Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Sudeste tem muita chuva nesta terça

06/06/2016 às 23:03
por Josélia Pegorim

 

Grandes áreas de instabilidade atuam sobre o interior da Região Sudeste associadas a uma frente fria que avança para o litoral do Espírito Santo nesta terça-feira.

Nas imagens de satélite das 18 horas e das 21 horas da segunda-feira, 6 de junho, o centro e norte de Minas Gerais e o Espírito Santo ainda estavam com pouca nebulosidade, o que representado pelo tom de marrom. Nuvens carregadas (manchas azuladas e vermelhas) se espalhavam sobre São Paulo, Rio de Janeiro, sobre a Região do Triângulo Mineiro, Sul de Minas e Zona da Mata Mineira.

 

 

 

 

A distribuição das nuvens muda nesta terça-feira. A nebulosidade mais carregada vai saindo de São Paulo no decorrer do dia e o risco de novas tempestades vai sendo afastado até o fim da manhã. Mas No Rio de Janeiro, no centro-sul e oeste de Minas Gerais, o risco de temporais ainda é alto o dia todo.

O noroeste de Minas Gerais e o Vale do Jequitinhonha ainda ficam secos e quentes, mas no Vale do Rio Doce e no Espírito Santo, a nebulosidade aumenta e as pancadas de chuva ocorrem à tarde e à noite. Pode chover e ventar forte.

 

Radar RJ: acompanhe a evolução da chuva

 

Raios e fortes rajadas de vento podem ocorrer nos quatro estados do Sudeste. Na cidade do Rio de Janeiro, uma rajada chegou aos 71 km/h  às 21 horas no forte Copacabana. Jales, no interior de São Paulo, teve rajada de 64 km/h às 20 horas e Monte Verde, no Sul de Minas, teve duas rajadas de 61 km/h às 18 e às 19 horas. Os dados são do Instituto Nacional de Meteorologia

 

Radares Climatempo-USP: saiba os caminhos da chuva na Grande SP

 

A partir do dia 8, a chuva dá trégua em São Paulo. No Rio de Janeiro e no centro-sul de Minas Gerais, a chuva para a partir de quinta-feira, 9 de junho.

 

Acompanhe a previsão para a Região Sudeste

 

Frio à vista

Três massas polares avançam sobre o centro-sul do Brasil nos próximos dias trazendo frio não só para o Sul, mas também para o Sudeste, Centro-Oeste e nova friagem para o Acre e Rondônia.

No Sudeste, a mistura de muita nebulosidade e ar polar baixam a temperatura em São Paulo, no centro-sul de Minas Gerais e no Rio de Janeiro. A sensação de frio no fim da tarde deve ser maior o que ao amanhecer.

A partir do dia 9 de junho, com o reforço do ar polar, a queda da temperatura começa a ser sentida no Espírito Santo e no norte de Minas Gerais, mas de forma leve ainda. Entre os dias 10 e 13, o ar polar vai atuar com mais força.

A ação conjunta destas três massas polares vai fazer com que o Sudeste registre as menores temperaturas do ano até agora.

 

Semana de frio congelante no Sul

 

Geada em São Paulo

Os agricultores do sul de São Paulo devem ficar atentos para um forte resfriamento a partir do dia 8 de junho. Há risco de geada entre os dias 9 e 13 de junho. A temperatura deve ficar próxima de zero em várias áreas da Região.

 

Mar agitado

O mar vai ficar muito agitado a partir da quarta-feira por causa do deslocamento de um grande ciclone extratropical pela costa da Argentina e do Uruguai. Há risco de ressaca no litoral do Rio de Janeiro na sexta-feira