Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Grande SP ainda tem chuva nesta sexta

10/03/2016 às 23:50
por Josélia Pegorim

Atualizado 11/03/2016 às 08:42

A chuva diminui na Grande SP em relação a ontem, mas por causa dos grandes volumes observados entre a quinta-feira e a madrugada desta sexta, a situação é de atenção para novos deslizamentos de terra. 

 

A chuva que atingiu a região metropolitana entre a noite desta quinta (10) e madrugada desta sexta (11) também alagou estações da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e prejudicou os usuários. Passageiros passaram a madrugada dormindo dentro dos trens e plataformas. Na manhã desta sexta-feira a CPTM informou que a situação foi normalizada.  A chuva também interditou o Aeroporto Internacional de Cumbica que opera normalmente nesta manhã.

 

Ao menos 12 pessoas morreram em deslizamentos após chuva forte atingir a Grande São Paulo. Segundo o Corpo de Bombeiros, nove pessoas morreram em um deslizamento em Francisco Morato e três na cidade de Mariporã, na Grande SP.

 

A cidade de Santa Isabel novamente ficou alagada, a segunda vez nesta semana. A água entrou mais de 20 centímetros em casas. Na região central da cidade, a rua parecia um rio.

 

 

 

 

A pista expressa da rodo via Presidente Dutra que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, está totalmente bloqueada no km 191, sentido Rio, na altura da cidade de Santa Isabel. O motivo é uma queda de barreira que provocou a interdição no início da madrugada desta sexta-feira (11), segundo a concessionária NovaDutra.

 

A rodovia Anhanguera também está totalmente interditada por causa de um alagamento no km 36, região de Cajamar. A rodovia SP 332 (antiga estrada velha de Campinas) também está interditada após quedas de seis barreiras, entre os km 39 e 49. Não há previsão para a liberação das pistas.

 

Confira agora os maiores acumulados de chuva em São Paulo entre quinta e a madrugada desta sexta-feira 11/03:

 

 

A sexta-feira ainda é de atenção na Grande São Paulo, não mais para chuvas fortes e volumosas, mas para o risco de alagamentos, transbordamento de córregos, queda de barreiras e deslizamento de terra, já que choveu muito nas últimas 24 horas e qualquer chuva que caia hoje na Grande SP pode trazer mais problemas. Áreas do litoral paulista, do Vale do Paraíba, da Serra da Mantiqueira, além de regiões ao norte e nordeste do estado de São Paulo, próximas da divisa com o Sul de Minas e com o Triângulo Mineiro ficam em atenção para o risco de temporais.

 

 

A chuva deve diminuir ao longo da tarde e da noite. A tendência para o fim de semana é de que o tempo fique seco, com sol e algumas nuvens na maioria das regiões paulistas. O leste do estado, onde estão a Grande São Paulo e o litoral terão muitas nuvens, mas pouca chuva. A temperatura fica amena.

 

Números da chuva na Grande São Paulo

A chuva prolongada e generalizada da tarde e noite de 10 de março que caiu sobre a Grande São Paulo causou alagamentos e uma grande elevação do no nível dos rios e córregos. Em várias horas choveu com moderada a forte intensidade. Alguns córregos transbordaram e outros passaram várias horas em situação de alerta, atenção ou emergência.

Até 22h40 da quinta-feira, 10, pelas informações do SAISP – Sistema de Alerta e Inundações do Estado de São Paulo, haviam transbordado os córregos Ponte Rasa, Morro do S, Poá e o Perus.

Às 22h50, vários locais de monitoramento rio Tietê estavam em situação de alerta ou atenção por causa da elevação do nível do rio. O nível era de emergência na altura de Mogi das Cruzes (estaleiro) e no Jardim Romano, na zona leste da capital. Após o nível de emergência vem o nível de transbordamento. O rio Pinheiros, na altura da ponte João Dias estava em atenção. O rio Aricanduva, na altura do shopping, e o Ribeirão dos Couros (FORD, São Bernardo) estavam em emergência.

Pelas medições do SAISP, Às 22h50 já havia chovido, em 24h, quase 90 mm na região do córrego Pirajuçara e 81 mm na região do córrego Poá. Para efeito de comparação, a média normal de chuva na cidade de São Paulo em março fica em torno de 160,0 mm.

 

Confira outros volumes elevados até 22h50