 km de Socotra causando ondas enormes sobre a ilha, ventania de mais de 100 km/h e chuva torrencial. Segundo informação da imprensa internacional, já se tem notícia de pelo menos uma morte e inundações na capital Hadibu. Socotra tem características extremamente áridas, como toda a região da península arábica.

 

 

 

 

Às 18 UTC de 2 novembro de 2015 (15h em Brasília), pela a análise do Departamento de Meteorologia da Índia, responsável pelo monitoramento de ciclones tropicais nesta região do globo, o centro de Chapala estava a 110 km de Riayan, no litoral do Iêmen. É nesta região que Chapala deve tocar o efetivamente o solo do país. A previsão é de que Chapala entre em terra um pouco sul de Riayan em torno de 6 UTC desta terça-feira, 3 de novembro, com ventos da ordem de 120 km/h e rajadas de até 145 km/h.

O ciclone tropical Chapala vem encontrando camadas de ar muito secas nas últimas 48 horas, o que vem enfraquecendo o sistema. Até a manhã desta segunda-feira, 2 de novembro, Chapala estava na categoria “extremamente forte” e agora é considerado muito forte.

 

 

 

 

Chuva de vários em 1 dia

Além da ventania e de ressaca na costa do Iêmen, o país deve sofrer com chuva torrenciais e raras nas próximas 48 horas. Esta região é uma das mais secas do planeta. A média anual de chuva para a região de Al Mukalla, no litoral do Iêmen é de apenas 100 mm. O ciclone tropical Chapala poderá provocar em 24 horas o equivalente à chuva de vários anos.

 

Entenda as diferenças entre ciclone tropical, subtropical e exratropical

 

Chapala ao passar próximo de Socotra