Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Cantareira se aproxima do volume útil

14/12/2015 às 12:13
por Josélia Pegorim

O Sistema Cantareira continua em plena recuperação, ainda operando com água do volume morto, mas muito próximo de alcançar o limite mínimo volume útil.

A chuva volumosa de novembro e a continuidade das pancadas de chuva em dezembro, até com alguns temporais, proporcionaram uma grande elevação do nível de armazenamento. Em novembro nível de água subiu cerca de 3,4% ao longo do mês. Foi o novembro com mais chuvoso em 6 anos. De 1 a 14 de dezembro o nível dias de dezembro teve um aumento médio porcentual de 4,6%.

51% da chuva de dezembro em 14 dias.

No dia 14 de dezembro, segundo Sabesp, o Cantareira já tinha recebido 112,5 mm de chuva. Isto corresponde a 51% da média de chuva normal para dezembro que é de aproximadamente 219 mm. No ano passado, em 31 dias dezembro, choveu 165,5 mm.

 

 

 

O nível de armazenamento subiu um pouco mais nas últimas 24 horas. Sem considerar a reserva técnica (volume morto) o nível de água estava 5,0% negativo, ou 5% abaixo do limite mínimo do volume útil.

 

 

 

Com a previsão de mais chuva até o fim dezembro, com chance de chover forte em alguns dias, é possível que o nível de armazenamento alcance o mínimo do volume útil já em janeiro de 2016.

 

 

 

 

Observação: Este índice “negativo” é a porcentagem do volume armazenado sem a reserva técnica, em relação ao volume útil.

A Sabesp começou a divulgar este índice em 16 de abril de 2015. Em 6 de setembro de 2015, este índice alcançou seu menor valor que foi de 14,3% negativos. A partir daí, com as pancadas de chuva voltando a ocorrer com maior frequência, o nível foi subindo. Nestes últimos três meses, este índice teve quedas e elevações, mas nunca mais atingiu uma marca tão baixa como em setembro.