Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Furacão Matthew avança para Cuba e Bahamas

03/10/2016 às 22:22
por Josélia Pegorim

O furacão Matthew continua em lento deslocamento sobre o mar do Caribe passando entre a Jamaica e o Haiti na noite desta segunda-feira e indo em direção ao leste de Cuba e as Bahamas.

Matthew vem mantendo sua força com ventos acima de 200 km/h desde o dia 30 de setembro e é considerado um furacão muito perigoso. Na noite desta segunda-feira, 3 de outubro, ele permanecia como um furacão de categoria 4 na escala Saffir-Simpson que vai de 1 a 5.

 

 

 

A chuva intensa de Matthew começou a ser sentida nesta segunda-feira em Kingston, capital da Jamaica e também sobre o Haiti e a República Dominicana. A imprensa internacional informou que ruas de Kingston estão sendo alagadas e que uma morte já foi confirmada no Haiti.

A preocupação com os danos sobre o Haiti é grande, pois o país não tem estrutura adequada para enfrentar situações de tempo severo como esta. Deslizamentos de terra e enchentes são esperados em muitas áreas por causa da chuva torrencial provocada pelo furacão.

Na análise das 00:00 UTC de 4 de outubro (21h do dia 3 em Brasília) do Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês), o olho de Matthew estava a 190 km ao sul de Tiburon, no Haiti, e a 325 km a sudoeste de Porto Príncipe, capital deste país. A velocidade de deslocamento aumentou para 13 km/h, depois de passar mais de 3 dias com menos de 10 km/h.

Os ventos constantes eram estimados em 220 km/h, mas com rajadas mais intensas. A pressão mínima no centro da baixa pressão era de 934 hPa.

  

 

 

A previsão do NHC é que o centro do furacão Matthew avance sobre o leste de Cuba nesta terça-feira, 4 de outubro, e já influenciando parte das Bahamas ainda com categoria 4.

Na projeção feita às 21 horas do dia 3 (hora de Brasília), Matthew poderia passar pela costa leste da Flórida também como um furacão de categoria 4. .

O furacão Matthew deve continuar avançando no fim da semana junto à costa leste dos Estados Unidos chegando ao litoral da Carolina do Sul e da Carolina do Norte durante o sábado, 8 de outubro.

 

 

 

Alerta de furacão

O alerta máximo de furacão para a população persistia na noite de 3 de outubro sobre a Jamaica, o Haiti e as as províncias cubanas de Guantanamo, Santiago de Cuba, Holguin,  Granma e Las Tunas. Nas Bahamas, o alerta de furacão já está valendo para a região de Inaguas, Mayaguana, Acklins, Crooked Island, Long Cay, Ragged Island, Long Island, Exuma, Rum Cay,, San Salvador e Cat Island. 

 

Matthew se originou no dia 28 de setembro de 2016 no mar do Caribe, na região das Pequenas Antilhas, mas teve uma rápida intensificação e no fim da tarde dia 29 já era um furacão. No decorrer do dia 30 de setembro, Matthew se transformou num grande e perigoso furacão e chegou a ser ter categoria 5 na escala Saffir-Simpson que vai de 1 a 5, com ventos de aproximadamente 240 km/h