Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Cantareira: chuva de fevereiro pode superar a média

11/02/2015 às 14:13
por Josélia Pegorim

Falt
a pouco para que a chuva de fevereiro de 2015 sobre o Cantareira alcance a média histórica. Em 10 de fevereiro, segundo a Sabesp, choveu 140,8 mm sobre o Cantareira, sendo que a média histórica para fevereiro é de 199,1 mm. As projeções são até animadoras. Uma frente fria chega ao litoral paulista no sábado, 14, e vai ajudar a formar áreas de chuva também sobre o Cantareira. A estimativa feita por supercomputadores no dia 11 de fevereiro indicava um total de 100 a 200 mm sobre o Cantareira até o dia 25 de fevereiro. Se chover 60 mm nos próximos dias, a média já será atingida. A última vez que o Cantareira recebeu mais chuva do que a média foi em março de 2014, quando choveu aproximadamente 193, 0 mm, sendo que a média era de 184,0 mm. Os principais reservatórios para abastecimento de água da Grande São Paulo subiram um pouco mais nas últimas 24 horas. Segundo a Sabesp, na manhã do dia 11 de fevereiro, o nível de armazenamento do Cantareira estava em 6,4%, alta de 0,3%, a maior desde o Natal de 2014, quando o nível também aumentou 0,3% entre os dias 23 e 24 de dezembro de 2014. O Cantareira está agora com o mesmo nível observado no dia 13 de janeiro de 2015. O gráfico mostra o comportamento do nível de armazenamento do Sistema Cantareira desde 1 de janeiro até 11 de fevereiro de 2015. A cor amarela representa estabilidade, o vermelho, queda, e o roxo a elevação do nível em 24 horas. Desde o início de fevereiro, o nível do Cantareira ficou estável ou subiu. Não houve nenhuma queda. O Sistema Alto Tietê teve alta de 0,2% nas últimas 24 horas e estava com 12,9% de armazenamento na manhã de 11 de fevereiro. O Guarapiranga estava com 55,0% e subiu 0,8% em 24 horas. A previsão indica mais chuva para os próximos dias em todos os mananciais que abastecem a Grande São Paulo, mas não há expectativa de chuva uniforme e generalizada.  As pancadas de chuva podem ser fortes, mas vão ocorrer só em algumas áreas das represas. O ideal é que chovesse de forma generalizada e por vários dias consecutivos, mas as condições meteorológicas não favorecem uma situação assim nos próximos 15 dias.   Pode beber água de chuva?