Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

ASAS enfraquece nos próximos dias

10/02/2016 às 15:47
por Josélia Pegorim

Desde o início de fevereiro, o sistema de Alta Pressão Subtropical do Atlântico Sul (ASAS) se intensificou sobre o Brasil. Como todo sistema de alta pressão, sua atuação reduz a umidade no ar e consequentemente a nebulosidade e as condições para chuva.

O sistema de alta pressão funciona como uma espécie de “tampa” que dificulta o crescimento das grandes nuvens que provocam os temporais. Apesar do calor forte, a presença da alta pressão reduz a ocorrência da chuva convectiva.

 

 

 

 

 

Os efeitos da ASAS estão sendo sentidos nestes primeiros 10 dias de fevereiro especialmente sobre o Sudeste, mas também sobre parte do Nordeste, do Centro-Oeste, do Norte e até do Sul do Brasil.

Durante quase todo o mês de janeiro a ASAS ficou afastada do Brasil e a maioria das áreas do país ficou coberta de nuvens. A chuva caiu frequente e volumosa. A intensificação das ASAS em fevereiro reduziu bastante a nebulosidade e a frequência da chuva.

A atuação da ASAS fez com que o período de Carnaval fosse com predomínio de sol e poucos problemas com temporais. Mas a situação vai mudar nos próximos dias. Uma frente fria avança pelo litoral da Região Sudeste e chega ao Espírito Santo.

 

 

 

A ASAS começa a enfraquecer, o que vai facilitar o crescimento das nuvens convectivas. As pancadas de chuva vão ficar mais frequentes. Mas será que teremos tanta chuva como em janeiro? Confira o comentário da meteorologista Josélia Pegorim.

 

 

 

Cavado no centro-sul

Os mapas mostram a mudança esperada para a semana que vem. No lugar da alta pressão (A), teremos um cavado (curva vermelha) que tem uma atuação oposta da alta pressão. O cavado favorece a concentração de umidade e a formação de mais nuvens e a ocorrência de chuva.

 

 

 

Os mapas mostram a chuva estimada para o Brasil.