Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Chuva derruba a temperatura no interior de SP

10/05/2016 às 18:03
por Josélia Pegorim

Atualizado 10/05/2016 às 18:07

A nebulosidade e a chuva que se espalharam sobre São Paulo causaram grande queda da temperatura no interior estado nesta terça-feira. Em cidades do centro-oeste e noroeste do estado, a queda foi de 5°C a quase 15°C em 24 horas. Em Jales, onde choveu o dia todo, a temperatura às 15 horas nesta terça-feira estava em torno de 19°C e na segunda, no mesmo horário fazia um calor de 33°C!

Mais chuva

Uma frente fria avança pelo litoral paulista nesta quarta-feira e reforça as áreas de instabilidade que já estão sobre o estado. A nebulosidade continua e as condições para chuva aumentam. Pode chover com moderada intensidade.

A temperatura vai permanecer amena nos próximos dias em São Paulo. Além da nebulosidade e da chuva que ainda devem predominar por mais dois dias, o vento frio de uma massa polar também chega a São Paulo a partir da tarde desta quarta-feira. A combinação de muita umidade e ventos moderados vão aumentar a sensação de frio em muitas áreas do estado. As madrugadas tendem a ficar mais frias em todo o estado até o fim da semana, mas o frio não será intenso como no fim de abril e no comecinho de maio.

 

Por que as madrugadas ficaram menos frias na Grande São Paulo?


Muita gente sentiu que o ar ficou um pouco abafado nas últimas madrugadas e diminuiu o número de cobertores em relação à semana passada. A temperatura da madrugada subiu quase 7°C desde o inicio de maio. No dia 1 de maio, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 10,7°C de temperatura mínima no Mirante de Santana. Nesta terça-feira, 10, a mínima foi de 17,7°C. Foi a maior temperatura mínima na cidade de São Paulo desde 26 de abril, quando a mínima foi de 20,1°C. Logo depois veio a forte onda de  frio do fim de abril que derrubou a temperatura do Sul ao Norte do Brasil.

As madrugadas ficaram menos frias em todo o estado de São Paulo nos últimos dias basicamente por dois motivos: o ar polar intenso já não influencia mais o Brasil e grande quantidade de nuvens durante a madrugada ajudou a reter o calor. A nebulosidade funcionou como um cobertor impedindo que o ar perto da superfície esfriasse muito.

Entenda como a nebulosidade interfere na temperatura