Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Capitais do Sul e Sudeste esfriam mais

17/07/2016 às 18:29
por Josélia Pegorim

O ar polar continua tendo forte influência sobre o Sul nesta segunda-feira e aumenta sua atuação sobre o Sudeste. De forma geral, esfria mais nas duas Regiões nesta segunda-feira, com grande sensação de frio na madrugada e nas primeiras horas da manhã.

A segunda-feira,18, amanhece mas fria do que o domingo e todas as capitais do Sul e do Sudeste e algumas podem ter novo recorde.

O ar frio refrescou Belo Horizonte no domingo e a capital mineira ficou um pouquinho menos quente. Mas nesta segunda-feira, BH esfria e poderá ter novo recorde de frio ao amanhecer. Pela mediação oficial do Instituto Nacional de Meteorologia na estação meteorológica de Santo Agostinho, que opera desde 1910, a menor temperatura em 2016 em Belo Horizonte foi 10,3°C, em 14 de junho.

A influência do ar polar esta semana vai manter as noites frias em Belo Horizonte e em todo o estado de Minas Gerais, mas o ar segue seco. Não há previsão de chuva para Belo Horizonte.

 

Em São Paulo não deve haver novo recorde de frio, mas semana será com noites e inícios de manhã frios e tardes amenas. A sensação será de frio, mesmo com a presença do sol.

O ar polar também vai influenciar Vitória durante toda a semana mantendo a temperatura amena. A sensação será de um pouco de frio.

Rio de Janeiro também terá uma semana fria, com termômetros bem abaixo dos 30°C, mas não deve bater recorde. O Rio e Vitória são as únicas capitais do Sudeste que poderão ter alguma chuva esta semana.

 

Em Curitiba, a tarde do domingo foi a terceira mais fria do ano, com temperatura máxima de 13,4°C, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia. O recorde atua de menor temperatura máxima é 11,3°C, em 21 de junho.

A capital do Paraná esfria mais nesta segunda-feira e poderá bater o recorde de frio deste ano, com novo evento de geada. Por enquanto, a menor temperatura em Curitiba em 2016 é de 0,8°C abaixo de zero, no dia 13 de junho.

 

 

 

Em Porto Alegre, a tarde do domingo, 17 de julho, foi a segunda mais fria em 2016. Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura máxima foi 11,7°C. O recorde atual de menor temperatura máxima em Porto Alegre e de tarde mais fria do ano é de 10,4°C, em 19 de junho.

Porto Alegre e Florianópolis não devem bater recorde de frio dentro da atuação desta nova massa polar, mas terão uma semana inteira com madrugadas geladas, amanhecendo sempre com temperatura abaixo dos 10°C.

 

A semana será marcada por ar polar sobre o Sul e sobre o Sudeste o que vai manter as noites frias e as tardes com temperatura amena. Com o frio, o nevoeiro volta a se formar em muitas áreas prejudicando o tráfego aéreo, terrestre e marítimo.