Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Brasil secando: UR se aproxima do estado de emergência no interior do país

08/07/2011 às 13:52
por Josélia Pegorim

A umidade do ar baixou ainda mais na última hora em Poços de Caldas, no sul de Minas Gerais. Ao meio dia, a umidade relativa (UR) chegou aos 21%, mas às 13 horas, o aeroporto local registrou apenas 14%.  Este valor é extremamente baixo e prejudicial à saúde humana, colocando a região num estado de alerta, por conta do ar muito seco, pelos padrões da OMS - Organização Mundial da Saúde. O Estado de Alerta para o ar seco é determinado para índices de umidade relativa do ar entre 12% e 20%. Entre 21% e 30% temos o Estado de Atenção e entre 31% e 40%, Estado de Observação. Índices de umidade do ar iguais ou menos a 11% indicam um Estado de Emergência.

Na tarde ontem, Brasília teve a tarde mais seca do ano, com umidade relativa do ar de apenas 20%, às 15 horas, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia. Mas índices de alerta foram observados no norte e oeste da Bahia, no sul do Ceará, norte de Minas Gerais, no centro-norte de Goiás, leste/nordeste de Mato Grosso e também em áreas da divisa de São Paulo com o sul de Minas Gerais, do interior do Paraná e de Santa Catarina.

Nas medições feitas por estações meteorológicas do Inmet - Instituto Nacional de Meteorologia, a umidade relativa do ar na tarde de quinta-feira, 7 de julho, atingiu 13% em Espinosa (MG), Guanambi (BA) e Bom Jesus Lapa (BA), 14% em Itaiobim (MG), Irecê (BA), Buritirama (BA),  15% em Tauá (CE), 16% em Salinas (MG), Gaúcha do Norte (MT), Niquelândia (GO) e Montalvania (MG).

Níveis de umidade do ar baixos como estes, até menores, acontecem praticamente todos os anos no Brasil na época da seca, que abrange quase todo o outono, o inverno e parte da primavera. A queda dos níveis de umidade ocorre naturalmente por conta da falta de chuva por muitos dias consecutivos e da frequente passagem do ar polar sobre parte do Brasil. As massas polares trazem o frio e também reduzem os níveis de umidade do ar. Este efeito é observado em geral nos estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Neste fim de semana, a umidade do ar vai permanecer abaixo dos níveis confortáveis e recomendáveis para a saúde humana na maior parte do Brasil.  As regiões mais secas, onde os níveis de umidade do ar podem se aproximar ou mesmo baixar para índices de emergência, devem ser em áreas da Região Centro-Oeste, no norte de São Paulo, sul, centro-oeste e norte de Minas Gerais, oeste e norte da Bahia e Tocantins.