Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Calorão à vista no centro-sul do Brasil

05/09/2013 às 21:51
por Josélia Pegorim

A primeira semana de setembro foi marcada por alguns eventos especiais. Choveu em áreas que estavam secas há pelo menos três meses. Foi o que ocorreu na região de Belo Horizonte e em muitas outras áreas do Sudeste e do Centro-Oeste do Brasil. A semana está terminando um pouco fria no Sul e em parte do Sudeste, mas também teve recordes de calor no Norte, Nordeste e no Centro-Oeste. No dia 1 de setembro, pelas medições do Instituto Nacional de Meteorologia, Porto Velho, capital de Rondônia registrou 35,9°C e Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul teve máxima de 35,1°C, novos recordes de calor para 2013. Em 3 de setembro, Rio Branco, capital do Acre, registrou 37°C e no dia 4, Teresina alcançou 38,7°C de temperatura máxima, também recordes anuais de calor. Calor intenso à vista A segunda semana de setembro será marcada por dias de muito calor no centro-sul do Brasil, especialmente nos estados do Sul, onde os termômetros poderão alcançar 35°C em várias áreas. O ar deve esquentar bastante também no Sudeste,  no Centro-Oeste e em parte do Norte. Cidades como São Paulo e até Curitiba poderão ter calor em torno dos 30°C por vários dias. No centro-norte, a temperatura poderá chegar a quase 40°C. Mapas de previsão da temperatura máxima
Bloqueio do ar polar A previsão de calor está associada a presença de um forte e grande sistema de alta pressão atmosférica, entre 5 e 6 mil metros de altitude. Este sistema vai deixar o ar seco e a queda da umidade vai inibir a formação de grandes nuvens e a ocorrência de chuva. Ventos fortes nos níveis muito elevados da atmosfera vão reter o frio polar intenso por alguns dias na Patagônia. Sem o ar polar e com muitas horas de sol, o aquecimento será grande.