Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Calores invernais: bloqueio atmosférico afasta o frio

23/07/2012 às 17:57
por Josélia Pegorim

ong>Frio intenso fica longe do Sudeste e Centro-Oeste nos próximos dias Depois de dias gelados até o sábado passado, o ar polar se afastou do Brasil e a temperatura subiu muito em particular na Região Sudeste. Mas o calor da tarde desta segunda-feira, 23 de julho, também chamou a atenção em áreas do Centro-Oeste e do Nordeste. Na cidade de São Paulo, o a tarde deste 23 de julho de 2012 foi a mais quente desde 26 de abril. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 28,3ºC, às 15 horas. Em Cuiabá, capital de Mato Grosso, a temperatura máxima das 15 horas foi de 35,9ºC, a mais alta desde o dia 19 de abril Em Brasília, a tarde desta terça-feira foi a mais quente do inverno. A temperatura máxima às 15 horas, pelo Instituto Nacional de Meteorologia, foi de 27,8ºC, igualando o valor registrado no dia 19 de junho. O inverno começou em 20 de junho. Em Teresina ocorreu uma situação curiosa: a madrugada desta terça-feira foi uma das frescas do ano, mas a tarde foi uma das mais quentes. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 37,1ºC de temperatura máxima e 18,4ºC de temperatura mínima. Os recordes atuais são 18ºC para mínima, em 6 de julho e 37,4ºC, em 3 de janeiro. Em São Luis, capital do Maranhão, fez 33ºC nesta tarde. Foi a mais quente desde o dia 6 de junho, quando a temperatura alcançou 33,7ºC. Em Carolina, no sul do Maranhão, a temperatura chegou de novo aos 41ºC, pela medição do aeroporto da cidade. Normalmente faz calor nesta época por lá, mas não é de 40ºC. Em Ribeirão Preto, no norte de São Paulo, a temperatura chegou aos 33ºC, um valor bastante elevado para julho. A mesma coisa aconteceu em Vitória, capital do Espírito Santo, onde o aeroporto local também registrou 33ºC.   Pelo menos nos próximos 10 dias, as massas polares fortes vão ficar retidas no extremo sul do Brasil. Só os gaúchos e catarinenses vão sentir frio esta semana.