Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Mais calor e menos chuva no Sudeste

12/10/2016 às 13:19
por Josélia Pegorim

Todos os estados da Região Sudeste já tiveram vários eventos de chuva forte na primeira quinzena de outubro, porém, a chuva não foi generalizada e beneficiou pequenas áreas. A passagem de massas polares moderadas a fortes pela costa da Região injetou o ar frio que causou noites bastante frias em São Paulo, no Rio de Janeiro e no Sul de Minas, mas também aliviou o calor em muitas outras áreas do Sudeste.

Nos próximos dias, as condições atmosféricas sobre o Brasil vão favorecer o aumento da temperatura sobre o Sudeste e ao mesmo tempo a diminuição da chuva.

 O mapa mostra a estimativa de chuva para a Região Sudeste para os próximos cinco dias

 

 

 

Chuva para SP

Nesta quinta e também durante a sexta-feira, as pancadas de chuva vão privilegiar São Paulo. Há risco de chuva forte inclusive na Grande São Paulo. A tendência é de mais calor nestes dois dias em todo o estado, mesmo com estas pancadas de chuva.

Durante o fim de semana, a chance de chover diminui e o calor aumenta em todo o estado de São Paulo.

 

Menos chuva para o RJ, MG e ES

Os estados do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e do Espírito Santo já começam a sentir a diminuição da chuva e a elevação da temperatura nos próximos dois dias. Pouca chuva está prevista até a sexta-feira. O predomínio do sol forte vai elevar as temperaturas.

 

Fim de semana de calor

No próximo fim de semana, a chance de chover diminui e o calor aumenta em todos os estados do Sudeste. A previsão é de calor, sol forte e pouca chuva em toda Região. As praias também terão muito sol.

 

 

 

Alta pressão reduz a chuva

Muitos torcem para que a chuva aumente em volume e em frequência sobre a Região Sudeste, mas também tem muita gente está querendo que o calor da primavera se estabeleça logo.

O calor poderá incomodar muita gente. Temperaturas de 36°C a quase 40°C poderão ocorrer por dias seguindo em grande parte do interior de São Paulo, no oeste e norte de Minas Gerais e também em algumas áreas do Rio de Janeiro e até do Espírito Santo.

Nos próximos dias, o calor e o tempo seco vão predominar sobre o Sudeste por causa da intensificação de um sistema de alta pressão sobre a Região. A alta pressão reduz a umidade no ar e consequentemente diminui as condições para a formação das grandes nuvens de chuva.

 

 

 

Esta situação não deve ser interpretada como o início de um longo período seco e quente na primavera. A redução da chuva e o aumento do calor serão por pouco tempo, de 7 a 10 dias, em seguida ocorrem novas mudanças na circulação dos ventos trazendo a chuva de volta para do Sudeste.

Confira o comentário da meteorologista Josélia Pegorim