Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Ar seco predomina no Sudeste

19/04/2010 às 09:02
por Josélia Pegorim

Os n
íveis de umidade continuam baixos neste início de semana no Sudeste do Brasil. No período da tarde, a umidade relativa do ar poderá chegar a valores de alerta em várias áreas da Região, mas principalmente no Estado de São Paulo, no Triângulo Mineiro e no centro-sul de Minas Gerais. Pelos padrões da Organização Mundial da Saúde, a situação de alerta por conta do ar muito seco é caracterizada com níveis de umidade entre 21% e 30%. Este ar muito ainda é sentido também na Grande São Paulo. Na tarde do sábado, a umidade do ar baixou para 21% na região do aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista. A baixa umidade do ar dificulta a formação de grandes nuvens e a ocorrência de chuva, sendo muito comum nesta época do ano na Região Sudeste e também em outras áreas do país. Níveis de umidade do ar muito abaixo do que é confortável e saudável para o ser humano podem ocorrer em qualquer estação do ano. Porém, os eventos mais críticos e prolongados de ar seco são observador normalmente no Brasil durante o outono, no inverno e em parte da primavera. A queda dos níveis de umidade do ar está associada a presença de grandes sistemas de alta pressão atmosférica sobre o interior do país, que começam a predominar sobre o Brasil com a sucessiva passagem de massas polares. A situação atual de níveis de umidade abaixo do recomendável para a saúde humana na maioria das áreas do Sudeste, do Centro-Oeste e em parte do Sul do Brasil começou a ser observada após a entrada de uma forte massa polar sobre país há duas semanas. Este ar polar já se aqueceu e por isso temos tido temperaturas altas no período da tarde. A umidade do ar deve permanecer abaixo do normal no Sudeste, no Centro-Oeste e em parte do Sul do Brasil por quase toda a semana.