Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

BR seca cada vez mais

05/07/2016 às 12:06
por Josélia Pegorim

 

A persistência de um grande sistema de alta pressão atmosférica sobre o Brasil vem reduzindo o nível de umidade no ar em todas as Regiões do país. A consequência imediata da grande massa de ar seco que se estabelece sobre o Brasil é a redução da nebulosidade e da chuva.

A presença desta massa de ar seco sobre o interior do Brasil nesta época é muito comum. Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, na tarde de ontem, 4 de julho, cidades de 15 estados brasileiros, de todas as regiões do país, registraram umidade relativa do ar (ura) igual ou abaixo de 30%. O menor nível no país foi em Caracol, no Piauí, onde a ura chegou aos 10%.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que o menor nível de umidade do ar para o conforto do ser humano não baixe dos 60%. Mas ontem, muitas áreas do Brasil ficaram várias horas com umidade abaixo dos 30%.

 

Confira os estados onde a ura ficou igual ou abaixo do 30% em 04/07/16, pela medição automática do Instituto Nacional de Meteorologia.

Piauí (10%), Paraíba (20%), Mato Grosso (22%), Tocantins (22%), Maranhão (23%), Goiás (23%), Bahia (25%), Ceará (25%), Mato Grosso do Sul (26%), São Paulo (27%), Pernambuco (28%), Rio Grande do Norte (28%), Rondônia (30%), Minas Gerais (30%), Paraná (30%).

 

 

 

 

Qualidade do ar piora

A poluição existe em qualquer lugar, por diferentes poluentes, em maior ou menor quantidade dependendo da época do ano e especialmente das condições meteorológicas.

A falta de chuva prolongada e de ventos são os principais fatores meteorológicos que contribuem para o aumento da concentração de poluentes em um lugar. É esta situação que está sendo observada há vários dias em grande parte do Brasil.

Nos centros urbanos estamos acostumados com a fumaça dos veículos, mas no interior tem a poeira em suspensão e também a fumaça de queimadas e incêndios florestais.

O ar está ficando cada vez mais empoeirado e as condições para chuva vão continuar baixas para grande parte do país nos próximos dias. A passagem de uma frente fria provoca chuva no Sul. Em Mato Grosso do Sul e em São Paulo, a umidade pode aumentar um pouco nas próximas 48 horas, mas a chance de chover é baixa. A maioria das áreas do Sudeste, do Centro-Oeste, do Nordeste e do Norte vão continuar sem chuva.

 

O mapa mostra a projeção de chuva para o Brasil para os próximos cinco dias. A cor branco indica ausência de chuva.

 

 

 

A qualidade do ar piora com o tempo seco e vários problemas de saúde se agravam. Confira algumas dicas para driblar a secura do ar