Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Ar polar entra forte em Mato Grosso do Sul e em Mato Grosso

01/07/2011 às 17:21
por Josélia Pegorim

Todo
o centro-oeste e o sul de Mato Grosso do Sul já estão sentindo os efeitos da entrada de uma nova massa polar. Em Campo Grande, capital do Estado, a temperatura hoje não passou dos 25ºC e ontem chegou a quase 30ºC. No sul do Estado e na fronteira com a Bolívia, as maiores temperaturas hoje variaram entre 19ºC e 24ºC, mas foram registradas durante a madrugada. Com o céu nublado, chuva e a persistência do vento frio polar, a temperatura foi baixando pela manhã e à tarde. Por volta das 16 horas, a região de Ponta Porã e de Porto Murtinho estavam com aproximadamente 14ºC e Corumbá com 17ºC, na medição automática do Instituto Nacional de Meteorologia.  Nas áreas mais ao norte e nordeste do Estado ainda fez bastante calor, com temperaturas máximas de 30ºC a 32ºC na tarde de hoje. A nova massa polar que está entrando em Mato Grosso é bastante forte e vai provocar um frio intenso no Estado por vários dias. O declínio da temperatura será mais acentuado durante o domingo, que terá uma das tardes mais frias do ano, até agora. A madrugada e o amanhecer da segunda-feira serão com frio intenso e a maioria das áreas de Mato Grosso do Sul terá temperaturas mínimas abaixo dos 10ºC. Frio intenso em Mato Grosso O calor acima dos 32ºC ainda foi sentindo nesta sexta-feira em praticamente todo o Mato Grosso, o que é normal para esta época. Mas também é parte do clima do Estado em julho dias muito frios, com temperaturas até abaixo dos 10ºC especialmente no centro-oeste e sul do Estado, incluindo a região de Cuiabá. Mato Grosso recebe fortes ondas polares que podem fazer a temperatura cair mais de 10ºC de um dia para outro. E é o que está sendo esperado para este fim de semana. O frio começa a aumentar já neste sábado e fica ainda mais intenso no domingo e na segunda-feira. Até a terça-feira que vem, na passagem desta massa polar, temperaturas abaixo dos 10ºC voltam a ser registradas em Cuiabá e em todo o centro-oeste e sul de Mato Grosso, com chance de novos recordes para 2011.