Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Belo Horizonte: 20 dias de seca

08/02/2011 às 18:41
por Josélia Pegorim

O te
mpo seco e quente vem chamando a atenção (e incomodando) a população de Belo Horizonte. Já são 20 de dias de sol, céu azul e nada de chuva. O calor tem chegado aos 30ºC ou mais todas as tardes. Os níveis de umidade no ar à tarde têm alcançado valores entre 30 e 35%%, considerados muito abaixo do dos padrões fevereiro. O último registro de chuva, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, foi entre os dias 18 e 19 de janeiro e ainda não choveu em fevereiro. O tempo seco e quente vai predominar por mais alguns dias. A chance de chover até a sexta-feira é baixa. Mas no fim de semana, com ajuda de uma frente fria que chega ao litoral paulista, a Grande Belo Horizonte poderá ter umas pancadas de chuva. Época de chuva frequente em Belo Horizonte em geral vai de outubro a março. Nos outros meses, a chuva é rara.  Fevereiro ainda é um mês de muita chuva na capital mineira. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia a média normal de chuva é de 188 milímetros. Ainda que na escala anual seja o quarto mês mais chuvoso, em oito dias não caiu uma gota. Mas o mês está começando. Porém, o que realmente chamou a atenção foi o que ocorreu em janeiro, tradicionalmente o segundo mês mais chuvoso em Belo Horizonte, com média de 296 milímetros. Choveu muito nos seis primeiros dias do mês. Depois ocorreram ainda alguns temporais até o dia 19 e o mês fechou com quase 304 milímetros de chuva acumulados, 2% acima do normal. O problema é que a chuva parou no dia 19 e desde então, ficou o sol, o calor e a secura. A falta de chuva nos últimos 20 dias é explicada pela mudança na circulação dos ventos e na pressão atmosférica na Região Sudeste. Desde o início da segunda quinzena de janeiro, um grande sistema de alta pressão atmosférica ganhou força sobre o Sudeste.  Este sistema é associado com um ar mais seco que vem mantendo os níveis de umidade abaixo do normal. Os ventos deste sistema de alta pressão já bloquearam o movimento normal de várias frentes frias que chegaram ao Sudeste, mas não conseguiram causar grandes mudanças no tempo em no Rio de Janeiro, quanto mais em Belo Horizonte.