Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Brasil tem mais temporais nesta sexta

11/02/2016 às 23:20
por Josélia Pegorim

Atualizado 12/02/2016 às 10:53

 A semana que começou ensolarada e com pouca chuva, termina em temporais. Todo o país permanece quente, mas o aumento da nebulosidade e a chuva vão evitar que ocorram valores extremos, da ordem dos 40°C, como foi observado no Sudeste na terça e na quarta-feira.

Vários sistemas meteorológicos, em diferentes níveis atmosféricos, vão contribuir para a formação de nuvens carregadas que poderão provocar pancadas de chuva extremamente fortes, com potencial para a acumular mais de 30 mm de chuva em apenas 1 hora de chuva.

A ZCIT – Zona de Convergência Intertropical – alimenta parte do Norte com umidade. Uma frente fria vai ajudar no crescimento das nuvens entre a Bahia, o Espírito Santo e Minas Gerais. Circulação da Alta da Bolívia ajuda formar áreas de instabilidade entre Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul, o Sul do Brasil e o Paraguai. Mas o ar muito quente que está sobre o Brasil é fornece energia para a formação das nuvens de temporais. Outro fator importante para o aumento da chuva é o enfraquecimento da Alta Subtropical do Atlântico Sul.

 

 

 

O mapa mostra locais onde ocorreram verdadeiras tempestades na tarde e noite de 11 de fevereiro de 2016, de norte a sul do Brasil. A hora de referência é a de Brasília.

Belém (PA): 50,0 mm entre 16h e 18h

Imperatriz (MA): 29,6 mm entre 16h e 17h

Manicoré (AM): 43,8 mm entre 18h e19h

Rio Branco (AC): 50,2 mm entre 14h e16h

Duque de Caxias (RJ): 60,2mm entre 18h e19h, 79,0mm entre 18h e 20h

Pradópolis (SP): 56,8 mm entre 16h e17h

Ourinhos (SP): 56,6 mm entre 20h e 21h

São Luiz Gonzaga (RS): 44,8 mm entre 10h e 21h