Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Recorde de frio em Florianópolis e em Curitiba

24/05/2016 às 17:03
por Angela Ruiz

Atualizado 25/05/2016 às 09:19

A nova e forte massa de ar polar que entrou no Brasil esta semana derrubou a temperatura no centro-sul do país e também provocou nova friagem no Acre e em Rondônia.

 

Em Florianópolis, capital de Santa Catarina, a manhã de 24 de maio foi a mais fria de 2016 até agora. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou uma temperatura mínima de 9ºC. O recorde anterior de frio deste ano era de 9,2ºC, no dia 01 de maio.  Em Urupema,  no alto da serra catarinense, os termômetros registraram -3,8°C nesta terça-feira, a menor no Brasil, pela medição dp Epagri-Ciram.

 

Recorde de frio em Curitiba

Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, a tarde de 24 de maio foi a mais fria deste ano em Curitiba, capital do Paraná,com temperatura máxima de apenas 14,9°C. O recorde anterior era de 15,0°C em 19 de maio.

 

Confira as temperaturas negativas de 24/05/16

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esta massa polar que entrou no centro-sul do país começa a se afastar da Região Sul nesta quarta-feira e a madrugada será menos fria. O dia amanhece com nevoeiro em várias áreas da Região Sul, mas logo se dissipa e dá lugar o sol. Não há expectativa de chuva.  

 

Feriado

O feriado de Corpus Christi começa com nevoeiro em Florianópolis, mas o sol aparece e a temperatura sobe um pouco mais, principalmente no período da tarde. No oeste catarinense, áreas de instabilidade que chegam do Paraguai provocam pancadas de chuva a qualquer hora do dia. O fim de semana será de tempo instável com chuva.

 

Em Curitiba, o feriado de Corpus Christi amanhece frio e com nevoeiro, mas o sol deve aparecer ainda pela manhã. Algumas nuvens se formam durante o dia, mas não chove. A temperatura fica agradável a tarde.

 

 

 

Mar agitado

 

O mar voltou a ficar bastante agitado na costa sul do Brasil, após a passagem de um ciclone extratropical pelo Atlântico Sul, ao largo da costa da Argentina e do Uruguai. O mar começa a baixar nesta quarta-feira no Sul, mas ainda fica agitado. A altura das ondas diminui, mas ainda poderão ocorrer picos de 1,5 metros no litoral da Região Sul.

Outra agitação marítima deve ocorrer durante o feriado prolongado