Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

São Paulo mais quente e mais seca

16/06/2016 às 16:00
por Josélia Pegorim

Atualizado 17/06/2016 às 12:21

 

Com o sol forte e o afastamento do ar polar, a temperatura voltou a subir na Grande São Paulo. A temperatura máxima às 15 horas foi de 25,0°C.  A mínima foi de 9,0°C. A tarde de 16 de junho foi a mais quente na capital paulista desde 22 de maio, quando a máxima alcançou 26,5°C.Pelas medições do Instituto Nacional de Meteorologia a cidade de São Paulo teve 9 dias consecutivos com temperatura na madrugada em torno ou abaixo dos 10°C e 8 dias com temperatura à tarde igual ou abaixo de 20°C.

A média das temperaturas mínimas e máximas da primeira quinzena de junho ficou quase 2°C abaixo das médias históricas.

 

A Grande São Paulo continua com muito sol e poucas nuvens nesta sexta-feira. Com ar parado, quase sem vento, a poluição aumenta e qualidade do ar deve continuar ruim como nesta quinta-feira. Durante grande parte do dia, a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) registrou qualidade do ar  ruim na região de Congonhas, na ponte dos Remédios (marginal Tietê) e em Guarulhos, por causa da quantidade inadequada de MP2,5. Este poluente é uma poeira fina que penetra facilmente nas vias respiratórias e tem maior chance de atingir os alvéolos agravando doenças respiratórias.

 

Sem frio intenso

Depois de quase 15 dias congelantes, a segunda quinzena de junho vai dar até um pouco de calor para a Grande São Paulo. Não há previsão de que fortes massas polares passem pela cidade. Uma mudança na direção dos ventos, nos níveis mais elevados da atmosfera, vai manter o ar polar intenso afastado da Região Sudeste por vários dias. O frio abaixo de zero sentido em várias cidades do interior paulista vai demorar para voltar. Pelo menos nas próximas mais três semanas, o ar polar que passar pelo estado de São Paulo não terá força para causar o frio extremo dos últimos dias.

 

Não confunda sol com calor

Os dias mais frios em junho foram marcados por sol forte e céu azul. Os dias menos frios, por muitas nuvens e chuva.

 

 

 

A meteorologista Josélia Pegorim explica as estranhas expressões "não confunda sol com calor e nem frio com chuva" analisando o comportamento da temperatura em São Paulo na primeira quinzena de junho. Confira!

 

 

 

 

No fim de semana, uma frente fria vai passar pelo litoral paulista, mas sem força para causar grandes mudanças no tempo. A nebulosidade aumenta em algumas áreas do estado de São Paulo, mas o sol predomina. Pode chover fraco no litoral durante o domingo.

A Grande São Paulo também terá aumento de nuvens no fim da semana e pode ate chuviscar no fim da tarde e noite do domingo.