Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Sinop (MT) registra chuva rara

17/08/2016 às 14:24
por Josélia Pegorim

O calor intenso combinado com o aumento de umidade que ocorreu em áreas do Centro-Oeste do Brasil nas últimas 48 horas, permitiu a formação de nuvens carregadas também sobre o norte de Mato Grosso.

Estas nuvens se formaram na região de Sinop e provocaram uma verdadeira tempestade. Em apenas duas horas, entre 3 e 5 horas da madrugada de 17 de agosto, pelo horário de Brasília, choveu cerca de 82 mm. O total acumulado entre 9 horas do dia 16 e 9 horas de 17 de agosto, hora de Brasília, foi de 89,8 mm, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia.

Se estivéssemos no verão, já seria uma chuva muito forte e mereceria destaque. Acontecendo num dia de agosto, que normalmente é muito seco, a chuva que ocorreu em Sinop passa a ser um fato raro e praticamente impossível de ser previsto pelos meteorologistas e pelas simulações atmosféricas feitas em supercomputadores.

Para se ter uma idéia de como esta de chuva que ocorreu em Sinop é rara, na cidade de Vera, que é próxima de Sinop, a chuva mais intensa que o Instituto Nacional de Meteorologia já registrou em agosto desde 1972, foi de 47,0 mm, em agosto de 1998.

 

 

Mais chuva e menos calor

Pancadas de chuva podem voltar a ocorrer em várias áreas de Mato Grosso até o domingo, 21 de agosto, com a passagem de uma grande e forte frente fria sobre o Brasil

 

Mas além da chuva, esta frente fria vem trazendo uma forte massa de ar frio, de origem polar, capaz de aliviar o calorão. Antes do ar frio chegar, o calor pode bater recorde novamente em Cuiabá e chegar aos 40°C. Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, o recorde atual de calor na capital de Mato Grosso é de 40,0°C no dia 7 de agosto.