Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Menos calor e menos chuva na Grande SP

04/01/2016 às 12:26
por Josélia Pegorim

Atualizado 04/01/2016 às 21:59

A Grande São Paulo começou 2016 debaixo de temporais que provocaram alagamentos e enchentes. Mas a frente fria que provocou os temporais trouxe uma grande e forte massa de ar polar que começou a influenciar a região metropolitana de São Paulo neste início de semana. 

A queda da temperatura é um dos efeitos de uma grande e forte massa de ar polar que atua sobre o mar ao largo da costa do Sul e do Sudeste. Além de diminuir o calor, esta massa de ar polar também vai reduzir a chance e chuva sobre a Grande São Paulo esta semana. 

Por causa dos ventos úmidos do mar que chegam de manhã cedo, muitas áreas da Grande São Paulo podem amanhecer a terça-feira com céu nublado, com névoa, mas que depois se dissipa. O sol aparece sempre junto de muitas nuvens, mas que não vão provocar chuva.

 

Esta massa polar é muito forte para esta época do ano e vai manter as noites e o amanhecer fresquinhos na Grande São Paulo esta semana. Os ventos de origem polar que chegam ao longo do dia diminuem a sensação de calor.

 

 

Madrugada mais fresca em 2 anos

 

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura mínima em São Paulo nesta segunda-feira, 4 de janeiro de 2016, foi de 18,0°C medida no Mirante de Santana, na zona norte da capital.

Esta foi a menor temperatura para um dia de janeiro em dois anos. Em janeiro de 2015, a menor temperatura na capital paulista foi de 18,1°C. Em 25 de janeiro de 2014, a mínima foi de 16,4°C. A temperatura máxima ficou em torno dos 26°C.

A previsão é de que a temperatura mínima na madrugada desta terça-feira caiu um pouco mais, mas não deve ficar abaixo do valor mínimo de 25 de janeiro de 2014.

Confira a previsão da temperatura para São Paulo

 

Veja a análise da distribuição da chuva sobre o Brasil ao longo da semana