Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Recorde de calor em Salvador

08/02/2016 às 20:08
por Josélia Pegorim

A influência da Alta Subtropical do Atlântico diminuiu a nebulosidade e a chuva em muitas áreas do país nos últimos dias. O Tocantins também sentiu esta redução de nebulosidade, o que elevou a temperatura. Palmas, a capital do estado, bateu o recorde de calor. Salvador também teve recorde nesta segunda-feira.

Com a falta de nuvens e sem ar polar, o Sudeste continua registrando as mais altas temperaturas no país e também as mais baixas. A perda de calor pela atmosfera à noite tem sido maior por causa da pouca nebulosidade neste período.

Com a falta de chuva, o ar continua muito seco sobre o interior de Alagoas que voltou a registrar o menor índice de umidade relativa do ar no país.

 

Confira os recordes observados considerando as medições feitas pelo Instituto Nacional de Meteorologia no modo convencional para recordes de temperatura nas capitais, exceto quando não há este tipo de medição.

Os recordes diários de maior (menor) temperatura, umidade relativa, volume de chuva em 24h no país consideram as medições convencionais e automáticas.

 

 

Palmas (TO)

37,7°C

Tarde mais quente do ano

Maior temperatura máxima (igualou a marca de 06/02/16)

 

Salvador (BA)

32,7°C

Tarde mais quente do ano

Maior temperatura máxima

 

Nova Friburgo/Salinas (RJ)

12,9°C

Menor temperatura no Brasil

 

Palmeira dos Índios (AL)

16%

Menor umidade relativa do ar no Brasil

 

Alegre (ES) e Palmas (TO)

37,7°C

 maior temperatura no Brasil

 

Catalão (GO)

64,6°C

Maior acumulado de chuva/24h BR

10h 07/02/16 – 10h 08/02/16