Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Alerta em São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul

23/07/2009 às 11:06
por Josélia Pegorim

A gr
ande frente fria que avança sobre São Paulo e Mato Grosso do Sul espalha nuvens carregadas sobre os dois estados. Há risco de chuva e ventos fortes no decorrer desta quinta-feira, incluindo a Grande São Paulo. Junto com a chuva, o Estado de Mato Grosso do Sul já está recebendo o ar polar e a temperatura teve acentuado declínio em relação a ontem. O aeroporto de Campo Grande registrava apenas 15ºC, às 10 horas da manhã. Em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, já se observa a situação típica de entrada de ar polar intenso: o nevoeiro encobre a região, a visibilidade era nula no aeroporto local, às 10 horas e a temperatura de apenas 11ºC. Em Corumbá, esta quinta-feira amanheceu com chuva, raios e trovoadas, fortes rajadas de vento sul (vento polar) que já ultrapassava os 50 km/h. Radares meteorológicos detectam a rápida expansão das áreas de chuva da frente fria sobre o Estado de São Paulo. Fortes pancadas foram observadas em cidades do oeste, sudoeste e sul do Estado, próximas ao Paraná. Por volta das 10h30 horas, parte da instabilidade já começava a atingir o extremo oeste da Grande São Paulo. Em cidades do norte do Estado, no vale do Paraíba e na Mantiqueira, as pancadas de chuva só devem começar durante a tarde. Em cidades como Franca, Ribeirão Preto e Mococa só deve chover no fim da tarde. Além de São Paulo e de Mato Grosso do Sul, a situação é de alerta para chuvas intensas e ventos fortes no norte do Paraná. No leste do Paraná, incluindo Curitiba e o litoral, além do vale do Itajaí, em Santa Catarina, a chuva deve prosseguir constante nesta quinta-feira, com moderada intensidade em vários momentos, o que deve gerar um grande acumulado até o fim do dia. As áreas de instabilidade desta grande frente fria ficam bloqueadas  nas próximas 48 horas sobre São Paulo, norte e centro-leste do Paraná e sobre quase todo o Mato Grosso do Sul. Mas em especial nesta sexta-feira, a chuva deve ser muito volumosa em especial sobre a Grande Curitiba, no litoral do Paraná, no norte paranaense e por todo o centro-sul e leste de São Paulo, incluindo a Grande São Paulo e o litoral. Por conta do tempo chuvoso e da entrada do ar polar em São Paulo, a temperatura cai muito no Estado. Os paulistas sentiram ontem as maiores temperaturas desde meados de maio. Na tarde desta sexta-feira e/ou do sábado, muitas cidades paulistas, incluindo a capital paulista, poderão ter as menores temperaturas à tarde deste ano. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, a menor temperatura à tarde deste ano no Mirante de Santana, na zona norte da cidade de São Paulo, foi de 15,5ºC, no dia 2 de junho.