Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Calorão e ar extremamente seco em SP

09/10/2014 às 15:28
por César Soares

Um forte sistema de alta e pressão garante o sol, calor e o ar extremamente seco sobre o Estado de São Paulo. Especialmente sobre o noroeste paulista, os índices de umidade relativa do ar caíram muito ao longo da tarde de quinta-feira (09). Na imagem do satélite meteorológico os tons marrons indicam o ar seco, já os tons em preto indicam um ar ainda mais seco com concentrações muito baixas de vapor d'água.

No interior paulista os índices de umidade relativa do ar chegaram aos 13% em São José do Rio Preto, Ribeirão Preto e São José dos Campos. E, pela segunda vez do ano, a cidade de São Paulo registrou recorde de menor umidade relativa do ar. A tarde desta quinta-feira (09) foi tão seca quanto a do dia 03 de agosto, levando-se em conta apenas o dado da estação meteorológica convencional do Mirante de Santana (INMET). Nesta estação foi verificada a umidade relativa de apenas 20% por volta de 15h. Além da umidade baixa, o dia foi marcado por muito calor. A temperatura passou dos 30°C em muitas áreas do Estado, inclusive na capital.

Chuva demora a voltar

A primavera é marcada como uma estação do ano que possui características tanto da nossa estação mais seca (inverno) quanto da nossa estação mais úmida (verão). Neste período passamos por uma condição muito próxima do inverno, o ar segue bastante seco ao longo dos próximos dias. Somente na faixa leste que a presença de um sistema de baixa pressão atmosférica deve trazer um pouco de umidade no sábado (11). Na terça-feira (14) há previsão de algumas pancadas de chuva de forma bem localizada no nordeste e no Vale do Paraíba.

A chuva só deve trazer alguns volumes um pouco mais elevados, a partir do dia 20 do mês de outubro com a passagem de uma frente fria.