Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Frente fria vai chegar ao Centro-Oeste

24/04/2016 às 15:31
por Aline Tochio

Atualizado 24/04/2016 às 15:33

Abril está sendo um mês atípico na maior parte do Brasil, e no Centro-Oeste não foi diferente. Temperaturas muito acima da média e recordes históricos foram registradas na Região.

 

Cuiabá, capital de Mato Grosso, ganhou um recorde calor no dia 7 de abril, quando completou 297 anos. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura máxima foi de 38,9°C, a maior em 2016 até agora. Foi recorde histórico para um dia de abril desde 1912.

 

Brasília também ganhou um recorde de calor neste mês. A tarde de 7 de abril de 2016 foi a mais quente para um dia de abril desde o início das medições pelo Instituto Nacional de Meteorologia, em setembro de 1961. A temperatura máxima foi de 31,3°C. Foi a primeira vez que os termômetros superaram os 31°C em Brasília em um dia de abril.

 

Em Goiânia, a temperatura máxima também no dia 7 de abril foi de 34,0°C. Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, esta foi a maior temperatura em um dia de abril desde 2012, quando também fez 34°C nos dias 05 e 06.

 

Em Campo Grande, a temperatura máxima está cerca de 5 graus acima do normal. Entre os dias 01 e 23 de abril, a média das temperaturas máximas era de 33,4°C, sendo que a média normal é de 29,2°C. Desde o dia 29 de março, a temperatura máxima na capital não baixou de 32ºC. Segundo medições da estação automática do INMET, a maior temperatura registrada este ano em Campo Grande é de 35,6ºC, em 18 de março.

Além de quente, abril está sendo muito seco no Centro-Oeste de forma geral. O INMET não registrou chuva em Goiânia e nem em Brasília. Em Cuiabá choveu cerca de 80 milímetros, enquanto a média é de 123 mm. E em Campo Grande choveu 34 mm, sendo que a média do mês é de 101 mm.

 

Vem mudança por aí!

 

Mas esta última semana de abril será marcada por grandes mudanças no tempo no Centro-Oeste do Brasil. Uma frente fria intensa e bem organizada, com ar polar forte e que vai entrar pelo interior do continente, já começa a virar o tempo nesta segunda-feira em Mato Grosso do Sul. A previsão é de temporais para o centro-sul e oeste do Estado, inclusive na capital Campo Grande. Goiás e DF continuam quentes e secos.

Na terça-feira o ar polar entra em Mato Grosso do Sul e chega até o sul de Mato Grosso. O contraste térmico desse ar polar com o ar quente da região forma nuvens carregadas, e há previsão de chuva desde cedo em Cuiabá, até com risco de temporais.

 

Ar polar entra com força

 

A massa de ar polar dessa frente fria é continental, ou seja, ela entra pelo continente e avança até o interior do Brasil. Isso potencializa a queda da temperatura no Centro-Oeste, e até mesmo no sul da região Norte. Mato Grosso do Sul já deve esfriar bastante na noite de terça-feira. A queda de temperatura será intensa, da ordem de 10 graus em 24 horas no Estado.

Entre quarta e quinta-feira, muitas áreas de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul podem ter recordes de frio para este ano.

Goiás começa a sentir os efeitos dessa tão esperada frente fria na tarde de terça-feira, mas a queda da temperatura não será tão intensa.