Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Jundiaí: chuva de um mês em 24h

11/03/2016 às 09:33
por Angela Ruiz

Atualizado 11/03/2016 às 12:06

Jundiaí foi mais uma cidade paulista que sofreu com a chuva volumosa entre a tarde do dia 10 e a madrugada de 11 de março. Diversas áreas da cidade registraram mais de 100 mm de chuva. O Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas (CIIAGRO), registrou 154,0 mm de chuva das 7h do dia 10 às 7h do dia 11 de março. Já o CEMADEN – Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais, registrou 150,6 mm na região de Santa Gertrudes, 126,2 mm no Jardim Tamoio e 118,6 mm no Jardim Floresta, todos no período entre 11 horas de ontem e 11 horas de hoje. A média do mês de março é de 168 mm. Choveu em 24 horas praticamente tudo que normalmente deveria cair em um mês.

Ainda há condições para mais chuva hoje, mas não deve chover por tantas horas e nem de forma tão intensa como ontem.

 

 

De acordo com os meteorologistas da Climatempo, a sexta-feira ainda é de alerta para chuva forte em Campinas, Vale do Paraíba, litoral norte e região da Mantiqueira.

A circulação dos ventos vão manter as condições de umidade estimulando a formação de áreas de instabilidade na divisa com São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.  A cidade de Sorocaba está livre de temporais.

 

As imagens de satélite (manchas azuis e vermelhas) mostram o deslocamento da instabilidade. 

 

 

Durante o fim de semana a chuva diminui em Campinas, mas ainda pode chover de fraca a moderada intensidade no Vale do Paraíba, litoral norte e região da Mantiqueira. A temperatura fica amena com a chegada de ar polar pela região. Não há risco de voltar a chover de forma generalizada.

 

Chuva forte em Campinas

 

Córregos transbordaram na noite de quinta-feira (10) na Região Metropolitana de Campinas por causa da chuva forte e generalizada. No Distrito de Sousas, os moradores ficaram ilhados. O Rio Atibaia transbordou e a ponte na região central ficou interditada, mas já está liberada.

 

Um trecho da Rodovia Dom Pedro I (SP-065) chegou a ficar interditado na altura do trevo de Valinhos com o Distrito de Joaquim Egídio, mas já foi liberada. A rodovia Anhanguera também está totalmente interditada por causa de um alagamento no km 36, região de Cajamar. A rodovia SP 332 (antiga estrada velha de Campinas) também está interditada após quedas de seis barreiras, entre os km 39 e 49. Não há previsão para a liberação das pistas.