Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Recorde de menor temperatura em SP nos próximos dias

07/06/2016 às 16:08
por Angela Ruiz

Atualizado 08/06/2016 às 09:50

A quarta-feira amanheceu fria com temperatura mínima de 10,2°C registrada pelo Instituto Nacional de Meteorologia na estação do Mirante de Santana, zona norte da cidade de São Paulo. A menor temperatura registrada em 2016 pelo INMET foi de 9,5°C, no dia 24 de maio. Portanto, a capital ainda não bateu novo recorde nesta quarta, mas vem muito mais frio por aí e a semana deve terminar com recordes sucessivos.   


Muito frio 

Depois da chuvarada, a população da capital paulista e da Grande São Paulo deve se preparar para dias de muito frio, com noites geladas. Muita gente terá dificuldade para sair dos cobertores de manhã cedo nos próximos dias.  Todas as cidades paulistas irão bater recordes consecutivos de menor temperatura mínima do ano até o início da próxima semana.

 

Até o fim da semana, a cidade de São Paulo pode bater um novo recorde de frio para 2016 e pode gear na região metropolitana. 

 

Prepare-se para dias gelados! 

Leia mais sobre o frio congelante aqui 

 

Tarde de 7 de junho foi a mais fria do ano

A umidade alta e a entrada de ar polar em São Paulo não deixaram a temperatura subir nesta terça-feira (07) e a capital paulista bateu novo recorde de tarde mais fria do ano.

De acordo com as medições do Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura máxima não passou de 14,8°C no Mirante de Santana, na zona norte da cidade. O recorde anterior de menor máxima era de 16,5°C nos dias 16/05 e 29/04. 

Para um dia de junho, a temperatura na tarde desta terça-feira foi a mais baixa desde 23 de junho de 2008,quando a máxima foi de 14,5°C.

 

 

 

São Paulo tem terceiro junho mais chuvoso em 73 anos

 

Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, do dia 1 até 9 horas do dia 7 de junho, já choveu 203,4 mm na região da estação meteorológica do Mirante de Santana, na zona norte da capital. Isto representa quatro vezes mais chuva do que a média normal para junho, que fica em torno dos 50 mm.

 

A coleta de dados meteorológicos neste local é feita desde 1943. Este é o terceiro junho mais chuvoso em 73 anos de medições, superado pelo junho de 1983 quando choveu 220,7 mm e pelo junho do ano de 2012, que acumulou 233,7 mm, que é o junho mais chuvoso já registrado no Mirante de Santana. No histórico de dados, de 1943 a 2016, a marca de 200 mm acumulados em junho foi superada apenas nestes três anos.

 

Não se pode descartar a possibilidade do volume de chuva em junho de 2016 aumentar um pouco mais, pois estamos apenas no sétimo dia do mês. Porém, a chance de chover é bastante baixa nos próximos 10 dias. Depois de uma semana de temporais, o ar polar vai predominar sobre São Paulo durante vários dias. A tendência é de diminuição da umidade e com a temperatura baixa, as condições para a formação de grandes nuvens também fica reduzida.