Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

MS terá mais temporais

27/05/2016 às 11:45
por Josélia Pegorim

Atualizado 27/05/2016 às 11:58

Novas áreas de instabilidade crescem sobre o Mato Grosso do Sul espalhando nuvens carregadas sobre estado com potencial para provocar chuva forte, com raios e até granizo.

Em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, as pancadas de chuva e raios começaram na manhã desta sexta-feira. Pouco depois de 9 horas (horário  de Brasília), o radar meteorológico de Jaraguari, operado pelo Cemaden, detectou núcleos de chuva muito intensa na região de Campo Grande, com potencial para granizo. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou rajadas de vento de 40 km/h a 50 km/h na hora da chuva intensa.

Durante a noite do feriado de Corpus Christi, e quinta e a madrugada desta sexta-feira, a chuva caiu forte no sul de Mato Grosso do Sul. Em Amambaí choveu 75 mm entre 10 horas do dia 26 e 10 horas de 27 de maio, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia.

 

 

 

Mais chuva

A queda da pressão atmosférica entre o Brasil e Paraguai gera as nuvens carregadas que vão continuar espalhadas sobre Mato Grosso do Sul pelo menos até a quarta-feira, 1 de junho. Até lá, fortes pancadas de chuva poderão ocorrer em áreas do centro, oeste, sul e leste do estado. Nos próximos cinco dias, o total de chuva acumulada pode até superar 100 mm em alguns locais.

 

 

A chuva de maio já está bastante acima da média no centro-sul de Mato Grosso do Sul, o que deixa os rios com nível acima do normal para esta época do ano, quando normalmente já se teria pouca chuva. Em Campo Grande já choveu em 27 dias cerca de 180 mm, sendo que média para maio é de aproximadamente 110 mm.