Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Umidade do ar baixa

07/04/2016 às 11:55
por Angela Ruiz

Atualizado 07/04/2016 às 14:26

A grande e forte massa de ar seco que se expandiu sobre Brasil derrubou os índices de umidade na maioria das áreas do Sudeste, do Centro-Oeste, interior do Nordeste e parte do Sul do país.

 

Na tarde de ontem, o menor índice de umidade no país foi de 17% em Palmeira dos Índios, interior de Alagoas, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Nesta semana, em muitas outras áreas do Brasil está sendo comum observar índices abaixo de 60% que é o mínimo recomendado pela OMS – Organização Mundial de Saúde.  A projeção para os próximos dias é que o ar fique um pouco mais seco sobre o país. Só a região Norte, costa norte do Nordeste, áreas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina terão chuvas frequentes no fim de semana.

 

Além do ar muito seco, a população deve ficar atenta ao calor que vai continuar acima do normal. Muitas cidades do interior do Paraná, Região Sudeste, Centro-Oeste e interior do Nordeste vão registrar temperaturas de 34°C a 38°C.  

 

 

 

De acordo com os meteorologistas da Climatempo, nos próximos dias a região central do Brasil,  terá muito sol, calor e tempo seco. Os principais efeitos da baixa umidade são secura na garganta e nos olhos e problemas respiratórios.

O ar seco é preocupante, já que durante o outono/inverno, é comum a umidade relativa do ar nas grandes cidades cair até abaixo dos 30%. O ideal, de acordo com a OMS - Organização Mundial de Saúde, é que ocorra uma variação entre 50 e 80%. É por isso que, quando os níveis estão entre 20 e 30%, as regiões entram em estado de atenção.