Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Brasil com mais de 15 mil focos de queimada em agosto

25/08/2011 às 19:50
por Marcelo Pinheiro

O m
s de agosto é climatologicamente um dos mais secos do ano em quase toda a região central do Brasil, incluindo áreas do norte do Paraná, do sul da Amazônia e de praticamente todo o interior do Nordeste. Neste ano de 2011 foram duas frentes frias intensas que avançaram pelo interior do continente, provocando aumento de nuvens e acentuada queda de temperatura em parte do Centro-Oeste e da Amazônia. Contudo, a chuva associada ao deslocamento destes sistemas frontais ficou mais concentrada na Região Sul e em áreas do leste do Sudeste. E como é comum observarmos, em períodos sem a influência destas frentes frias, o que predominou foi o tempo ensolarado, quente e seco. A alta temperatura e a baixa ar-umido do ar já são fatores naturais que facilitam o surgimento de focos de incêndio. Além disto, a estiagem que já se prolonga há cerca de dois meses em muitas áreas é outro fator que eleva ainda mais o risco de incêndios. Segundo dados obtidos pela varredura de satélites da Divisão de Satélites Ambientais do CPTEC/INPE, o Brasil já contabiliza 15377 focos de queimada no período de 25 dias, entre 21h do dia 31/07/2011 e 10h30 de hoje (25 de agosto). Somente no Pará foram registrados 1796 focos de incidência. Logo em seguida vem o Estado de Mato Grosso, com 1765 e de Minas Gerais, com 1739 focos. Os estados do Maranhão, do Piauí, do Tocantins, da Bahia e de Goiás também apresentam valores acima de 1000 focos neste período. Esta situação de tempo seco e quente ainda não deve ser revertida na próxima quinzena de acordo com as projeções dos modelos de previsão numérica do tempo. Entre os dias 07 e 09  de setembro há expectativa do deslocamento de uma intensa frente fria pelo País, entretanto, a chuva ainda não deve atingir as áreas mais áridas do interior do Sudeste, do Centro-Oeste e do sul da Amazônia.