Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Brasília tem madrugada mais quente do ano

24/02/2016 às 11:48
por Josélia Pegorim

A madrugada de 24 de fevereiro foi a mais quente do ano até agora em Brasília. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou uma temperatura mínima de 20,5°C. O recorde anterior era de 20,2°C nos dias 12 e13 de fevereiro. Este valor é de 3,1°C maior do que a média histórica de temperatura mínima para este mês que é de 17,1°C ( Inmet - 1961-1990).

 

Entenda como a nebulosidade deixa o ar mais abafado

 

A nebulosidade que ficou sobre o Distrito Federal na madrugada desta quarta-feira se transformou numa espécie de cobertor e ajudou a reter o calor. A imagem de satélite mostra a camada de nuvens sobre a região. São nuvens dos tipos alta e média, que não provocam chuva.

 

 

 

Pouca chuva

Além do calor atípico, Brasília está tendo um dos fevereiros mais secos de sua história. Em 24 dias, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, choveu apenas 66,1 mm. Por enquanto, este é o terceiro menor volume de chuva acumulado em um mês de fevereiro de 2016. O fevereiro mais seco desde 1961 foi o de 2010, quando choveu apenas 37,2 mm.

Como agora, a falta de chuva em fevereiro de 2010 também deixou Brasília mais quente. A expectativa até o fim do mês é de muito sol e poucas pancadas de chuva sobre o Distrito Federal.

 

 

 

 

Fevereiro mais quente da história

Fevereiro de 2016 poderá ser o fevereiro mais quente já registrado em Brasília, em 55 anos, desde 1961, quando o Instituto Nacional de Meteorologia iniciou a medições meteorológicas na cidade.

A média das temperaturas máximas até agora, em 18 dias, foi de 30,1°C, 3,4°C acima de média climatológica que é de 26,3°C. A média das temperaturas mínimas foi de 18,8°C, valor 1,4°C acima de média climatológica que é de 17,4°C.

Por enquanto, as madrugadas de fevereiro de 2016 são comparáveis às de fevereiro de 2010, quando a média das temperaturas mínimas foi de 18,9°C. Mas Brasília nunca teve tardes de fevereiro tão quentes como este ano. A tabela mostra as médias das temperaturas mínimas e máximas na capital federal nos últimos 10 anos.