Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Temporais continuam no Sul

17/10/2016 às 22:53
por Josélia Pegorim

Atualizado 18/10/2016 às 11:24

A chuva não dá trégua ao Rio Grande do Sul nesta terça-feira. Aglomerados de nuvens muito carregadas continuam se desenvolvendo sobre o norte da Argentina e avançando para o Sul do Brasil e atingindo especialmente o Rio Grande do Sul.

Por causa do calor intenso e da grande disponibilidade de umidade no ar, estas nuvens carregadas crescem também sobre Santa Catarina e Paraná e os dois estados continuam sujeitos a fortes pancadas de chuva, com risco de rajadas de vento que podem superar os 80 km/h e até queda de granizo.

 

 

Tudo isto já ocorre sobre o Rio Grande do Sul e vai continuar sendo observado no decorrer desta terça-feira, porém de forma ainda mais intensa do que nos demais estados do Sul. Já choveu demais sobre o Rio Grande do Sul nas últimas 48 horas e a chuva desta terça-feira ainda será volumosa e persistente sobre o estado. Em muitas áreas gaúchas, a chuva acumulada entre a madrugada do dia 15 e a noite do dia 17 de outubro já supera a média normal para o mês de outubro.

Com a previsão de mais chuva, e o grande volume de água que já foi armazenado nos rios e no solo, o Rio Grande Sul fica cada vez mais vulnerável a enchentes e a deslizamentos de terra no decorrer da semana.

 

 

 

 

Instabilidade também na quarta-feira

O tempo permanece muito instável também na quarta-feira e o Rio Grande do Sul ainda será o mais atingindo por chuvas intensas. Mas o risco de temporais sobre Santa Catarina e Paraná aumenta.

A chuva deve começar a diminuir sobre o Rio Grande do Sul só durante a quinta-feira, mas os demais estados do Sul ainda devem ter chuva forte até a sexta-feira.

 

 
Segundo levantamento divulgado pela Defesa Civil de Santa Catarina, são 47 municípios catarinenses com problemas em decorrência das tempestades desde o fim de semana. Até agora duas mortes foram confirmadas. Uma criança de 7 anos morreu em Tubarão no domingo (16) e um agricultor foi atingido por um raio, em São Carlos na segunda-feira (17).

No estado do Rio Grande do Sul, diversos municípios já enfrentam alagamentos e enchentes e até o último levantamento da Defesa Civil estadual, divulgado na tarde desta segunda-feira, 38 cidades registraram ocorrências. Além da chuva muito volumosa, a ventania, os raios e o granizo, trouxeram prejuízos. Cerca de 700 residências, prédios e galpões já foram afetados.Centenas de famílias já foram retiradas das áreas de risco e os coordenadores regionais seguem monitorando os alertas e os níveis dos rios. O Rio Cai, em São Sebastião do Cai, está com 9,79 metros. O nível normal do rio é de 5 metros.  O Rio Taquari, em Estrela, já entrou no nível de alerta com 13,61 metros. O nível normal do rio é de 12 metros.