Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Recorde de calor em Rio Branco e em Porto Velho

01/08/2016 às 12:14
por Josélia Pegorim

Atualizado 01/08/2016 às 13:19

 

O calor de julho de 2016 foi excepcional em grande parte a Região Norte do Brasil. O mês terminou com recorde de calor para 2016 nas capitais Rio Branco  (AC) e Porto Velho (RO).

Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, na tarde de 31 de julho, a temperatura em Rio Branco, capital do Acre, chegou aos 37,8°C. Foi a maior temperatura para este ano e uma das mais elevadas para um dia de julho. A média da temperatura máxima em julho foi de 34,9°C, valor que está 3,6°C acima da média histórica que é de 31,3°C.

Em Porto Velho, capital de Rondônia, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou uma temperatura máxima de 37,5°C no dia 31 de julho,  novo recorde de calor para 2016. A média da temperatura máxima em julho foi de 35,1°C, valor que está cerca de 3,5°C acima da média histórica que é de 31,6°C.

Em meados de agosto é possível que ocorra uma friagem no Acre e em Rondônia aliviando o calor.

 

Chuva abaixo da média

Quase toda a Região Norte do Brasil terminou o mês de julho com chuva abaixo e muito abaixo da média normal. Embora julho já seja um mês de grande redução da frequência e do volume de chuva por quase toda a Região, este ano a chuva foi mais irregular no período chuvoso normal e parou mais cedo em várias áreas.

 

 

 

Chover menos significa uma redução na quantidade de nebulosidade e consequentemente um aumento da insolação. Com um maior número de horas de sol disponível para aquecer o ar, julho de 2016 teve um calor acima do normal.

A chuva de julho de 2016 ficou acima da média em Manaus, Boa Vista e em Macapá. Nas outras capitais choveu menos do que o normal ou não choveu.