Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Aberta a temporada de temporais

25/11/2014 às 23:03
por Josélia Pegorim

n style="font-size: 13px;">Temporal é a mesma coisa que tempestade. É chuva forte, mas não é só isto. Veja a definição de tempestade, conforme está no glossário no REDEMET – Rede de Meteorologia do Comando da Aeronáutica, que é responsável pelas informações meteorológicas em grande parte dos aeroportos do Brasil: "TEMPESTADES: produzidas por nuvens do tipo cumulonimbus, são eventos de micro-escala e de curta duração caracterizados por trovoadas, raios, rajadas de vento, turbulência, granizo, gelo, chuva, ventos fortes descendentes e em situações extremas, tornados."   Só na terça-feira, 25 de novembro, era fácil perceber os aglomerados de cumulonimbus em quase todos os estados brasileiros. O Amapá, Roraima, grande parte do Pará e quase todo o Nordeste tiveram um dia seco, com umidade abaixo do normal, o que não permitiu a formação das nuvens carregada. Mas na semana passada, as nuvens de tempestades se formaram por todos os estados do Nordeste, estimuladas pela passagem de uma frente fria. Nas imagens de satélite, as setas pretas indicam os aglomerados de nuvens carregadas. No Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, eles se formaram especialmente na manhã do dia 25 de novembro.   Estamos precisando muito da chuva forte, da chuva dos temporais. Mas ela em geral não vem sozinha: tem os raios, a ventania, o granizo, às vezes tornado. Tudo isto causa destruição.   Saiba porque estamos iniciando a temporada de temporais. O comentário é da meteorologista Josélia Pegorim.   Se a sua empresa é afetada diretamente pelas tempestades e raios, conheça o serviço de Monitoramento e Alerta de Tempestades SMAC aqui.